Desejo: Boas Festas...

sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Disney Halloween: vilões...

No vídeo deste link, do parque Disneyland, é possível ver como os estúdios Disney prezam por suas obras. Com uma técnica sofisticada igual ao das animações de cinema, a propaganda chama para o período do Halloween (Dia das Bruxas), agora do mês de outubro. Vale muito a pena ver e conferir como o material é interessante.

quinta-feira, 29 de outubro de 2015

A Estrela Oculta do Sertão


A Estrela Oculta do Sertão é um documentário dirigido pela fotógrafa Elaine Eiger e pela jornalista e escritora Luize Valente, há dez anos. O título é um documento que traz, antes de qualquer coisa, a História escondida do Brasil, aquela que não aprendemos na escola. Os brasileiros que têm hábitos os quais não têm ideia de onde vêm. Mas, que muitas vezes, há algum motivo para estes hábitos, confundidos muitas vezes com crendices populares. "A Estrela..." traz justamente o lado nacional que os brasileiros desconhecem, parte da nossa História que ficou em segundo, terceiro, quarto plano e que só recentemente tem sido comentada. Documentário importante para todos os cidadãos.

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

ANIMA INFO 1705

Final do Mundial de LoL será transmitida no WatchESPN e nos cinemas

O League of Legends é um jogo multiplataforma, provavelmente, o mais conhecido do mundo. De acordo com o Wikipedia, "Em League of Legends, os jogadores assumem o papel de um personagem, chamado de campeão, com habilidade únicas, que luta com seu time contra outros jogadores ou campeões controlados pelo computador. No modo mais popular do jogo, o objetivo de cada time é destruir o nexus da equipe adversária, uma construção localizada na base e que é protegida por outros estruturas."
Assim, são formados diversos times em diversas localidades no mundo. Há campeonatos em que há bons prêmios em dinheiro. A final do mundial de League of Legends acontece neste sábado, dia 31, às 9h30 (horário oficial de Brasília) em Berlim na Alemanha. Cinelive e ESPN transmitem, ao vivo, a batalha entre os times Koo Tigers e SK Telecom T1. A final  será exibida em salas de 31 cidades brasileiras (veja no link). O WatchESPN – plataforma de vídeos ao vivo, exclusivos e on-demand – também irá transmitir a final.

Let It Go - Frozen


Encerrando o mês da musical animação, eis a música que virou hit na internet, venceu o Oscar e deu a Idina Menzel o prêmio de platina, vendendo oito milhões de cópias nos Estados Unidos. Apesar de ter ganhando força na internet, lamentavelmente, esta versão nunca chegou nas rádios brasileiras. Mas, certamente, é a melhor. Let It Go se tornou uma das músicas mais conhecidas de 2014 e com justiça.

terça-feira, 27 de outubro de 2015

Meu Pé de Laranja Lima

Meu Pé de Laranja Lima é uma obra bonita, com um tom nostálgico que causa uma certa saudade. Saudade de alguém ou época de nossa vida, que nunca mais retornará. Escrito por José Mauro de Vasconcelos, foi publicado em 1968 e se tornou um livro muito conhecido inclusive no exterior. Na sinopse da Saraiva,
(...) a pobreza, a solidão e o desajuste social vistos pelos olhos ingênuos de uma criança de seis anos. Nascido em uma família pobre e numerosa, Zezé é um menino especial, que envolve o leitor ao revelar seus sonhos e desejos, por meio de conversas com o seu pé de laranja lima, encontrando na fantasia a alegria de viver.
É necessário um pouco de atenção na leitura, porque o autor mescla narrativa em primeira pessoa e em terceira, confundindo o leitor em alguns momentos. Porém, mais ao final, percebe-se mais claramente "as pessoas". Também é curioso ver que alguns pontos hoje seriam ou controversos ou causariam mal-estar no "politicamente correto". Tanto pelas ações de quem está próximo de Zé, quanto pelos relacionamentos do menino. Um ponto interessante: para os leitores que costumam ler a última página antes, saibam: tenham cuidado, pois nem tudo é o que parece ser.

segunda-feira, 26 de outubro de 2015

Curiosidades budeguísticas: Dia da Animação

Neste mês, diversos países celebram o Dia Internacional da Animação, mais exatamente no dia 28 de outubro. Segundo o site da Associação Brasileira de Cinema de Animação, "foi nesta data, em 1892, que Émile Reynaud realizou a primeira projeção do seu teatro óptico no Museu Grevin, em Paris. Essa projeção foi a primeira exibição pública de imagens animadas (desenhos animados) no mundo". Ou seja, assim como o cinema propriamente dito, a animação teve início na França.
Para comemorar a data - que é ignorada nos Estados Unidos que utiliza suas próprias marcações temporais - a Associação Internacional do Filme de Animação (ASIFA) lançou um evento chamado Dia Internacional da Animação, que conta com o apoio de diferentes grupos internacionais filiados. O Dia Internacional da Animação está em sua 13ª edição sendo realizado em 30 países.
O Brasil faz parte desta comemoração, com uma ação que acontece simultaneamente em diversas cidades - gratuitamente - sempre no dia 28 de outubro e sempre às 19h30. No Dia Internacional da Animação são exibidos curtas-metragens de desenho animado nacionais e internacionais. São diversas cidades - 240 este ano - que participarão nesta quarta-feira.

domingo, 25 de outubro de 2015

Para alegrar o dia 134

Retirado de Ironia dos Minions

quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Todo mundo odeia o Chris

Todo mundo odeia o Chris (Everybody Hates Chris) é um dos seriados mais queridos da atualidade em nossa televisão aberta. Constuma dar bons resultados de audiência para a Record, quando a emissora exibe - em alternância com a animação Pica-Pau. Baseado na infância de comediante Chris Rock, o título foi lançado na TV americana há 10 anos e continua "atual".
E, basicamente, isso acontece porque a história se passa nos anos 80 na cidade de Nova Iorque, mais precisamente na região de Bed-Stuy - abreviação de Bedford-Stuyvesant -, localizada no Brooklyn. As necessidades de uma família pobre de negros é contemporânea a muitos brasileiros que também passaram situações semelhantes, como dificuldades na escola, pai e mãe exigente, convivência com amigos ou vizinhança para lá de diferente.
Todos os atores tornaram-se muito conhecidos por aqui por seus personagens na história. Algumas frases, idem, como os "produtos Ivone" ou "e se você... " (do pai Julius). Chega a ser curioso o fato de Todo mundo odeia o Chris (Everybody Hates Chris) nunca ter chegado ao mercado de DVD brasileiro. Daí, a única forma de assistir ao seriado na TV aberta é aos sábados à tarde na Record.

quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Shirokuma-san - Shirokuma Cafe Song


Shirokuma Cafe Song (しろくまカフェ song) é uma das músicas mais legais da animação Shirokuma Café. Já teci alguns comentários acerca deste título que todos vocês sabem como gosto. A canção é interpretada por Takahiro SAKURAI 櫻井孝宏, o dublador do personagem-título. Vale lembrar que esta mesma música é cantada por "todos" os personagens. Mas, a versão do ursão branco é a melhor. Ouçam o "som da cafeteria do urso polar"...

terça-feira, 20 de outubro de 2015

Reinações de Narizinho, com e Emília e toda a galera...

Muitas histórias acabam por ficar no imaginário de uma dada sociedade. Algumas frases ou situações são ditas e bem da verdade, muitas vezes não sabemos de onde vêm tais termos. Depois de ler Reinações de Narizinho - volume 1, percebemos como o universo de O Sítio do Pica-Pau Amarelo faz parte de nossas vidas, falas, cultura... Fizemos uma resenha completa da obra neste link.

segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Curiosidades budeguísticas: caneta

A internet faz-nos esquecer muitas vezes que aprendemos a escrever com as mãos e um outro tipo de objetivo que não o teclado. Um deles é o lápis e o outro a caneta. Antes de ser como conhecemos hoje, para deixar suas ideias registradas, o ser humano usou objetos de madeira ou ainda, ossos. Um dos exemplos eram o egípcios, que se utilizavam de ossos molhados e colocavam tinta vegetal para escrever em papiros.
Ao longos dos séculos, passou-se a usar penas de aves - em geral os gansos - para a escrita, agora em papel. Segundo o site História de Tudo, foi "somente no final do século XVIII é que pensaram na substituição de tal instrumento por um objeto manufaturado, resultando na criação das penas de metal, as quais obtiveram relativo sucesso na época, embora as penas de ave continuassem a ser usadas."
No século XIX, "tentou-se desenvolver um instrumento de escrita que guardasse a tinta no seu interior. Foi Lewis Edson Waterman que conseguiu patentear essa invenção no ano de 1884. Tinha nascido a primeira caneta, a que ainda hoje chamamos de caneta-tinteiro, ou caneta de tinta permanente", de acordo com o Origem das Coisas.
Ainda segundo o site imediatamente acima, a caneta como conhecemos hoje foi criada por László József Bíró, que utilizou "uma pequena esfera metálica na extremidade da caneta que, ao girar, recebia a tinta do depósito e passava-a para o papel. Complementou a sua criação tapando o depósito de tinta, o que impedia que a tinta secasse ou vertesse para fora. A sua criação foi patenteada em 1938, na cidade de Paris, em França".
O grande problema para Biró é que ele não tinha condições de produção, então vendeu a concepção para as empresas de Marcel Bich, dando origem a famosa BIC. A empresa acabou distribuindo canetas para praticamente todos os países, tornando-se referencial deste tipo de produto.

domingo, 18 de outubro de 2015

Para alegrar o dia 133

Retirado de Humor inteligente

sexta-feira, 16 de outubro de 2015

Hotel Transilvânia 2


Hotel Transilvânia 2 continua a divertida "saga" de Drácula ante as mudanças do mundo. Agora ele tem netinho meio humano, e que se acredita que também é meio vampiro. Só que o garotinho ainda não desenvolveu suas habilidades "monstruosas". Sua filha quer sair do Hotel e ir viver entre os humanos. Porém, Drácula quer todos próximo dele. Então, o vampiro conta com a ajuda do genro, que também quer ficar no hotel.
Assim, filha e genro vão viajar, mas o netinho fica. É neste momento que Drácula tenta fazer com que o neto desenvolva seu instinto vampiresco. Só que ele tem alguns problemas, porque nem mesmo os demais "monstros" já não são tão monstros assim. Para piorar toda a situação, Vlad, o patriarca-mor ressurge, sem saber que o neto não é sangue-puro.
Esta animação é dirigida por Genndy Tartakovsky, o mesmo de "O Laboratório de Dexter". Tem em sua versão original o ator Adam Sandler como Drácula. Selena Gomez é a filha. O título é interessante porque é - nas entrelinhas - a discussão da aceitação das diferenças ante às questões tradicionais, sejam elas quais forem. Animação divertida, que, curiosamente, conseguiu manter o mesmo nível nesta continuação.

quinta-feira, 15 de outubro de 2015

De Volta Para o Futuro - parte II

De Volta Para o Futuro - parte II é a continuação de um dos grandes clássicos final dos anos 80. Traz a história de Marty McFly, que vai para o futuro ajudar o Dr. Brown em uma empreitada. O que ele acaba descobrindo que o seu próprio filho é um tonto - igual era o pai de Marty no primeiro filme - e que a vida dele próprio é frustante. Por conta dos incidentes do futuro, o passado é mudando e acaba ocorrendo um "universo paralelo" na vida de Marty.
O título é uma das melhores obras sobre a questão de viagem temporal. E, um dos motivos de lembramos deste filme neste momento é uma data pontual que aparece nas várias mudanças de tempo na história. O 21 de outubro de 2015 é o "futuro" o qual Marty e Dr. Brown vão. O mais curioso é notar que já estamos neste futuro deles. Quando lançado em 1989, o ano de 2015 parecia muito distante.
No ano do filme, haviam coisas que infelizmente ainda não existem, como carros voadores, comidas que sofrem quase que uma metamorfose em microondas e talvez o produto mais desejado por todos: o skate voador". Nada disso ainda está disponível, mas chega a ser interessante que a maioria das pessoas que está a ler este post, viverá e passará pela data histórica na próxima quarta-feira. Que esta geração ainda possa ver alguns dos produtos mais aguardado do filme.

quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Gorillaz - 19-2000


Seguimos com o "Mês da Animação" e clipes animados. O caso da banda Gorillaz é bem parecido com do Daft Punk. As pessoas não sabem ao certo como eles são, já que a grande representação visual deles é por desenho. No caso, os clipes são no formato acima. Desenhos animados meio engraçados. Só que a banda não é só isso. As músicas são dançantes e agradáveis de escutar. Um mix de Hip-Hop com Reggae, que pode ser ouvido em 19-2000.

terça-feira, 13 de outubro de 2015

Cultura da Interface, pare entender o que é


Finalmente, após um bom tempo lendo este livro, finalmente terminei o Em Cultura da Interface, do autor americano Steven Johnson, a internet, especialmente as redes sociais, viraram alguma coisa indefinida. As pessoas fazem questão de dizer, e especialmente visualizar, tudo o que fazem, o que estão fazendo naquele exato momento.
Um mix de solidão (não tenho com quem falar, por isso, falo com meu computador) e egocentrismo (o que importa sou eu e foda-se o que os outros pensam, desde que saibam o que faço). Um verdadeiro BBB. Estas foram algumas linhas escritas nesta resenha feita anos atrás. Mas, de um livro que continua atual.

segunda-feira, 12 de outubro de 2015

Curiosidades budeguísticas: chupetas

Praticamente todo ser humano do século XX para frente utilizou uma chupeta. Atualmente, tornou-se um objetivo controverso, porque há médicos que indicam o uso - contra mortes súbitas, por exemplo - e outros que condenam, especialmente no que diz respeito a arcada dentária. Entretanto, o desejo de apaziguar os bebês vêm deste a antiguidade. De acordo com este estudo da PUC - Campinas,
A chupeta ou seus precursores foram empregados desde que o homem começou a buscar alternativas para resolver problemas cotidianos. Escavações de tumbas de bebês, que viveram há 3000a, revelaram a existência de peças de argila (forma de animal), que possuíam um orifício pelo qual era introduzido mel e outro para a criança sugar seu conteúdo. Escritos antigos de Sorano (séc. II) e Oribasius (séc.IV) referem que objetos açucarados e mel eram usados para acalmar os RN [5]. A chupeta foi citada pela 1ª. vez, na literatura médica, no fim do século XV [1].
As versões atuais deste produto tiveram sua formação em 1845. Algumas usadas antes eram basicametne panos umedecidos. Porém, o uso do material infantil e sua formação atuais deram-se no ano citado. O termo "chupeta" tem este nome devido ao ato de chupar. Em inglês americano, por exemplo, a palavra usada é "pacifier", muito provavelmente porque é o ato de "pacificar", "apaziguar" a criança.

domingo, 11 de outubro de 2015

Para alegrar o dia 132

Retirado de Disney Irônica

quinta-feira, 8 de outubro de 2015

TVs sobre natureza

Quando se pensa em TV por assinatura, uma das primeiras coisas que a maioria das pessoas lembra é na quantidade de filmes que se poderá assistir. Contudo, é possível ver para além do que somente produções cinematográficas. Três canais que ficam muito próximos um do outro são bons exemplos: o Anima Planet, o National Geografic e o Discovery Channel.
Estas três emissoras trazem uma programação bem interessante para aqueles que desejam conhecer mais acerca de fatores naturais. Sejam da fauna ou flora. O programa "Planeta Terra" da TV Cultura tem em alguns destes canais seus parceiros. Leões, ursos, cobras, crocodilos, insetos, vegetais amazônicos são alguns exemplos do que se pode ver nestes canais. Fica o registro de que a "televisão fechada" é muito mais do que canais de filmes e seriados.

quarta-feira, 7 de outubro de 2015

Pato Fu - Uh Uh Uh, Lá Lá Lá, Ié Ié


Este mês colocarei clipes animados, em referência ao "Mês Internacional da Animação" (do Dia Internacional da Animação em 28 de outubro). Eu achava que já tinha colocado esta música aqui. Mas, na verdade... creio que não. Uh Uh Uh, Lá Lá Lá, Ié Ié é do grupo Pato Fu. O clipe é bem engraçadinho. E a música, mucho louca. E já aviso: o clipe tem uma deixa homoafetiva. Como só eu conheço, só eu sei.. Daqui a pouco alguém surta com ao conhecer.... Uh Uh Uh para vocês... E sim, como estamos no mês da animação, os vídeos de músicas serão "animados"!!!

terça-feira, 6 de outubro de 2015

Manual de Roteiro: Syd Field

O escritor Syd Field fez um dos livros mais importantes sobre a produção de argumentos e roteiros para o cinema. "Manual do Roteiro apresenta, em linguagem simples e acessível, passo a passo, todos os elementos fundamentais para a construção de uma boa narrativa. Esta obra é instrumento essencial para o trabalho criativo de roteiristas experientes ou aspirantes a um lugar no mercado de Cinema e TV", segundo a resenha original.
Depois de ler a obra, o que se percebe é que a forma de ver o cinema americano definitivamente muda. O espectador consegue visualizar a parte "atrás" do filme. Como ele foi estruturado. Fora isso, é possível analisar outros elementos, como o impacto da edição na obra. Desenvolvimento e clímax são elementos fundamentais.
E, quando falta um deles ao longa-metragem, percebe-se a deficiência no roteiro. Um exemplo é G.I. Joe, em que o desenvolvimento é praticamente nulo e o filme parece estar em um "eterno clímax". Outro exemplo, apesar de ser um filme nacional, é Lula: Filho do Brasil, em que o título carece de um clímax. Ou seja, Manual do Roteiro é muito mais importante do que parece e sua relevância vai para muito além do que para aqueles que querem fazer cinema. A pessoa aprende a ver um filme. Ao menos, um filme americano.

segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Curiosidades budeguísticas: sutiã

Os sutiãs tornaram-se ao longo das três últimas décadas, uma vestimenta feminina odiada por algumas feministas. Tanto que nos anos 60 foi o símbolo do movimento, com a "queima" simbólica dos mesmos. E o termo está entre aspas porque, diferente da ideia atual, não houve uma "queima formal" de sutiãs. O que é um objeto repressor para algumas, é libertador para outras, moldando seu corpo.
Mas, afinal, como surgiram os sutiãs? Nos séculos passados, as mulheres usavam corpetes para moldam toda o local do "colo": região do abdómen e seios. Porém, o sutiã como conhecemos hoje foi uma criação de Mary Phelps Jacob. Sim, uma mulher criou a peça apresentada em 1913, mas ela patenteou a obra em 1914.
De acordo com o Brasil Escola, "apesar de patentear a invenção, não obteve sucesso nas tentativas de venda para empresas têxteis. Mary Jacob vendeu sua criação para a Warner Bros por pouco mais de 1500 dólares. A empresa faturou posteriormente mais de 15 milhões com o produto adquirido." Com o desenvolvimento da indústria têxtil, o sutiã ganhou força mercadológica.
Hoje, a roupa íntima já está incorporada ao armário feminino, tendo vários estilos, tecidos. Faz parte de representações "mundanas" e também chiques, como a vista na propaganda de 1987. No final, gostemos ou não, toda mulher acaba usando.

domingo, 4 de outubro de 2015

Para alegrar o dia 131

Extraído de alguma página do Facebook...

sexta-feira, 2 de outubro de 2015

MAN - Steve Cutts (animação)


A animação MAN de Steve Cutts foi feita em 2012, com programa simples de Flash e After Effects. Alguns podem dizer que é simples. Mas, o que chama a atenção é o conteúdo um tanto perturbador do curta-metragem de 3,36 minutos. O que o SER HUMANO se tornou e para onde está caminhando...


quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Guerra Mundial Z

Filmes de zumbis tendem a parecer estarem ultrapassados. Por isso, os motivos que fazem os humanos se tornarem zumbis e as soluções de cura ou antídotos tem que ser cada vez mais criativas. É isso o que acontece em Guerra Mundial Z (World War Z). A história gira em torno do funcionário da ONU Gerry Lane (Brad Pitt) que atravessa o mundo numa corrida contra o tempo para impedir uma pandemia que está desafiando exércitos e governos e ameaçando dizimar a humanidade inteira.
Ele tem que encontrar uma solução. Seja de cura, seja qual for. E é esta busca que torna o filme tão interessante. Porque não escapa ninguém. Todos os países sofrem com a situação. Aqui fica um registro interessante. O único local que - até então - não fora invadido pelos zumbis fora Jerusalém. Segundo a história, a desconfiança dos judeus ante todas as suas próprias desventuras históricas - Inquisição, Holocausto - fez com que fosse o único local seguro a se ficar.
Este é um ponto interessante. Mas, o que mais chama a atenção é como o personagem de Pitt lida com todos os problemas e o final do filme. Um desfecho surpreendente. Um argumento bem pensado, mesmo com tantos longa-metragens do gênero. Como um bom filme de zumbis há fugas, desespero, e uma dose grande de adrenalina no telespectador. Fica-nos sempre a questão: o que faríamos se algo do gênero acontecesse?: Lançado em 2013, já pode ser visto nas TVs pagas.
←  Anterior Proxima  → Inicio