Desejo: Boas Festas...

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

ANIMA INFO 1636

Livros baseados em filmes são lançados no Brasil

As editoras Salamandra e iD lançaram recentemente, livro baseados em filmes. Tirando Paranorman - que era totalmente original para o cinema -, os demais já eram realmente livros. Segue a lista:

Paranorman (Elizabeth Cody Kimmel, Ed. Salamandra) e ParaNorman – O ataque dos Peregrinos Zumbis (Annie Auerbach, Ed. Salamandra): Norman Babcock seria um garoto normal da sua idade se não fosse o seu dom de falar com os fantasmas. Depois de uma maldição lançada em sua cidade, Norman descobrirá suas reais habilidades paranormais. No segundo livro, o garoto retorna e agora é ele quem está sendo procurado pelos zumbis da maldição lançada por uma velha bruxa. Baseados no filme ParaNorman (2012).
A Garota da Capa Vermelha (Sarah Blakley-Cartwright e David Leslie Johnson, Ed. iD): Na Idade Média, Valerie vive num vilarejo aterrorizado por um lobisomem. Depois que a irmã morre nas garras dessa terrível criatura, ela parte em busca de justiça e se aventura em um terrível mistério. Virou o filme A Garota da Capa Vermelha (2011).
A Última Casa da Rua (Lily Blake, David Loucka e Jonathan Mostow, Ed. iD): Em busca de uma nova vida, a jovem Elissa e sua mãe encontram a casa dos sonhos em uma pequena cidade do interior dos Estados Unidos. A cidade tem um mistério: um assassinato aconteceu bem na casa ao lado. Uma garota matou os pais de forma brutal e desapareceu. Hoje, quatro anos depois, apenas Ryan, o misterioso irmão mais velho, mora sozinho naquela mesma casa, sombria e esquecida no tempo. Virou o filme A Última Casa da Rua (2012).
Um time show de bola - O livro do filme (Eduardo Sacheri, Ed. Salamandra) e Um time show de bola - Desafios Futebolísticos (Eduardo Sacheri, Ed. Salamandra): Amadeo trabalha em um bar, joga pebolim melhor do que ninguém e é apaixonado por Laura, sem que ela saiba. Sua rotina desmorona quando Colosso, um jovem da cidade eleito o melhor jogador do mundo, volta disposto a vingar a única derrota que sofreu em sua vida. Com o pebolim, o bar e sua alma destruídos, Amadeo descobre algo mágico: os jogadores de seu pebolim falam. Juntos, eles embarcam em uma jornada cheia de aventuras para salvar Laura e o povoado. Além deste, a Editora Salamandra também traz o livro de atividades Desafios Futebolísticos Virou o filme Um time show de bola (2012).
A Máquina (Adriana Falcão, Ed. Salamandra): Antônio mora em uma cidade chamada Nordestina, onde os habitantes aos poucos vão deixando a cidade em busca de oportunidades em outros lugares. Ele é apaixonado por Karina, aspirante a atriz que planeja deixar a cidade para seguir seu sonho. Em uma tentativa de impedi-la, Antônio promete trazer o mundo à sua amada. Virou o filme nacional A Máquina (2005).
O Maravilhoso Mágico de Oz (L. Frank Baum, Ed. Salamandra): A clássica narrativa relata a aventura da garota Dorothy, que vivia em um lugar onde tudo era cinza e seu único amigo era o cãozinho Totó. Um dia, um ciclone a transportou para uma terra mágica, de campos floridos, bruxas e criaturas que ela nunca tinha visto antes. Para voltar para casa, ela precisará da ajuda do maior feiticeiro daquela terra, Oz. Pelo caminho, Dorothy encontra o Espantalho, que quer um cérebro; o Homem de Lata, que quer um coração; e o Leão Covarde, que deseja coragem. Juntos, eles encontram forças para superar os obstáculos e realizar seus sonhos. A história inspirou o filme clássico O Mágico de Oz (1939).
Judy Moody e o verão superlegal (Megan McDonald, Ed. Salamandra): A história começa com a contagem regressiva da protagonista para as férias de verão, quando uma triste descoberta quase coloca tudo a perder: seus amigos têm outros planos para as férias. Para completar, seus pais sairão de férias e ela ficará com seu irmão Chiclete e com a tia Opala - que ninguém sabe quem é. Virou o filme Judy Moody em Férias Incríveis (2011).
Ponte para Terabítia (Katherine Paterson, Ed. Salamandra): Na volta às aulas, Jess conhece uma aluna nova: Leslie. Os dois tornam-se grandes amigos e criam um reino imaginário, chamado Terabítia, onde estão protegidos das ameaças da vida cotidiana. Até que um dia, uma fatalidade os separa. Virou o filme Ponte para Terabítia (2008).
←  Anterior Proxima  → Inicio

1 comentários:

Mad Cientist disse...

Uma correção: no texto está informando que o filme Ponte para Terabítia é de 2008. Na verdade, ele é de 2007.