Desejo: Boas Festas...

terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Contos - Machado de Assis

O autor brasileiro Machado de Assis é conhecido pelo seus dois romances mais conhecidos, costumeiramente títulos de lista de vestibulares: Dom Casmurro e Memórias Póstumas de Brás Cubas. Obviamente, ele escreveu outros títulos importantes e foi também o primeiro presidente da Academia Brasileira de Letras, dada sua importância na literatura.
Entretanto, Assis também escreveu contos, histórias curtas que no caso dele tinham teor realista, o movimento literário da segunda metade do século XIX. Em Contos, o autor revela um lado muitas vezes ainda atuais, mesmo descrevendo sua vivência naquele tempo. Na versão que lemos, o livro tem os seguintes contos: "Missa do galo", "O espelho", "A cartomante", "Um homem célebre", "O caso da vara" e "Pai contra mãe".
Na atual versão que está no site da L&PM Pocket há ainda o conto "Capítulo dos chapéus". Nos anteriores, podemos presenciar diversos elementos morais e de alma humana. Inclusive, a relação de Assis com a questão da escravidão. O autor era mulato, viveu em um tempo ainda de escravidão, mas parecia escrever o assunto sem grandes neuroses ou antipatia contra o tema. Bem diferente de Aluísio Azevedo e seu "O Cortiço", em que este fazia uma série de denúncias, inclusive de exploração.
Para esta resenhista, de todos os contos, os mais difíceis de aceitar a realidade foram "O caso da vara" e "Pai contra mãe", em que somos apresentados a situações complexas, em que o ser humano costuma decidir em prol de si mesmo. Um egoísmo que incomoda nossa alma. Incomoda, mas faz-nos pensar justamente em questões morais. Para quem eventualmente ache complicado começar a ler o autor clássico por romances longos, Contos é certamente um bom início para compreender a escrita de Assis.
←  Anterior Proxima  → Inicio

1 comentários:

Hikki Shinozaki disse...

Como você disse no final, é um pouco complicado pegar gosto pela escrita dele logo de cara, muito palavreado e tal. Eu tenho Dom Casmurro há cinco anos mas acho que nem passei do primeiro capítulo...
Mas vou adicionar "Contos" na lista pois tenho certeza que logo logo eu vou começar a ler Machado.