Desejo: Boas Festas...

segunda-feira, 6 de julho de 2015

Curiosidades Budeguísticas: Breve História da Internet no Brasil numa visão pessoal

Para muitos jovens que nasceram nos anos 90, pensar sua vida sem internet é algo inimaginável. A primeira transmissão em longa distância ocorreu no final dos anos 60 nos Estados Unidos, em âmbito militar. Porém, com a evolução da rede, a internet se tornou algo comercial e chegou ao Brasil em maio de 1995, momento em que foram abertos os registros para os até então desconhecidos sites.
Em 20 anos, os primeiros usuários viram diversas mudanças em portais, sites, existência e fim de diversos serviços. Esta resenhista que escreve acessou a internet pela primeira vez em 1998. Como? Em um curso de informática. Sim, eles eram muito comuns para quem queria aprender como usar computadores. O uso não era tão intuitivo como ocorre hoje.
No local havia internet, o qual efetivamente não me recordo como conheci. Naquele momento, o desejo era encontrar informações sobre animação japonesa. Os sites mais comuns eram do Geocities, que anos depois fora comprado pelo Yahoo e depois extinto. Para fazer buscas, o sistema mais usado era o Cadê. Porém, com o avanço forte do Google, este último comprou eliminou o primeiro.
Também foi possível ver outras febres como os fóruns de discussão e os grupos do Yahoo. Eles ainda existem na rede, porém com pouquíssima força. O que dizer do ICQ, grande sistema de bate-papo conhecido por aqui, que caiu em desuso graças ao MSN, que caiu em desuso graças ao Facebook e WhatsApp. Porém, em 20 anos, talvez o site (rede social) que nos foi mais característico foi o Orkut.
Outros países tinham e têm suas redes sociais. O Orkut foi um produto do Google que surgiu e deu certo praticamente só aqui. Fotos, grupos de discussão, bate-papo, joquinhos. Foi "Iorgute" em uma das brincadeiras de 1º de abril. Resistiu por anos a fio, mas sucumbiu a atual preferência nacional, que é americana, o Facebook. Em 20 anos de internet no Brasil, é possível ver sites com informações sobre o assunto, como este link do Olhar Digital (inclusive, a imagem acima foi retirada desta matéria).
Porém, a decisão de escrever com percepções e lembranças talvez seja mais interessante. Especialmente aos mais jovens, que não fazem ideia do que já vimos. E certamente estamos a ver. Hoje, a internet no Brasil está cada mais vez mais móvel, cadê vez mais em nossas mãos via celulares e tablets. Já vimos muito, e com certeza, ainda veremos outras evoluções. Pois sempre há espaço para as mudanças.
←  Anterior Proxima  → Inicio

2 comentários:

Victor Hugo Carballo disse...

O que me preparou bastante para a internet foram os CD-roms que eram publicados em revistas na banca uns 5 anos antes da internet. Tinha o menu de navegação e muito conteúdo, eu comprava direto. Por fim quando a internet chegou, para mim era um "cd-rom de leitura remota", hehe não me impressionou a princípio :)

Hikki Shinozaki disse...

Nossa! Que viagem!
Como eu nasci em 1995 obviamente eu sou da geração mais atual, porém a primeira vez que tive contato com um PC foi em meados de 2006, mas ainda sem internet. Lembro que o sistema operacional já era bem obsoleto, um windows 98, eu aprendi a usar sozinho pois mesmo sendo antigo já era bem intuitivo.
E depois com a internet, eu nem consegui pegar as ondas das redes sociais do momento, a única que eu usei foi o Orkut, criei uma conta (a primeira) em 2008, mas como era fácil de ser hackeada não durou muito... Enfim, lembro que cheguei a ter mais ou menos umas 4 contas (só por causa dos hackers) deixei de usar definitivamente em 2010 (os amigos não me respondiam mais... :P ) então criei o Facebook, no começo de 2011, mas só passei a usar mesmo bem no finalzinho do mesmo ano... E estamos aqui até hoje.
Bom, talvez apareça uma nova rede social e daqui a alguns anos estaremos falando das páginas engraçadíssimas que a gente seguia no "face" antigamente...