Desejo: Boas Festas...

terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Iracema

Iracema, de José de Alencar é um dos clássicos de nossa literatura. É uma daquelas obras costumeiramente postas em provas de vestibular. Tem uma narrativa um tanto cansativa para quem eventualmente esteja iniciando no mundo da leitura. Para quem já está acostumado, mesmo com algumas palavras desconhecidas, é passível de lê-lo e compreendê-lo tranquilamente. Certamente, "Senhora" - outra obra de Alencar - é muito mais cativante. Mas, não deixa de ser curiosa, especialmente pelos fatores históricos contidos dentro desta ficção.
O autor "acomoda informações obtidas de fontes documentadas e acrescenta, ao sabor de sua imaginação, fatos fictícios. Martins Soares Moreno, guerreiro português (componente histórico), apaixona-se pela índia tabajara Iracema (componente principal da lenda). No pequeno enredo exposto, existe uma das testes fundamentais do Romantismo a origem do povo brasileiro, cuja bravura e honra derivam da miscigenação do indígena com o branco.


←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários: