Desejo: Boas Festas...

quinta-feira, 31 de julho de 2014

ANIMA INFO 1655

Japão receberá premiere de Operação Big Hero 6

O Japão receberá a premiere do 54º longa-metragem animado dos Estúdios Disney Animation. Operação Big Hero 6 será exibido inicialmente no 27th Tokyo International Film Festival. Este é o mais importante evento de cinema do arquepélago. O motivo da escolha pelo país deu-se - possivelmente - pelo conteúdo da história e pelo êxito de Frozen no Japão. O evento acontece no final de outubro. No Brasil, o filme chega aos cinemas em 3D em 7 de novembro de 2014.
Operação Big Hero 6 (Big Hero 6) é uma comédia de ação sobre Hiro Hamada. Brilhante em robótica, ele aprende a dominar seu gênio — graças a seu irmão Tadashi e seus amigos: Go Go Tamago, movida a adrenalina; Wasabi, cuja obsessão é organização; Honey Lemon, especialista em química; e Fred, fã de mangás. Quando uma sequência de eventos os coloca bem no meio do perigo que acontece nas ruas de San Fransokyo, Hiro recorre a seu companheiro - um robô chamado Baymax - e transforma o grupo em uma equipe de heróis de tecnologia de ponta determinados a desvendar o mistério.

quinta-feira, 17 de julho de 2014

ANIMA INFO 1654

Anima Mundi acontece na próxima semana em SP e RJ

O Festival Anima Mundi começa na próxima semana na cidade do Rio de Janeiro. Depois, desembarca na cidade de São Paulo em agosto. Há diversas animações dos mais variados gêneros de todo o mundo, sendo uma boa oportunidade de conhecer estilos diferentes. Há também negócios (no caso, somente para o RJ) e palestras (ambos locais).
Inclusive, duas atividades têm animadores que trabalham na Disney e na franquia "Como Treinar o Seu Dragão". . Em São Paulo, o evento teve uma mudança de local, já que o Memorial da América Latina sofreu com um incêndio em 2013. Veja todos os detalhes clicando no link acima.

terça-feira, 1 de julho de 2014

Plano Real: o plano econômico que mudou nossa História

O Plano Real completa hoje 20 anos. Nunca houve um término formal de sua ação prática na sociedade brasileira, pois o mesmo ainda é existe. Sua premissa ainda vigora, a contragosto de muitos conceitos ideológicos. Na prática, o Plano Real ainda existe. Ao lermos História do Plano Real de Luiz Filgueiras temos plena certeza do fato.
Somente que tem mais de 30 anos pode dizer com uma certa exatidão a importância do "Plano Real" para toda a atual estrutura político e econômica nacional. As pessoas com menos idade, não tem ideia do que era ir a uma lanchonete comprar um misto quente a um valor e no dia seguinte, o mesmo estar muito mais caro. O resumo oficial que se encontra no site da editora Boitempo resume bem a obra:
Em História do Plano Real, o professor Luiz Filgueiras examina com clareza o sentido da globalização, da reestruturação produtiva e das políticas neoliberais em nosso país, reportando-se aos fatos antecedentes à implantação do Plano Real - a crise da dívida, o Plano Cruzado e o Plano Collor.
O autor faz um detalhado estudo da implantação do plano de estabilização, de seus impactos e das conjunturas subseqüentes, e vai até a sua implosão, iniciada com a desvalorização do Real, em janeiro de 1999. Revela que o Plano Real é um produto econômico, político e ideológico da confluência de três fenômenos que marcaram o desenvolvimento do capitalismo nas duas últimas décadas do século XX: a hegemonia das políticas liberais, a difusão do processo de reestruturação produtiva a partir dos países capitalistas centrais e a reafirmação do capitalismo como um sistema de produção mundializado.
História do Plano Real é um livro precioso não somente para profissionais de Ciências Econômicas e Sociais, mas também para todas as pessoas interessadas no debate atual sobre os destinos de nosso país.
Para entender os atuais conceitos econômicos e os motivos que nos levam a fazer a afirmação de que sim, o Plano Real mudou nossa História, é interessante - especialmente aos jovens com a idade do Plano - a leitura da obra. Especialmente para não ser manipulado com ideias que tentam denigrir a imagem daquilo que nos deu noção real do nosso dinheiro. E para entender os pontos positivos e negativos que em 20 anos, ninguém, no final das contas, teve coragem de mexer. Afinal, para que "mudar um time que está vencendo?"


←  Anterior Proxima  → Inicio