Desejo: Boas Festas...

quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

O ano dos atentados, a espera pela paz

Devido às guerras que estão assolando o Oriente Médio, e com o crescimentos dos radicais, podemos dizer que 2015 foi o ano dos atentados. A cidade de Paris teve os dois mais comentados: um em janeiro no "Charlie Hebdo" e outro em novembro em vários locais, em especial em uma boate.
Porém, vale lembrar que que o grupo extremista "Boku Haram" também matou milhares na África, estes pouquíssimos divulgados. Outros atentados que também foram pouco divulgados ocorreram e ocorrem em Israel. Lá, os cidadãos sofreram e continuam sofrendo ataques com facadas em qualquer lugar, de pessoas que não sabem o que significa a grandeza da vida.
O que, obviamente, esperamos para 2016 é que estes grupos sejam dissolvidos. Que as pessoas possam ser mais tolerantes e que as religiões entendam que D´us deseja a paz, a fraternidade dos povos, cada qual com suas diferenças, suas vidas, suas histórias.
←  Anterior Proxima  → Inicio

1 comentários:

Hikki Shinozaki disse...

Não consigo, e acho que nunca vou conseguir entender oque leva uma pessoa a matar e ou aterrorizar seus semelhantes por conta de uma ideologia. Deveriam admitir de uma vez que simplesmente são maus e ponto.