Desejo: Boas Festas...

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

Especial #CCXP2014: Marco Polo: o Game of Thrones com Kung Fu

Edição: Sandra Monte
Texto e reportagem: Aline Fernandes


O site streaming Netflix esteve presente no primeiro Comic Con Experience e levou os artistas (veja imagem abaixo) de sua nova série original: Marco Polo. O primeiro contato deles com a obra foi há dois anos. A história conta as aventuras do grande explorador veneziano, na corte de Kublai Khan na China do século XIII. O título estreia no site dia 12 de dezembro. Além deles, apresentou o primeiro episódio no auditório Thunder (o principal) ao público.
A cena inicial é a de um vilarejo destruído, com pessoas fincadas em estacas de madeira. Algo nada sutil. Essa é a primeira impressão que Marco Polo passa: a Idade Média regada de violência, poder e sexo. Também apresentou algumas cenas reveladoras da temporada,com direito a comentários do produtor executivo Patrick Macmanus e dos atores principais do elenco Lorenzo Richelmy, Olivia Cheng e Chin Han.
Baseada na história do desbravador italiano de mesmo nome, Marco Polo trata, sem medo de chocar, as relações familiares e a cultura da época. A trama começa em Veneza e mostra como o protagonista foi parar no reino de Kublai Khan, dominador da maior parte da Ásia e descrito na série como o “Rei mais rico e poderoso da terra”. O "personagem título" é deixado lá pelo pai, tornando-se servo de Khan, e a partir daí ele é treinado para aprender a cultura mongol e ser um deles.
A série conta com uma produção caprichada incluindo lutas bem coreografadas, cenários incríveis (com Veneza, Cazaquistão e Malásia de plano de fundo) e trilha sonora fazendo jus ao clima épico o qual a história propõe. A atuação vai desde um Marco Polo original da Itália, mas ainda cru pela recente adaptação ao idioma norte-americano, até a interpretação brilhante deu m mestre de Kung Fu cego, chamado na trama de "Sem Olhos". Cenas fortes - como a do ator Chin Han quebrando o pé de uma menina para moldá-la ao padrão estético da mulher oriental - mostram que a série não veio para sutilezas. Ao estilo "Game of Thrones" com Kung Fu vale muito a pena conferir a esta produção..
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários: