Desejo: Boas Festas...

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Anomalisa

A animação em stop motion, Anomalisa, de Charlie Kaufman e Duke Johnson, conta a história de Michael Stone. Marido, pai e respeitado autor de "Como Posso Ajudá-lo a Ajudá-los?", ele é um homem incomodado com a rotina da sua vida. Durante uma viagem de negócios para Cincinnati, onde está programado para dar uma palestra em uma convenção, ele se surpreende ao descobrir uma possível escapada de seu desespero: Lisa, uma despretensiosa representante de vendas, que pode ou não ser o amor de sua vida.
Indicado ao Oscar de animação, "Anomalisa" será só um indicado mesmo. A Academia de Artes Cinematográficas tende a nunca dar o prêmio máximo a uma animação adulta. E este título é muito adulto, em hipótese algum podendo ser visto por criança. Emprestam a voz para a animação Jennifer Jason Leigh ("Mulher Solteira Procura" e "Sinédoque, Nova York") como Lisa, David Thewlis ("A Teoria de Tudo") como Michael e Tom Noonan (série "12 Monkeys") como a voz de todos os outros personagens.
Com exibição restrita, está passando somente me versão legendada. E, é bem curioso assistir à animação em som original. Em um primeiro momento, acreditamos ser um personagem gay por conta da voz do "antigo amor" do protagonista, mas com o passar dos minutos entendemos o porquê da voz masculina. Um outro ponto interessante tem a ver com o nome da personagem que dá título. O nome dela tem relação direta à língua portuguesa falada no Brasil. Mais detalhes, só vendo o filme mesmo.
←  Anterior Proxima  → Inicio

2 comentários:

Hikki Shinozaki disse...

Hmmmm já quero, onde posso encontrar Sandra?
Enfim, o universo tem a porra do pé atrás com animações adultas, as vezes nem mesmo os apreciadores de animação curtem as adultas (isso baseado apenas no que eu já vi).
Isso é deprimente.

Sandra Monte disse...

Vixi véi.. em alguns poucos cinemas..
Tem que garimpar..