Desejo: Boas Festas...

quarta-feira, 17 de abril de 2013

ANIMA INFO 1587

NewPOP lança o clássico Kimba, o Leão Branco

Finalmente chega ao Brasil o mangá Kimba, o Leão Branco de Osamu Tezuka pela editora NewPOP. A obra é conhecida no país, pois foi exibida nas TVs brasileiras na década de 70. Volta agora em sua versão em quadrinho.
Na floresta aos pés da Montanha Ruwenzori, nos limites de Congo e Uganda, viveu o rei dos leões brancos Panja, que reinou por toda aquela terra e protegeu os animais mais fracos dos ataques vorazes dos homens. Depois que Panja é morto por caçadores, sua companheira Eliza é enviada a um zoológico na Inglaterra em um navio, e à bordo, ela dá a luz a um pequeno macho, o Príncipe Kimba.
Eliza diz a Kimba que ele deve voltar à África e ao trono de seu pai. Ela então o joga pra fora do navio. Depois de sua fuga, o navio se depara com uma violenta tempestade e afunda nas profundezas do oceano com Eliza, deixando o jovem Kimba órfão. O leão então começa sua longa jornada, encontrando amigos e desafios a cada passo, até de ver de volta a sua terra natal, onde dificuldades e surpresas o aguardam.
Kimba, o leão branco, foi produzido entre 1950 e 1954, totalizando 3 volumes. A obra foi serializada na Manga Shounen, revista já há muito extinta. Na versão original é chamado de "Jungle Taitei", literalmente O Imperador das Selvas.

quarta-feira, 10 de abril de 2013

ANIMA INFO 1586

Cavaleiros do Zodíaco Omega ganha destaque de distribuidor e músico


Aparentemente, Cavaleiros do Zodíaco continua a ser o único anime com algum destaque claro no Brasil. A nova série Cavaleiros do Zodíaco Omega 聖闘士星矢Ω está recebendo um tratamento especial do distribuidor nacional, a Playarte. A empresa divulgou recentemente um release com os nomes dos principais dubladores, fato raro no universo dos DVDs.
O trabalho está em andamento, novamente realizado nos estúdios da Dubrasil, traz de volta vozes conhecidas dos fãs, como Hermes Baroli no papel de Seiya e Letícia Quinto dando voz à Saori Kido, alter-ego humano de Atena. O novo elenco também já foi selecionado: Caio Guarnieri (Jerome Clark na série “Mistério de Anúbis”) como Kouga de Pégaso; Fabio Campos (Teneo em “Lost Canvas”) como Souma de Leão; Luisa Palomanes (Hermione de "Harry Potter") como Yuna de Águia; Antonio Akira (Leonardo em “As Tartarugas Ninja”) como Ryuho de Dragão; e Diego Lima (Ren de “Bakugan”) como Eden de Orion.
Porém, não é só ela que tem dado destaque ao título: o cantor Rodrigo Rossi - por meio de sua assessoria de imprensa - divulgou um release sobre sua participação nas abertura de Cavaleiros do Zodíaco Omega. O artista parece bastante satisfeito ao fazer as músicas da animação, com as participações de Edu Falaschi, Ricardo Cruz e Larissa Tassi. A Playarte não divulgou quando fará o lançamento desta série, mas já informou que será para o segundo semestre deste ano.

segunda-feira, 8 de abril de 2013

ANIMA INFO 1585 - Especial

Cartoon Network celebra 20 e ignora animes

O maior sucesso dos animes do canal:
Dragon Ball sagas
O canal de TV paga Cartoon Network emitiu uma nota para a imprensa celebrando seus 20 anos no Brasil e América Latina. A história do canal começa em dezembro de 1991, quando a Turner Broadcasting System, Inc. adquiriu a Hanna-Barbera Entertainment Co. Um ano depois, nós lançamos o primeiro canal dedicado a desenhos animados na América. Foi em 1993 que o Cartoon Network chegou à América Latina, em Espanhol e Português, com OS FLINSTONES, OS JETSONS, TOM & JERRY e ZÉ COLMÉIA invadindo milhões de casas. Com o tempo, o canal enriqueceu a sua programação e rapidamente se tornou a maior filmoteca do mundo e um líder de vanguarda em termos de inovação e revolução de formatos visuais.
A parte em itálico acima faz parte da nota original - que é maior e traz os números de sucesso do canal - que a emissora divulgou. Curiosamente, há um fato que chama a atenção: em nenhum momento há referências aos blocos de animes que o CN exibiu em outrora. Toonami e Adult Swin não foram lembrados. A nota também ignora a exibição de "live actions". Ou seja, o Cartoon Network nos trouxe grandes desenhos animados, como As Meninas Superpoderosas ou Ben 10. Mas, deixou para trás uma História rica de exibições de animações japonesas.
Pelo canal passaram Dragon Ball sagas, Cavaleiros do Zodíaco, InuYasha, Naruto, Ranma 1/2, Samurai X , Yu Yu Hakusho, Sailor Moon entre tantos outros. Porém, parece que o único desenho japonês sobrevivente e com exibição constante é Pokemon. E, por um motivo bem claro: a emissora também é co-produtora dos "bichinhos". O Papo de Budega deixa aqui o registro de celebração da data. Porém, deixa também um registro de lamentação do canal que exibiu vários animes em horários nobres. Mas, que hoje, aparentemente, tem vergonha destas exibições.

sexta-feira, 5 de abril de 2013

ANIMA INFO 1584 - Especial

"Uma História de Amor e Fúria" chega aos cinemas brasileiros


Uma História de Amor e Fúria é um filme de animação que retrata o amor entre um herói imortal e Janaína, a mulher por quem é apaixonado há 600 anos. Como pano de fundo do romance, o longa de Luiz Bolognesi ressalta quatro fases da história do Brasil: a colonização, a escravidão, o Regime Militar e o futuro, em 2096, quando haverá guerra pela água. Destinado ao público jovem e adulto com traço e linguagem de HQ, o filme traz Selton Mello e Camila Pitanga dublando os protagonistas. O longa conta ainda com a participação de Rodrigo Santoro, na pele do chefe indígena e de um guerrilheiro.
Esta animação é uma das mais gratas surpresas do cinema nacional dos últimos anos. Em coletiva cedida aos blogueiros, o diretor revelou que tecnicamente, para que o título ficasse com uma fluidez adequada, foi usada a técnica dos desenhos japoneses. Não o traço dos personagens, não o cenário. Mas, a contagem de quadros por segundo. Ou seja, foram usados 18 quadros por segundo.
Segundo o diretor, esta era a contagem ideal. Usar menos quadros ou os 24 quadros por segundo - o normal dos estúdios Disney - poderia tirar a densidade que a animação exigia. Curiosamente, Bolognesi estava totalmente correto em sua afirmação. "Uma História de Amor e Fúria" funciona perfeitamente com a técnica utilizada.

Fora isso, há outro elemento fundamental que deve ser lembrado: a música. A trilha sonora original é de Rica Amabis, Tejo Damasceno e Pupillo. Nos momentos mais importantes, a música causa um efeito de total absorção de todos os sentimentos apresentados. Fica o registro para ouvir a música final com a atriz Camila Pitanga. Quem diria, ela mostrou que também tem talento musical.
O trabalho de atuação do filme também chama a atenção. Diferente de outros desenhos animados com celebridades, em "Uma História de Amor e Fúria" não houve dublagem. Dublar é o ato de interpretar em cima de uma voz já existente. Neste longa, os atores interpretaram e toda a animação foi feita com base em suas  vozes . Com tudo isso, "Uma História de Amor e Fúria" merece uma atenção especial tanto do público - jovem a adulto - quanto da crítica.
Especialmente pela forma de contar a História do Brasil. Que, no final do ano, pense-se seriamente nesta animação como o filme nacional a ser indicado ao Oscar. Já que os longas "live" não conseguem uma indicação, quem sabe uma animação com a qualidade apresentada não consiga? E, acima, alguns comentários do diretor acerca dos panos de fundo históricos deste longa-metragem.

ANIMA INFO 1583

‘Os Simpsons’ alcança o segundo lugar no IBOPE

Os episódios da animação Os Simpsons, exibidos na noite de terça-feira, conseguiram 4 pontos de média no IBOPE, atingindo pico de 6. Com o resultado, a Band ocupou o a vice-liderança no horário por 3 minutos, permanecendo ainda por 5 minutos na terceira colocação. ‘Os Simpsons’ vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 21h30, sempre em episódios duplos. A série também é exibida aos domingos, antes do Pânico na Band, às 20h.
O Papo de Budega também questionou a emissora quanto à possibilidade de exibição de animações às 20h. Em alguns estados, desenhos animados - entre eles Cavaleiros do Zodíaco - estão em exibição no horário. Contudo, para a região sudeste o horário ainda fica com o programa religioso "Show da Fé". Infelizmente, até o fechamento desta nota, a emissora não se pronunciou.

quarta-feira, 3 de abril de 2013

ANIMA INFO 1582

Netflix adquire Saint Seiya – The Lost Canvas

Saint Seiya – The Lost Canvas agora faz parte do catálogo da Netflix. Segundo informações da assessoria de imprensa, são os 13 primeiros episódios da série paralela. Os capítulos mostram a antiga guerra santa contra Hades, no século XVIII. Ao invés dos cinco cavaleiros de bronze liderados por Seiya, a história tem como protagonistas o cavaleiro de Pégasus da época, Tenma, além de Sasha, reencarnação de Athena e Alone, irmão de Sasha.
Apesar de haver outros animes no catálogo, este é o primeiro título de peso que a Netflix adquire. O site Papo de Budega tentou fazer uma entrevista com representantes da empresa quanto ao interesse em adquirir animes de sucesso. Entretanto, a empresa não se manifestou na ocasião. Com esta aquisição, percebemos que o silêncio se deu em ação efetiva. Os fãs de animação japonesa esperam que mais títulos possam chegar no site.
←  Anterior Proxima  → Inicio