Desejo: Boas Festas...

terça-feira, 8 de julho de 2014

A Copa das Copas: amar o Brasil é diferente de amar um time de futebol


Queridos e amados navegantes,
Venho escrever este post porque - de certa forma - acho que se faz necessário. O tão aguardado hexa mundial não veio. Tem gente aí chorando... Não veio, o país não merecia, este povo não merecia... Muitos brasileiros não mereciam um campeonato mundial como se todos os nossos problemas não existissem, tivessem sido apagados.
A Copa do mundo tem este poder. As pessoas esquecem que o país é cheio de problemas. Só que se você torce contra uma seleção, há quem lhe chame de anti-patriota. Eu amo meu país. Mas, acho que uma Copa não pode ser usada com o objetivo de apagar nossos problemas. A Copa não trouxe o que realmente deveria ter trazido. Saúde, educação, infraestrutura... E nem grana, porque muitos setores pararam e muitas encomendas atrasaram por causa dos jogos.
E, também não trouxe dignidade. Não nos deu patriotismo. Sim, porque na primeira derrota, as pessoas simplesmente esquecem os símbolos nacionais e fazem isso aí na imagem (extraído do Facebook da Veja). Este é o patriotismo do brasileiro? Era só baderna, era só vontade de sair mais cedo do trabalho... No final, grande parte do povo mostrou porque o nosso governo é esta merda. O povo se comporta como uma grande fossa...
Tenho vergonha não da derrota de um timeco... Tenho vergonha do falso patriotismo. Tenho vergonha do que a Copa das Copas não nos trouxe. Eu tinha esperanças que o país teria melhorias das condições de estrutura. Não melhorou nada. E agora?
Para finalizar... eu tinha sim duas teorias conspiratórias. Uma de que o Brasil seria campeão por ser um ano eleitoral e ser necessário vencer para favorecimento do atual governo. Pois, a mim, estava latente o quanto o time jogou mal e teve sim lá seus benefícios durante toda a competição.
Mas, a segunda teoria conspiratória é: o Brasil cairia nas quartas ou semi-finais. Não poderia ir até a final porque seria muito chato perder novamente no Maracanã. E mais: que o campeão deste ano será um time patrocinado pela Adidas. Afinal, a Fifa é patrocinada pela Adidas... Loucura? Pode ser... Que as pessoas caiam na real. A Copa não mudou nada na vida delas...
Se é para ser patriota, que sejamos o tempo inteiro, o ano inteiro. Não adianta ser "brasileiro com muito orgulho e muito amor" só na vitória de um time. Até na derrota dele deveriam ser. Mas, pelo visto, não existe tanto amor assim no coração desta gente que fala demais... Este timeco demorou demais para sair da competição... Demorou muito para o brasileiro mostrar seu "orgulho" ao mundo...
←  Anterior Proxima  → Inicio

9 comentários:

Dood disse...

Eu fico triste com essa imagem da bandeira do Brasil sendo queimada, onde o povo resume seu país a um time de futebol.

Olha, era pra estar feliz com essa derrota até porque queria que o pessoal caísse na real, mas essa imagem me doí...

Flávio disse...

Patriotismo vagabundo desses que torcem apenas pelo Brasil de chuteiras. Mas numa derrota revelam sua verdadeira face, queimando a bandeira brasileira profanando a nossa pátria! Uma vergonha que esses criminosos sairão ilesos. No Regime Militar seriam presos imediatamente por esse crime! Precisamos clamar para que os Militares voltem ao poder para colocar ordem neste país que a esquerda transformou numa total anarquia.

Sandra Monte disse...

Flávio...
Regime militar, seja ele qual for, nunca é a solução.

Uma coisa não tem nada a ver com a outra...

Anônimo disse...

Tudo isso pra mim, é falso patriotismo, sinceramente...

Acho que ser patriota é amar o Brasil e fazer honrar a nossa nação, independente de vitória ou derrota em jogo de futebol.

Sinto vergonha em ver a bandeira nacional profanada dessa forma, por causa de um jogo. Por ela ser um símbolo cívico, existente por aqui antes da seleção!

Sinto vergonha em ver como os brasileiros se manifestaram contra o racismo feito contra Daniel Alves, e depois irem no perfil do Zuñiga xingando ele de macaco e ameaçando de estupro a filha (menor de idade) dele, porque ele lesionou o Neymar.

Sinto vergonha ao ver torcedores brasileiros agredindo um alemão a ponto de prejudicar sua audição...

Sinto vergonha em ver ofensas gratuitas entre torcedores que não tem a maturidade de saber perder. Perder faz parte de uma competição. Imagina se desse Brasil e Argentina na final (argentinos são outros que não sabem perder, partem pra agressão gratuita sempre; nisso argentinos e brasileiros são iguaizinhos - colombianos também)? Ia ser o fim do mundo. Será que a Copa de 2014 só seria gloriosa com a vitória do Brasil? Vejo que não.

E sinto vergonha em ver que grande parte dos torcedores só é bom anfitrião quando o Brasil ganha.

Acho que mesmo perdendo de goleada, é preciso ter dignidade e humildade aceitando a derrota, e ficar quieto no seu canto.

E nada de choradeira! Eu fico triste com a derrota do Brasil sim, mas mais triste ainda com esses e outras situações cotidianas no nosso país. No meu amado e adorado Brasil, que ainda tem muito que evoluir. Mas que apesar disso, conta com o meu amor e civismo, sempre, independente de ganhar ou perder uma Copa, ainda que em casa e de goleada.

Em outubro, esse mesmo civismo virá a tona. Com meu voto.

Posso não concordar com tudo o que posta, Sandra, mas muito do que você disse nesse post é uma grande verdade.

Patriotismo maior seria tomar isso como lição.

Ingrid Santos - BA.

Sandra Monte disse...

Ingrid...
Você tem link da agressão ao alemão?

Anônimo disse...

Tá aí, Sandra...

http://copadomundo.uol.com.br/noticias/redacao/2014/07/08/alemao-leva-soco-ao-comemorar-gol-no-mineirao-e-perde-audicao.htm

Existem vergonhas ainda maiores do que uma goleada numa Copa do mundo!

Sandra Monte disse...

Meu sentimento de vergonha não tem fim... Nossa...

Victor Hugo Carballo disse...

Eu só estou feliz que poucos estrangeiros se machucaram. Eu tinha medo de uma chacina contra os turistas, de onda de sequestros e coisa pior. Já que isso não aconteceu, graças a Saori, respiro aliviado.

Anônimo disse...

Concordo contigo, o verdadeiro torcedor é fiel ao seu time, país,etc independente da vitória ou da derrota, é aquele que ao invés de ficar falando besteiras,criticando,etc se manifesta apoiando...Off.: o que esta Copa nos mostrou:a hipocrisia, a covardice,etc por parte de certas emissoras, sites,patrocinadores e afins que após a derrota sumiram...; que temos que seguir em frente independente das dificuldades,a real face de um certo ex-tetra campeão que se diz comentarista esportivo e que passou pela mesma situação anos atrás e que não aprendeu nada...Off.: Existem coisas muito piores na vida: perder aqueles que você ama, ter uma doença,etc...