Desejo: Boas Festas...

quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Especial #CCXP2014 - o final: Operação Big Hero

Caros navegantes... Este será o último post de 2014. Eu gostaria que fosse uma resenha como todas as demais... Mas, não me será possível. Tive contratempos técnicos estes últimos dias, o que me fez atrasar um monte de posts e comentários. Tecerei breves palavras sobre Operação Big Hero. Esta é uma boa animação dos estúdios Disney.
A estrutura do filme é muito parecida com de Como Treinar o seu Dragão, da relação do Soluço com o Banguela. Tipo... do Hero e seu "robô fofinho"... Obviamente, a parte técnica é fantástica. Quando tive a oportunidade de conversar com o diretor e produtor, eles disseram que tentam fazer filmes para todos, O Ursinho Poof eles tentaram fazer para "crianças pequenas e a família também". E o diretor conhece os filmes de Hayao Miyazaki!!!
Sandra Monte com Don Hall (diretor) e Roy Conli (produtor) de Operação Big Hero

No dia da pré-estreia no Comic Con Experience... A fila era gigantesca! Valeu muito a pena também pelo curta-metragem! Um mimo!! Enfim... eu lamento que realmente por motivos de força maior, eu não possa fazer algo mais incrementado. Mas, todas as circunstâncias deste final de ano mega agitado não me permitiram fazer algo mais jeitoso! De qualquer forma, fica o registro. Operação Big Hero não é nenhum Frozen, mas vale a pena a assistir.

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Especial #CCXP2014: animação, filmes, seriados... tudo no maior evento de entretenimento do Brasil

Edição e texto: Sandra Monte
Assistente e fotografias: Aline Fernandes

O Comic Con Experience, ou #CCXP2014, #CCXP foi, certamente, o maior evento de cultura pop e entretenimento multi-temático do país. Ocorreu no primeiro final de semana de dezembro, e já tem data marcada para ocorrer em 2015: de 03 a 06 de dezembro. Foi o primeiro, mas ocupou todo o pavilhão Imigrantes. Ou seja, o evento já começou grande.
Conversamos com Renato Fabri, sócio-fundador do Omelete e da CCXP, acerca de pontos importantes acerca do pensamento do Omelete e do apoio das empresas. Com destaque a questão da pirataria e ênfase do profissionalismo das companhia envolvidas, como a Disney. Veja o vídeo abaixo.
Certamente, o evento conseguiu chegar em suas expectativas financeiras. As pessoas compraram muito de tudo. Tanto que houve produtos que haviam na quinta-feira, e já no sábado não estavam mais nas prateleiras. Talvez este tenha sido o ponto mais curioso e importante: outros eventos - por "n" motivos - não acreditavam na legalidade da venda de produtos, apostando somente em lojinhas piratas.
O Comic Con Experience veio para mostrar que o público brasileiro está sim com predisposição a ter produtos legais. E, lembremos que os preços não estavam lá muito "amigáveis". Houve pequenas falhas, nada que tenha comprometido o evento. Outro ponto importante a ser frisado foram as praça de alimentação e banheiros. Bons espaços, obviamente com filas devido ao grande público.
A presença das empresas chamou muito a atenção. Como eram muitas ações simultâneas, não nos foi possível estar presentes em todas. Mas, companhias de entretenimento como a Fox - em seu painel - apresentou trecho de Pinguins de Madagascar, com recado de Benedict Cumberbatch, John Malkovich para fãs brasileiros. Destaque para a frase Benedict no final do trecho: “oi Brasil, sinto muito pela Copa do Mundo”. Netflix apresentou o primeiro episódio de Marco Polo e houve a pré-estreia de Operação Big Hero. Esta semana colocaremos um resenha e pequena entrevista com o diretor e produtor da nova animação da Disney. Houve também a pré-estreia do último Hobbit, o que mobilizou vários fãs.
Houve gente do Brasil inteiro. Como se gritou nas filas, o evento "já foi épico". A questão que fica agora é: qual será a reação do público brasileiro ante outras convenções que trazem sempre o "mais do mesmo", com problemas graves em condições de higiene, alimentação e conteúdo. Agora, só o tempo e o bom ou mau gosto do público dirá.

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

Especial #CCXP2014: Sandra Monte em ação

Navegantes...
Continuando nosso Especial #CCXP2014 (Comic Con Experience), agora algumas fotos as quais estou diretamente ligada. Ok... Sou jornalista, mas também sou nerd e tenho direito a tirar umas fotinhos de fanzoca! As fotos com o "senhor Grizzly e Panda" foram apenas elucidativas, ganhei os dois amiguinhos e estas imagens foram tiradas lá...Vamos começar. Com agradecimentos a Aline Fernandes e Fernando Ventura.

Sandra Monte com Don Rosa

Sandra Monte com o senhor Grizzly e o Panda (Shirokuma Café)

Sandra Monte com Don Hall (diretor) e Roy Conli (produtor) de Operação Big Hero

Sandra Monte com "Malévola"

Sandra Monte com Os Pinguins de Madagascar

Sandra Monte com o Snoopy

terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Especial #CCXP2014: Cavaleiros do Zodíaco, Batman, cosplay e mais



Em nosso Especial #CCXP2014, colocamos abaixo... algumas imagens do evento que aconteceu este final de semana em São Paulo. Acima, um vídeo "tour" pelo pavilhão. Basicamente, percorremos a metade, pois ainda faltaram partes ocupadas do local em não gravamos. Esta semana ainda teremos mais artigos sobre o Comic Con Experience. Lembramos, clique Nas imagens para ampliar.
..
Fotos de Aline Fernandes

Foto de Aline Fernandes

Foto de Aline Fernandes

..
Fotos de Aline Fernandes

Foto de Aline Fernandes

Foto de Aline Fernandes

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

Especial #CCXP2014: Marco Polo: o Game of Thrones com Kung Fu

Edição: Sandra Monte
Texto e reportagem: Aline Fernandes


O site streaming Netflix esteve presente no primeiro Comic Con Experience e levou os artistas (veja imagem abaixo) de sua nova série original: Marco Polo. O primeiro contato deles com a obra foi há dois anos. A história conta as aventuras do grande explorador veneziano, na corte de Kublai Khan na China do século XIII. O título estreia no site dia 12 de dezembro. Além deles, apresentou o primeiro episódio no auditório Thunder (o principal) ao público.
A cena inicial é a de um vilarejo destruído, com pessoas fincadas em estacas de madeira. Algo nada sutil. Essa é a primeira impressão que Marco Polo passa: a Idade Média regada de violência, poder e sexo. Também apresentou algumas cenas reveladoras da temporada,com direito a comentários do produtor executivo Patrick Macmanus e dos atores principais do elenco Lorenzo Richelmy, Olivia Cheng e Chin Han.
Baseada na história do desbravador italiano de mesmo nome, Marco Polo trata, sem medo de chocar, as relações familiares e a cultura da época. A trama começa em Veneza e mostra como o protagonista foi parar no reino de Kublai Khan, dominador da maior parte da Ásia e descrito na série como o “Rei mais rico e poderoso da terra”. O "personagem título" é deixado lá pelo pai, tornando-se servo de Khan, e a partir daí ele é treinado para aprender a cultura mongol e ser um deles.
A série conta com uma produção caprichada incluindo lutas bem coreografadas, cenários incríveis (com Veneza, Cazaquistão e Malásia de plano de fundo) e trilha sonora fazendo jus ao clima épico o qual a história propõe. A atuação vai desde um Marco Polo original da Itália, mas ainda cru pela recente adaptação ao idioma norte-americano, até a interpretação brilhante deu m mestre de Kung Fu cego, chamado na trama de "Sem Olhos". Cenas fortes - como a do ator Chin Han quebrando o pé de uma menina para moldá-la ao padrão estético da mulher oriental - mostram que a série não veio para sutilezas. Ao estilo "Game of Thrones" com Kung Fu vale muito a pena conferir a esta produção..

terça-feira, 2 de dezembro de 2014

Muda para o Chaves, por favor... E outras coisinhas mais!!!

Queridos navegantes...
Estes últimos dias foram um tanto tristes no que se refere ao universo do entretenimento. Três figuras de minha infância faleceram recentemente: Jorgeh Ramos - cujo personagem mais conhecido é o eterno Scar de O Rei Leão; Marilise, a eterna Zebrinha do Fantástico, a Annie Potts em A Garota de Rosa-Shocking, a Shina de Cavaleiros do Zodíaco entre outras tantas... E claro, Roberto Bolaños, o eterno e querido Chaves...
Deste último, tivemos diversas manifestações. Algumas não foram bem entendidas, como o comentário de Paula Braun... A primeira questão dela talvez tenha ocorrido, pura e simplesmente, porque brasileiro costuma "sofrer" demais sem estar sofrendo tanto... Creio que os massacres para com ela foram um tanto exagerados...
Agora, Tony Goes - da Folha Online - saiu em defesa da coleguinha de redação Sylvia Colombo e não conseguiu nem se fazer convencer e nem fazer uma defesa a ela. Ele simplesmente disse - nas entrelinhas - "não gosto e vocês são tontos por gostarem"... Em relação a Sylvia... vale deixar o link do ser - ela escreveu de uma total e desnecessária ofensa para com Bolaños e sua obra. Óbvio que ela tem o direito a não gostar... Assim como tenho meu direito a não curtir o anime Naruto... Assim como tenho direito a achar que feministas - como ela parece ser - precisam urgente de psicólogos, pois tem problemas graves de existência...
Porém, uma coisa é você não gostar e outra, recusar a importância de um título, de uma obra ou de uma pessoa. Goste ela ou não, Bolaños e toda sua obra foram fundamentais para o humor latino-americano. Como nem sei se publicaram meu comentário lá - acho que não - deixo o registro aqui. Ver comentários como o dela - no final das contas - são importantes para vermos a não cometer o mesmo tipo de erro...
Cara Sylvia... Primeiro: só cheguei aqui porque alguém compartilhou e comentou suas sandices via Facebook. Segundo: o mundo de hoje não é mais tão machista. Muitas mulheres que simplesmente não se comportam mais como mulheres, e querem te entre as pernas o que os homens têm... E querem da forma errada, porque da forma certa elas acham nojento... Este feminismo chulo, que vê maldade em qualquer ação masculina só não é mais imbecil por pura falta de espaço. Por fim: dizer que não existe genialidade no Chaves também mostra sua falta de conhecimento em psicologia. Porque Chaves, Carlitos e Mr Bean têm algo em comum que os fazem geniais: são engraçados justamente pela simplicidade. E, nos dias atuais, em que tudo e todos são tão sérios, que graça só se faz massacrando o outro ou falando palavrão... Sim, dona Sylia, Chaves é genial. Vá estudar um pouco mais de psicologia.
Ah, para constar... O título do post tem a ver com uma pequena mania e com algo que todo mundo já deve ter dito ou ouvido... Quando não se tem nada interessante para ver na TV... Quando tudo parece desinteressante... Só há um programa a assistir e se divertir, mesmo que já tenhamos visto 1000 vezes...
←  Anterior Proxima  → Inicio