Desejo: Boas Festas...

quarta-feira, 31 de julho de 2013

Goten quer saber...

Olá queridos navegantes!!! Brincadeiras a parte com o título deste post... Vocês já estão carecas de saber que voltei a ver animes. Alguns devem ter notado que a maioria dos títulos que estou assistindo são curtinhos. Cerca de 12 episódios. Além claro, de serem animes "pra lá" de alternativos.
Mas, um fato curioso que notei é que animes curtos, por serem assim, não trazem traços característicos de roteiros longos (óbvio). Em animações mais longas, temos algumas características específicas. Tipo: um primeiro "ponto de virada" ser lá pelo episódio dez... Coisas do gênero...
Daí, como não custa perguntar... Há algum "Manual de Roteiro de Anime"? Tentei procurar algo em inglês, mas é tudo meio "breve demais"... Daí, alguns de meus queridos leitores, cuja maioria é bem inteligente, poderiam conhecer algum livro do estilo Manual de Roteiro de Syd Field. Tenho uma certa curiosidade, pois, eu poderia tecer um detalhamento melhor em minhas considerações.
Parece bobagem estes livros e textos, mas não é. Na obra do Syd Field, quando você lê a primeira vez, você pensa: "este cara é meio doido..." Mas, a verdade é que com o tempo, você percebe que os comentários dele são corretos e o que ele diz procede em roteiros de filmes hollywoodianos.
Em anime, por exemplo, percebo que aqueles que tendem a serem longos, têm um primeiro ponto de virada lá pelo episódio dez... Daí.. têm mais alguns pontos de virada - que não são necessariamente arcos - até se chegar ao clímax. Enfim... caso alguém tenha conhecimento de um livro do gênero, seja em inglês ou espanhol (até italiano dá para tentar ler), eu agradeço!

segunda-feira, 29 de julho de 2013

Maoyuu Maou Yuusha まおゆう魔王勇者,, sem conhecimento histórico não dá...

Caros navegantes,
Aproveitando minhas férias, vi alguns animes no Crunchyroll. Um deles foi Maoyuu Maou Yuusha (まおゆう魔王勇者 ou Archenemy and Hero). Ou, pura e simplesmente MAOYU. O título é baseado em livros com ilustrações em estilo mangá, também conhecidos como light novels. Como fez algum sucesso, ganhou versão em histórias em quadrinhos, games e este anime.
Na história, quinze anos se passaram desde que a guerra entre humanos e demônios começou. O exército humano que marchara pelo portão para o mundo dos demônios conseguira conquistar um dos pontos vitais do clã demoníaco, mas deixou uma vulnerabilidade da qual o clã inimigo se aproveitou para ocupar parte do território dos humanos. Conflitos frequentes entre os seres humanos e os demônios nos reinos intensamente frios do sul causaram muito sofrimento e confusão a todos.
Aqui uma ressalva importante, especialmente para aqueles que fazem buscas pelo Google e acham informações sobre o termo "demônio". Para os japoneses, demônios são criaturas da cultura (folclore e religião) com características diferentes da figura judaico-cristã do ocidente. Eles são iguais - ou bem próximos - aos seres humanos, podem ser maus ou bons. Aqui, fica um registro acadêmico para se ter conhecimento das diferenças culturas do conceito "demônio".
Óbvio que pode assustar um pouco, inclusive porque o título do anime seria traduzido como "O demônio e o herói". Mas, é justamente por esta estranheza que vale a explicação acima. Bem, indo para o anime... É uma boa animação. Com técnicas normais, nada extraordinariamente bom ou ruim. Em alguns momento é um tanto quanto confuso. Mas, algumas das circunstâncias são baseadas em fatos reais.
Há referências histórias claras ao período medieval ocidental e a Era moderna também ocidental. Quem estudou o mínimo de História geral, certamente vai conhecer estas referências. Ou seja, para ver este anime, é importante ler e conhecer História. Este não é um título pura e simplesmente com lutinhas e um romancezinho aqui e ali...
As músicas de abertura e encerramento são muito bonitas. São somente 12 episódios, o que infelizmente, dá-nos a impressão que falta algo. Uma pena que algumas produções parem tão cedo. Este desenho (veja site oficial) merecia - ao menos - uns três episódios a mais para ter um desfecho melhor nas batalhas... Enfim, um bom anime que, como já dito, para ser visto, precisa-se ter um pouco de conhecimento histórico.

sábado, 27 de julho de 2013

A culpa é do Camus de Aquário...

Olá meus queridos navegantes!!!
Não.. eu não sumi! Estou firme e forte especialmente lá no meu Facebook. Também estou correndo com algumas coisas em caráter pessoal, que pouquíssimas pessoas sabem o motivo e que em breve mencionarei aqui.
Por fim, tenho visto muitos animes. Gosto de vê-los inteiros, metade ou um número bem avançado de episódios, pois assim dá para tecer considerações mais detalhadas... Um dos motivos os quais não curto escrever em "primeiras impressões" é porque você nunca sabe ao certo o que vem depois... E que fique claro... Este é o meu estilo de escrever animes, cada um tem o seu, ora bolas...
Ah, e esta imagem é meramente ilustrativa do tempo que tem feito aqui em São Paulo. Culpa do Camus de Aquário, que mandou o Hyoga de férias para treinar em terras tupiniquins!!!

quinta-feira, 25 de julho de 2013

ANIMA INFO 1609

Diversos PROACs, incluso de HQs, estão abertos

A Secretaria da Cultura do Governo do Estado de São Paulo lançou esta semana sete editais destinados à literatura paulista, por meio do ProAC Editais – Programa de Incentivo à Cultura. Ao todo, R$ 1,75 milhão destinado ao segmento será dividido entre 60 projetos. As inscrições ficam abertas até setembro – os dias variam de acordo com cada edital. Entre os editais está o destinado às histórias em quadrinhos. Veja detalhes no link acima.
Os Editais do ProAC funcionam como concursos, com período de inscrição, regras e parâmetros específicos. Para cada edital, uma comissão de analisa e escolhe os projetos vencedores. Os contemplados recebem o recurso pré-determinado no edital – que deve ser utilizado exclusivamente na realização do projeto. Em 2013, algumas mudanças e novidades foram introduzidas nos Editais, como uma nova metodologia de acompanhamento e a obrigatoriedade de ações que envolvam a questão da acessibilidade como contrapartida dos proponentes.

segunda-feira, 22 de julho de 2013

Mercado de animes no Brasil: não delirem...

Navegantes,
Esta semana, tivemos a informação que o canal Gloob adquiriu um anime: Ladybug (Miraculous Ladybug). Gloob - para quem não sabe - é um dos canais pagos das Organizações Globo voltado para o público infantil. Daí, diversos sites informaram que a emissora adquiriu um anime. A maioria pegou a info no site da Folha.
Até aí... tudo normal. O problema é que muita gente teve "surtinho", achando que os animes voltaram para a televisão e tudo mais. Bem... Primeiro: por que a felicidade? A Globo não era a carrasca dos animes? Segundo: gente... vamos cair na real. A emissora carioca só comprou o título porque o mesmo estava em um pacote de distribuidoras francesa e espanhola.
Boa parte do que o Gloob exibe são destes distribuidoras, como é o caso de Chaplin. Não é porque Ladybug (Miraculous Ladybug) é um anime. Inclusive, este desenho nem aparece no banco de dados no Anime News network, só nesta notícia. Vamos parar com surtinho, porque este anime chegou por ter "selo" europeu. Não por ser um anime. Quanto à TV aberta... na Globo, esqueçam. Nem aos sábados eles exibem direito... E, estou escrevendo isso para que vocês deixem de delírios tolos.

domingo, 21 de julho de 2013

O Homem de Aço (Man of Steel) vale o ingresso

Queridos e amados navegantes... Finalmente vi O Homem de Aço (Man of Steel). Eu poderia ficar aqui a falar do diretor, do produtor... Mas isso tudo vocês já leram em outros sites. Ou seja, seria redundante ficar de "blablablá", já  que vocês esperam é saber o que achei. Não é verdade?
Bem, eu curti. Gostei bastante. Porém, o clássico Superman II com o Christopher Reeve continua sendo o melhor filme do personagem. E, clássico dos anos 80 junto de Os Vingadores continua sendo o melhor filme de herói já produzido. As cenas de lutas deste filme de 2013 são realmente bem interessantes. Porrada não falta.
Achei um tanto exageradas as caras e bocas de gritos do ator Henry Cavill. Entretanto, ele é tão lindo, mas tão lindo, que a gente perdoa qualquer deslize do cara. Inclusive, há uma cena no filme sobre a beleza dele que é simplesmente genial. Outro ponto importante de um longa-metragem ou seriado do Superman sempre é a presença da Lois Lane.
A escolha de uma atriz carismática como a Amy Adams foi fundamental. Ela foi a protagonista de Encantada da Disney. A repórter do "Planeta Diário" tem que ser alguém com características fortes, sem deixar de ser "namoradinha". A fulana que fez aquele filme de 2006 era tão inexpressiva que nem sei o nome dela e nem faço questão de saber. A Amy conseguiu entrar para o rol das grandes "Lois" como a Margot Kidder (dos filmes clássicos) e a Teri Hatcher (da série de TV).
E quem é herói continua herói. Russell Crowe é o pai biológico do "Homem de Aço". O cara mesmo nos altos de seus 49 anos continua charmosérrimo, além de ser um bom ator e ter conseguido o feito de nos fazer esquecer do Marlon Brando. Já o eterno "Dança com Lobos" Kevin Costner mostrou no filme que para ser herói, basta uma ação bem simples. Talvez, o maior herói do filme.
"O Homem de Aço" vale o ingresso. Vale pelo final, que achei condizente com todo o filme. Vale pelas mudanças que a Warner fez em relação aos longa-metragens passados. E, apesar de minha memória afetiva sempre ser a favor do eterno Christopher Reeve - o herói de minha infância - , vale, sim, uma continuação...
Porém, aqui vale frisar uma coisa. Obviamente, sites de quadrinhos e afins vão dizer que o filme foi um mega sucesso e tal. Foi bem, pagou-se e gerou uma continuação. Mas, não se iludam. O Homem de Aço, até o fechamento desta nota, arrecadou 285 milhões de dólares em seis semanas nos EUA. Meu Malvado Favorito 2 arrecadou 273 milhões de dólares em três semanas. E, está bem longe dos 406 milhões de Homem de Ferro 3. Vai bem, mas certamente não é o que a Warner esperava...

sexta-feira, 19 de julho de 2013

ANIMA INFO 1608

Anima Mundi acontece em agosto com muitas atividades

O Anima Mundi deste ano traz - como sempre - diversas animações de vários países. Além disso, o evento terá diversas Masterclasses, Anima Fórum e Papos Animados, alguns somente no Rio de Janeiro.
A 21ª edição do Festival Internacional de Animação do Brasil, ANIMA MUNDI 2013, acontece nas duas maiores cidades brasileiras, Rio de Janeiro (de 2 a 11 de agosto) e em São Paulo (de 14 a 18 de agosto), e depois percorre outras cidades do Brasil na sua versão itinerante. Veja todos os detalhes no site oficial.

Adeus ao meu sorriso?

Navegantes... Este sorriso, como vocês estão vendo... em dias... provavelmente vocês não verão mais. Adeus meu sorriso simpático...Por hora, nada mais a declarar...

terça-feira, 16 de julho de 2013

ANIMA INFO 1607

Animação indicada ao Oscar chega em DVD e Blu-ray

Em julho, chega ao mercado de DVD e Blu-ray a animação Um Gato em Paris (Une Vie de Chat). O título foi elogiado nos Estados Unidos, tanto que foi indicado ao Oscar de animação de 2012, perdendo para Rango. Na história, Dino é um gato de estimação que leva uma vida dupla em Paris. Durante o dia, ele mora com Zoe, uma garotinha muda cuja mãe, Jeanne, é detetive da polícia da cidade.
À noite, Dino sai de fininho pela janela para trabalhar com Nico, outro gato que, apesar de seu enorme coração, é um talentoso ladrão, capaz de grandes artimanhas. Certo dia, Dino traz de presente para Zoe um bracelete bastante caro. Lucas, assistente de Jeanne, percebe que o objeto pertence a uma coleção que acabou de ser roubada.
Agora, as duas vidas de Dino estão prestes a colidir, já que Zoe, curiosa com as escapadas noturnas de seu gatinho, resolve segui-lo. Quando a menina cai nas garras do gangster Victor Costa, um bandido que planeja roubar uma obra de arte valiosa, Dino e Nico terão que se unir para regatar Zoe.

ANIMA INFO 1606

Superman de Alan Moore ganha edição de luxo pela Panini

Um clássico escrito pelo artista Alan Moore ganha uma luxuosa edição da PANINI nos 75 anos de história do primeiro herói dos quadrinhos. Superman – O que aconteceu ao Homem de Aço? reúne as duas partes deste conto, publicadas originalmente em Superman 423 e Action Comics 583, além de duas outras obras consagradas: A linha da selva (DC Comics Presents) e Para o homem que tem tudo (Superman Annual 11).
A publicação, com 132 páginas couché e capa dura, já pode ser encontrada em livrarias e comic shops de todo o País com preço sugerido de R$ 19,90. O encadernado traz a arte do deesenhista definitivo do Superman, Curt Swan, e dos consagrados colaboradores de Moore, Dave Gibbons (Watchmen) e Rick Veitch (Monstro do Pântano), ao lado de nomes como George Pérez, Kurt Schaffenberger e Al Williamson.

quinta-feira, 11 de julho de 2013

O anime perdido: Saint Seiya: Lost Canvas (聖闘士星矢 THE LOST CANVAS 冥王神話)...

Navegantes, chegou a hora de eu falar de um dos animes mais interessantes da atualidade, que lastimavelmente e até agora, ficará incompleto: Saint Seiya: Lost Canvas (聖闘士星矢 THE LOST CANVAS 冥王神話), ou como também é conhecido no Brasil: Cavaleiros do Zodíaco: Lost Canvas.
Demorei anos para ver por vários motivos: falta de interesse, falta de tempo, falta de grana para comprar os DVDs originais... Porém, comprei o box da FlashStar e o que posso dizer é: muito bom o anime. Saint Seiya: Lost Canvas (聖闘士星矢 THE LOST CANVAS 冥王神話) foi muito bem trabalhado tecnicamente.
Talvez por seguir uma linha "antiga", contudo, com as novas tecnologias e afins, o anime nem parece ser feito com seus prováveis 18 quadros por segundo. Sim, normalmente animes são feitos em 18 ou 20 quadros por segundo. Para se ter ideia, todos da Disney ou Dreamworks são feitos em 24 quadros por segundo. Enfim... Talvez o que ajude e muito a termos esta impressão de "bem feito" seja a escolha da equipe de produção tão gabaritada.
A direção é Osamu NABESHIMA 鍋島 修, que chegou neste cargo, mas antes passou por diversas etapas de produção de animes consagrados. Foi "animador principal de Akira e Detective Conan, além de ter feito storyboard, animação e direção de tantos outros. Outra figura importante que tem mais a ver com a parte "humana" da obra é Kaoru WADA 和田 薫. O artista fez a música instrumental do título. O fato curioso é que muitas das melodias lembram outra animação com música de WADA: InuYasha. Lembra muito mesmo.
Como eu disse, demorei anos para ver este anime. Decidi - em meio a tantos amores e ódios - comprar o DVD nacional. Uma grata surpresa, especialmente da versão brasileira do estúdio Dubrasil. Algumas vozes ficaram especialmente boas, como do Asmita - Marco Antônio Costa -, ou do Albafica - Ricardo Schnetzer.
Ah sim, claro... Não dá para negar também que alguns pontos da história são mais bem amarrados do que na versão clássica. E, a Athena de 200 anos atrás, a Sasha, é mais pró-ativa que a Athena dos tempos atuais. Curioso isso. Enfim... gostei muito, muito mesmo. Eu até poderia ir atrás e ver em fansubbers, mas prefiro esperar e comprar a segunda temporada que sairá em breve em DVD. Até porque, como falei, a dublagem é fantástica.
Pena que mesmo com uma produção tão primoroza, a produtora TMS não teve lucro e até o momento, não fechará a obra. Ou seja, não teremos o desfecho, a terceira temporada. Infelizmente, as coisas são assim mesmo. O mundo é capitalista. Mas, que é uma pena, isso é.

ANIMA INFO 1605

Rede Globo exibe Dragon Ball Evolution

A rede Globo não tem mais os direitos de exibição das animações das sagas de Dragon Ball. Porém, a emissora tem os direitos para veicular o filme Dragon Ball Evolution, título lançado em 2009 e baseado na obra de Akira Toriyama. O longa-metragem será exibido amanhã na Sessão da Tarde, por volta das 16h. A história traz Goku, que recebe de seu avô uma esfera do dragão. Esse é apenas o começo da jornada em busca de um poder capaz de derrotar um terrível  invasor. Dragon Ball Evolution foi um dos títulos mais criticados pelos fãs de mangás e animes nos últimos anos, por fugir quase que completamente da história original.

quarta-feira, 10 de julho de 2013

ANIMA INFO 1604

Panini divulga prêmio internacional de HQs

A Comissão de Turismo de Costa Brava (Girona, Catalunha, Espanha) e a cidade de Torroela de Montgrí organizam o II Costa Brava International Comic Award – Prêmio Internacional Costa Brava de Quadrinhos - em parceria com a Panini, que editará a HQ vencedora. Abaixo, seguem informações enviadas pela editora.
O objetivo do II Costa Brava International Comic Award é a promoção do quadrinho como uma forma de arte e reunir diferentes culturas graças a seu caráter internacional, e, ao mesmo tempo, promover a Costa Brava em todo o mundo.
Os temas são livres. Em caso de empate entre dois ou mais trabalhos, temas marítimos ou geograficamente relacionados à Costa Brava serão avaliados como critérios positivos. Os trabalhos devem ser originais e não publicadas de nenhuma forma – tanto em meios impressos quanto eletrônicos, inteiras ou em partes, independente se como história ou em quadrinhos. Peças inscritas em outros concursos, sejam de quadrinhos ou não, também não serão aceitas.
Um fato importante é quanto a língua que o material deve ser escrito: nos idiomas catalão, espanhol, inglês, francês, italiano ou alemão. Também devem ser ser coloridas e com um mínimo de 64 páginas.
As inscrições estão abertas a pessoas de qualquer nacionalidade maiores de 18 anos de idade. As inscrições podem ser individuais ou em grupos. No caso de grupos, a participação de cada um nos trabalhos deve ser descrita e especificada. Todos aqueles que estiverem concorrendo se comprometem a não inscrever seus projetos em outras competições até que estejam cientes de que não estão mais sendo considerados para esta premiação.
A participação na competição implica na aceitação das regras. Os participantes asseguram a autoria e a originalidade do trabalho inscrito, e que este não é uma cópia e nem uma adaptação total ou parcial da obra de um terceiro. A organização do prêmio se isenta de qualquer responsabilidade.
Os participantes asseguram que as peças inscritas não foram publicadas em lugar algum do mundo, e que o participante inscrito tem direitos exclusivos sobre o material, livre de qualquer cobrança ou limitação sobre os direitos totais de publicação. A organização do prêmio se isenta de qualquer responsabilidade. O participante inscrito concorda com a reprodução, distribuição e publicação do trabalho inscrito, caso seja premiado.
As peças inscritas devem estar completas. O título pode ser provisório. Em nenhuma circunstância os originais devem ser enviados, apenas cópias A4, numeradas, organizadas e grampeadas ou costuradas. Juntamente com as peças inscritas devem constar os nomes dos participantes e dados completos para contato (endereço, telefone e e-mail). Deve ser incluída uma cópia de um documento de identificação nacional válido no país de residência de todos os participantes.
As peças inscritas, no formato especificado e com todas as informações e documentos solicitados devem ser enviados ao registro geral da cidade em um envelope lacrado, com os dizeres First International Costa Brava Comic Award claramente destacados, para o endereço a seguir:

Ajuntament Torroella de Montgrí
Plaça de la Vila, 1
17257 Torroella de Montgrí (Girona)

Agora, um dos pontos mais importantes, o prêmio. O primeiro prêmio é de VINTE MIL EUROS - cerca de 57 mil reais em valores de hoje. Os autores das peças premiadas irão assinar um contrato padrão de edição, publicação e representação da venda dos direitos subsidiários e traduções estabelecido pela PANINI ESPANHA. A esta quantia se aplicam as retenções de impostos legalmente previstas.
Contudo, o prêmio total será um adiantamento dos royalties gerados pela peça vencedora, partindo dos 8% sobre o preço de capa fixado para a obra, descontando-se os impostos (IVA - Imposto sobre o Valor Agregado). Uma vez cobertos os 20 mil euros do prêmio, o autor e co-autores receberão anualmente 8% sobre o PVP (preço de varejo) dos exemplares vendidos, descontando-se os impostos (IVA).
A concessão do prêmio está vinculada à condição de que o autor e co-autores transfiram todos os direitos de exploração da peça com exclusividade à PANINI, em todos os países e idiomas, assim como os direitos de publicação em todas as plataformas (impresso, eletrônico, digital, mobile, etc). Os vencedores são obrigados a assinar os contratos de concessão de exclusividade de publicação e transferência de direitos de exploração das peças vencedoras à editora até um mês após receber o prêmio.
O júri será constituído por profissionais da área de quadrinhos, livremente apontados pelo comitê organizador. As deliberações do júri são secretas e finais, não podendo ser contestadas ou revogadas. O comitê organizador será constituído por três pessoas designadas pela cidade de Torroella, a Comissão de Turismo de Costa Brava, e a empresa Panini Espanha, S/A.
O período de inscrição das peças se inicia em 1º de fevereiro de 2014 e se encerra no dia 30 de abril de 2014. A decisão do júri será anunciada em 8 de maio de 2014 na cidade de Torroella de Montgrí. O prêmio pode não ter um vencedor. Cópias das peças inscritas em formato digital devem ser entregues 10 dias antes do anúncio do prêmio. Por fim, as cópias de peças não vencedoras não serão devolvidas, e serão destruídas.

terça-feira, 9 de julho de 2013

The Killing Moon

Navegantes,
O Echo & The Bunnymen foi uma das bandas mais importantes dos anos 80. Tinha um estilo parecido com do The Cure. Se não me engano era um "rock gótico"... Esta música, The Killing Moon é lindíssima! Creio que vale a pena conhecer um pouco mais das bandas daqueles anos. Sei que isso é coisa da geração... Mas, sinto falta de escutar este tipo de canção nas rádios...

Kokoro Connect ココロコネクト é legal, mas...

Navegantes... Estou em minha retomada de ver animes. E, como apoio o que é oficial, não poderia deixar de falar dos títulos que estou vendo no Crunchyroll. O mais recente, conforme link anterior é o Kokoro Connect ココロコネクト (clique e veja site oficial).
Na história, os membros do Clube de Pesquisa Cultural — Yaegashi Taichi, Nagase Iori, Inaba Himeko, Kiriyama Yui e Aoki Yoshifumi — deparam-se com um fenômeno bizarro. Um dia, Aoki e Yui trocam de personalidades do nada. O mesmo começa a ocorrer com outros membros do clube, tornando suas vidas um caos. No início, eles veem pontos positivos em toda essa confusão, mas o fato também provoca feridas em seus corações. A vida desses cinco estudantes começa a mudar de rumo.
O anime é baseado em um "livro com ilustrações estilo mangá" - popularmente conhecido pelos otakus como light novel. O título que tem no Crunchyroll vai até o episódio 13. Conforme informação do próprio site, do 14 ao 17 são episódios considerados OVAs, que podem ou não entrar na grade. Eu não saberia exatamente qual a classificação deste título, mas, é um anime de colegiais.
Para ver Kokoro Connect ココロコネクト, aconselho antes de qualquer coisa, que o espectador tenha  um pouco de atenção. Sim... Pois, no início há muita troca dos personagens e sua personalidades, o que acaba confundindo. Também confesso que, com o passar dos episódios, fui ficando com sono. Fala-se demais, há diálogos muito longos e cansa um pouco... É um anime que até vale a pena ser visto, porém, aconselho que se veja de dia para não se correr o risco de dormir.
Sukitte Ii na yo (já citado aqui no site) é melhor, não é cansativo e prende mais pelos dramas dos personagens. Kokoro, ao meu ver, tem um relativo grave erro: não tem nada que incomode muito, como em Kotoura-san (também já citado aqui), cuja presença do avô da protagonista irritava um pouco. E, nem que agrade muito... A animação é normal, a música normal. Tudo é normal demais. Daí fica uma outra questão: se o anime é assim - como direi, sonolento -, imagina o livro?
Enfim... E, em breve, alguns comentários dos DVDs de Saint Seiya Lost Canvas (聖闘士星矢 THE LOST CANVAS 冥王神話), o anime que não deveria ter sido cancelado... Mas que, lastimavelmente, foi...

domingo, 7 de julho de 2013

ANIMA INFO 1603

Disney lança 4ª temporada de Boa Sorte, Charlie!

A quarta temporada de Boa Sorte, Charlie!, série teen do Disney Channel, estreia no dia 09 (terça) às 18h30, com uma participação especial de Os Muppets. Os convidados Kermit - o Sapo, Miss Piggy, o Urso Fozzie, e Animal juntam-se às estrelas da série. No episódio de estreia, a família Duncan resolve construir sua casa dos sonhos após ter seu lar destruído por cupins. Todos, com exceção da Charlie, estão empolgados com o projeto de uma casa nova e maior. No entanto, Teddy muda de ideia quando sonha que Kermit - o Sapo, Miss Piggy, o Urso Fozzie, e Animal a convencem que a antiga casa da família é a verdadeira casa dos seus sonhos.

ANIMA INFO 1602

Exposição "Kingdom of Characters" chega em Curitiba com participação de dublador original do Seiya

O Consulado Geral do Japão em Curitiba, juntamente com a Fundação Japão e a Fundação Cultural de Curitiba realizará a Exposição Itinerante "Japan: Kingdom of Characters" (Japão: Reino dos Personagens) no MuMA - Museu Municipal de Arte de Curitiba entre os dias 6 a 28 de julho do ano corrente. Esta mesma exposição já passou por São Paulo em junho, conforme este site havia mencionado.
Além disso, haverá vários eventos culturais sobre cultura pop japonesa, como palestra de dublador Sr. Toru Furuya - o dublador original do Seiya de Pégaso (Os Cavaleiros do Zodíaco), Mamoru Chiba (Sailor Moon) - , mostra de cinema japonês, workshop de Mangá e painel de debates sobre a influência dos mangás e animes.
Mais informações de toda a exposição podem ser vistas nos links acima, com datas, locais e também detalhes de como é "Japan: Kingdom of Characters".

sábado, 6 de julho de 2013

Animes: ver e o que ver... eis a questão...


Navegantes,
Estes dias... talvez eu esteja mais constante aqui no seu blog favorito (ou não)!!! O motivo é bem simples: estou em férias!!! Não vou viajar. Ao menos, não para tão longe... Por isso, devo ficar por aqui e ver muitos animes no Crunchyroll (alguma sugestão?)! Além disso, tenho que terminar de assistir ao Lost Canvas. Coloco aqui a imagem do cavaleiro de peixes: Albafica. Desculpa aí galáxia, mas ele é 1000 vezes melhor que o Afrodite.
Além disso, pretendo colocar algumas coisas em ordem em minha vida. E-mails que tenho que enviar, trabalhos a fazer e também a enviar e dar continuidade a um projeto que comecei... Como eu disse em meu Facebook, é um projeto que pode ser muito legal a muitos de vocês. Desejem-me sorte e perseverança!!! E sim, também pretendo ler alguns textos que estou devendo aos outros...
E lá vamos nós!

quarta-feira, 3 de julho de 2013

Mercado de animes e mangás, sem um norte?

Navegantes,
Ontem, vi um release de uma consultoria que trata do crescimento o número de empresas japonesas que estão se instalando no Brasil. É um dado curioso... Vejam um trecho:
O avanço tem sido percebido também pela Câmara de Comércio e Indústria Japonesa do Brasil, que, desde 1990, mede de maneira sistemática a evolução das empresas nipônicas no Brasil. Na década de 1990, muitas empresas do Japão deixaram o Brasil. A retomada dos investimentos diretos japoneses no País aconteceu em 2005 e se intensificou a partir de 2011, quando houve o tsunami no país asiático. Apenas entre 2011 e 2012 entraram 20 empresas japonesas no Brasil, número recorde de ingressos de um ano para outro. Em 2013, já foram registradas dez novas empresas japonesas pela Câmara.
Daí, fui dar uma olhadinha na tal Câmara de Comércio e Indústria Japonesa do Brasil e tive uma triste constatação: aparentemente, não há empresas de entretenimento nas listas da instituição. Isso é ruim, pois mostra que o Brasil ainda não é atrativo ao mercado japonês de entretenimento: vide empresas de mangás e animes.
Ou seja, ainda estamos na dependência de eventos de licenciamento externos, aquisições externas e tudo mais. Não há empresas japonesas interessadas instaladas em nosso mercado. Ao meu ver, o ideal é delas se instalarem - com escritórios e tudo mais - em nosso país. Só assim para poder ter uma atuação mais adequada.
Ou seja, para mim, mesmo depois de uns dois anos... Continuo acreditando que nosso "mercado", tanto de mangás quanto animes não irá para frente enquanto não formos capazes de trazer as empresas de entretenimento, elas próprias... Há muitas companhias japonesas no Brasil, mas não desta "indústria vital" (como diria o carinha do Pica-Pau), em nossa vida "lúdica"!
Aguardemos um futuro melhor...

ANIMA INFO 1601

Homem de Ferro e Super-Homem de LEGO chegam ao Brasil

Os fãs dos quadrinhos da Marvel e DC Universe, principalmente de Homem de Ferro, e das histórias de Superman vão se divertir com os novos lançamentos da linha LEGO Super Heroes. A marca, líder no segmento de brinquedos de montar, anuncia quatro lançamentos da linha de super-heróis para lojas de todo o Brasil.
A linha Super Heroes é dirigida a crianças e adolescentes de 6 a 14 anos de idade. Os conjuntos são todos de montagem rápida, com boa articulação de heróis e vilões. Os brinquedos são atóxicos e divertidos. Os preços sugeridos variam entre R$ 139,90 e R$ 279,90. Veja outras informações no site da Lego.
←  Anterior Proxima  → Inicio