Desejo: Boas Festas...

segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Curiosidades Budeguísticas: espelho

Um das invenções mais importantes da humanidade é um artefato que, aparentemente, é inofensivo. Porém, sua relevância dá-se por sua representação simbólica maior. Antes de sua criação, só era possível o ser humano ver-se de uma forma mais natural, em rios ou rochas extremamente polidas. Porém, com a criação do espelho, o Homem pôde literalmente se ver.
Segundo o site A Origem das Coisas, "os primeiros espelhos artificiais, portanto criados pelo homem, eram pedaços polidos de obsidiana, uma rocha de origem vulcânica. Esses espelhos foram encontrados na Anatólia, (agora Turquia), apesar de também na América terem sido encontrados instrumentos similares. Posteriormente, os espelhos começaram a ser feitos a partir de cobre polido na Mesopotâmia e no Egito, enquanto que na China eram produzidos em bronze por volta do ano 2.000 a.C."
Já, segundo a Wikipedia, "no final da Idade Média, a técnica da fabricação de espelho foi sendo desenvolvida. O mercúrio era aplicado em papel fino montado em papel alumínio polido e coberto com outra folha de papel liso." Ou seja, o mesmo foi se tornando cada mais mais sofisticado em sua produção.
Os espelhos já foram usados como produtos de troca em nossa colonização. Justamente por atiçar nosso desejo de nos ver, foi um dos artefatos mais importantes usados pelos portugueses, como nos mostram os livros de História e links como este. Hoje, a simbologia dos espelhos parece mais forte do que nunca. Afinal, as redes sociais e o anseio de se mostrar é uma nova forma de "espelho" que o ser humano sempre teve, o do ver a si próprio.
←  Anterior Proxima  → Inicio

1 comentários:

Hikki Shinozaki disse...

Sandra Bullock Monte, filósofa!
Excelente.