Desejo: Boas Festas...

terça-feira, 18 de março de 2014

Na reta quase final, aprendendo a pegar a joia de um dragão...

Ele é considerado inimigo de tudo e de todos. Assim que podemos descrever a situação de Soluço em Como pegar a joia do dragão. Agora, o garoto já não é mais tão garoto, nem tão franzinho e baixinho. Como o resumo oficial nos diz:
A Rebelião dos Dragões começou. Alvin, o Traiçoeiro, declarou-se Rei do Oeste Mais Selvagem por possuir oito das Dez Coisas Perdidas do Rei. Malvado Melequento virou o novo Chefe da Tribo dos Hooligans Cabeludos enquanto Stoico foi banido e carrega na pele a marca dos escravos.
Em tempos tão sinistros, a esperança de todos reside na Joia do Dragão, a última das relíquias do Rei e o artefato mais poderoso que existe. Só que Alvin também está atrás da Joia, e ele pretende usá-la para banir os dragões da face da Terra. Soluço precisará não só de um plano brilhante para contrariar os artifícios do vilão, mas também de um bocado de sorte.
Fora tudo isso, nosso herói terá um outra grande missão: encontrar seu amigo Perna-de-peixe. Quanto a Camicazi, ela continuará a ser amiga do Soluço, mesmo depois de descobrir que ele tem a marca dos escravos? E, uma outra figura, de forma ainda mais impressionante, retorna praticamente decidindo o futuro de todos.
Com certo pesar, vemos que a história está chegando ao final. Cada vez mais ficamos a pensar o que exatamente acontecerá ao mundo. Afinal, lembremos que estas são as lembranças de Soluço, da época que existiam dragões. O que se sucederá com os dragões só no próximo volume: Como trair o herói do dragão.
Este último livro ainda demorará um pouco a ser lançado no Brasil, já que é recente inclusive em seu país de origem, a Inglaterra. E, neste volume ficamos também a pensar se não teria sido melhor fazer a animação com o conteúdo mais próximo dos livros.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários: