Desejo: Boas Festas...

sexta-feira, 13 de novembro de 2015

A família do futuro

A família do futuro foi a 46ª animação para o cinema dos estúdios Disney. O título é pouco lembrado por um grande motivo: foi um verdadeiro desperdício de animação do estúdio. Baseado no livro Um Dia com Wilbur Robinson, o argumento é bom. O título narra a história de Lewis, um jovem que vive em um orfanato. Ele faz experiências científicas no local e acaba atrapalhando seu companheiro de quarto. Um dia, Lewis tem a oportunidade de ir a uma feira de ciências da escola, e conhece Wilbur, que diz vir do futuro. Daí inicia toda a jornada de ambos.
Como dissemos acima, o argumento é interessante. Porém, o roteiro é chato, o visual extravagante demais, causando uma certa estranheza do público. Ficamos com a impressão que "a família do futuro" é surreal ao extremo. Não causa empatia. O robô e o símbolo da família, um "R", faz-nos lembra do personagem Riquinho Rico e seu robô. Inclusive, o próprio Lewis é loirinho, igual "Riquinho". Se este personagem não foi referência, ficou parecendo que sim. Ao buscar informações, vemos que o o título sofreu muito em sua produção, com interferências diversas até o resultado final. Uma pena. Tinha tudo para ter dado certo, já que histórias temporais costumam atrair ao público. Para a pena ver e descobrir que até mesmo a Disney errou uma vez.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários: