Desejo: Boas Festas...

terça-feira, 14 de abril de 2015

INICIAÇÃO À MÁGICA, TURMA 101 – Sobre “O Aprendiz de Feiticeiro”, de Mário Quintana

(...) apenas me atendo às impressões, toda vez que leio Quintana, e o seu O Aprendiz de Feiticeiro, é como se eu estivesse no meio de uma conversa agradável sobre trivialidades. Tudo é tema para seus versos: o dia a dia, o Amor, a mulher e até a música, como em “Jazz”. Melancólica como aquela que lhe dá título, nos faz pensar na transmutabilidade do Tempo: mesmo seguindo adiante, sem olhar para trás, algo sempre permanece como que testemunhando um evento após outro, porém indiferente, tratando os acontecimentos como sem importância.
O Aprendiz de Feiticeiro, originalmente publicada em 1950, é uma aula de poesia que Quintana nos oferece, através dos temas mais visitados no gênero. É como um ritual de iniciação, um batismo de fogo para aqueles que ousarem adentrar o mundo mágico da poesia, através dos feitiços em forma de versos quintanares. Veja resenha completa do livro O Aprendiz de Feiticeiro neste link.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários: