Desejo: Boas Festas...

terça-feira, 30 de junho de 2015

Quadrinhos são literatura?

Este tema já deu muito "pano para manga" tempos atrás. Especialmente no meio acadêmico. Aparentemente, parece que finalmente percebeu-se que histórias em quadrinhos são uma coisa e literatura é outra. Tanto que atualmente, as HQs não fazem mais parte, ou com uma intensidade diferente, de ações voltadas à literatura. Em 10 de maio de 2009, colocamos este mesmo assunto em pauta e concordamos com o estudioso Paulo Ramos. Apesar de uma coerência, de ter textos, argumentos, as histórias em quadrinhos são um outro tipo de arte. Afinal, não são somente isso e também não são somente imagens. Acessem ao link para ver as reflexões daquele momento, que nos faz pensar também no momento atual.
←  Anterior Proxima  → Inicio

3 comentários:

Karina Dos Anjos disse...

Eu penso que é outro tipo de arte. Porque quadrinho é uma arte mais visual e é independente da Literatura, embora tenha roteiristas. Qualquer pessoa pode entender uma tirinha que não tenha na além de desenho nela sem esforço.

Cinema e TV dependem mais de Literatura, apesar de serem artes visuais, porque elas não funcionam sem um roteirista que é um escritor.

Diego Miyabi disse...

Pra mim sempre foi

Ligeirinho disse...

Fui lá ver o vídeo do Paulo Ramos e outros. De uma coisa é certa, podemos dizer que quadrinhos faz parte do mesmo "universo" onde está a literatura, o cinema e qualquer outra forma que usa-se da NARRATIVA, de contar uma história. Acho que foi o Paulo Ramos que falou no texto "Não se vê livros com balão..." , mas pode se ter uma gravura, um desenho retratando algo que o autor quer expor e isso faz parte do texto literário.

Se estamos contando uma história, é uma narrativa. É um tipo de universo. Uma imagem sem palavras, se sentir que ela conta uma história, é uma forma de narrativa.

Não sei se estou certo no uso do termo, a propósito.