Desejo: Boas Festas...

segunda-feira, 20 de abril de 2015

Curiosidades budeguísticas: redemoinhos

Algumas forças da natureza são realmente assustadoras e, apesar de parecer coisa de filme, elas existem. Uma destas forças gigantescas são os redemoinhos. Grosso modo, são correntes circulares com pressão para baixo, em que há o encontro de águas quentes e frias. O mais comum é este fenômeno ocorrer nos oceanos. Entretanto, nada impede que também ocorram em rios, especialmente quando os mesmos desembocam no mar. E, segundo o Brasil Escola
Os redemoinhos também podem ocorrer em rios e lagos, mas não nas mesmas circunstâncias dos mares. Nesse caso, o que interfere na formação deste fenômeno é o fundo dos rios, principalmente aqueles com muitas depressões, pedras e buracos na areia. (...) Para que aconteça um redemoinho em um rio, por exemplo, é necessário que exista um “sumidouro”, ou seja, um lugar (um ponto) que absorve a água. Esta região se encontra no fundo do rio e funciona como um ralo de banheira, onde a água é sugada para seu interior.
Ou seja, de uma forma ou outra, é muito perigoso ficar próximos a este fenômeno. Para alguns cientistas, os redemoinhos são como os buracos-negros. Nada que entra nos limites circulatórios sai. O objeto é dragado para o centro. Estados Unidos, Escócia, Noruega e costa do Japão são locais em que ocorrem grandes turbilhões.
Inclusive, no último há o famoso redemoinho do estreito de Naruto, que se forma com uma certa constante no Japão. Lá há vários tamanhos e alguns podem chegar a ter dez metros de diâmetro. Além de redemoinho, este fenômeno da natureza também é conhecido como vórtice oceânico e turbilhão.
←  Anterior Proxima  → Inicio

1 comentários:

Hikki Shinozaki disse...

Hikki Shinozaki:

Já me pego com falta de ar só de me imaginar no meio desse turbilhão de (sentimentos que eu não pude acreditar) de redemoinhos aquáticos.
(Aliás, por quê eu estaria lá?)

Mas enfim, embora assustadora a natureza é também muito linda.

A beleza do caos...