Desejo: Boas Festas...

sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Shirokuma Café しろくまカフェ, o anime que os moralistas deveriam ver...

Nesta última resenha do ano, falaremos de um título cujas músicas muito agradáveis - especialmente as aberturas -, história inteligente, humor refinado, desenho de personagens encantador e animação excelente. Nesta única frase é possível resumir tudo o que Shirokuma Café しろくまカフェ, ou simplesmente Café Polar, é. Esta animação é uma das mais simpáticas e brilhantes dos últimos anos.
A história traz um "café Polar", um estabelecimento alimentício cujo proprietário é um Urso Polar, que dá nome ao local. Ele é um animal antropomórfico canadense que adora contar longas histórias, em sua maioria um monte de lorotas. O local é frequentado por diversos animais, especialmente pelo senhor Pinguim e o Panda. Também há outras figuras como o senhor Lhama, o senhor Tartaruga, entre outros.
A garçonete é uma humana, a senhorita Sasako. Também há outro humano na história, o senhor Handa. Ele é o cuidador dos animais do zoológico, local de trabalho do Panda. Este vive tentando unir Sasako e Handa. Como até o momento vimos a metade da animação, não sabemos se, afinal, o casal de humanos ficará junto.
Shirokuma Café しろくまカフェ, em certo ponto, traz um pouco de crítica aos hábitos de uma sociedade moderna. A visão que temos do Panda, por exemplo, é a de muitos jovens atuais, a chamada geração canguru. Se fosse pelo Panda, ele ficaria o dia inteiro sem fazer nada, dependendo dos pais. Chega a ser incômodo a falta de noção dele, e incomoda justamente por muita gente ser igual a ele.
Este anime teria tudo para ser exibido no Brasil. Não tem violência, não tem erotismo. Tem bom humor, é visualmente bonito e com uma história simples e inteligente. É o cotidiano de pessoas e animais que vivem em seus trabalhos, seu dia a dia sem embates ou conflitos. Lembra, neste sentido, a animação clássica de Snoopy. Porém, há um se "não". A tradução ficaria sem sentido nas sequências de trocadilhos de Polar. Isso porque há palavras em japonês que são parecidas e passíveis de se fazer brincadeiras. Porém, em português, estas cenas perderiam o sentido.
Agora, certamente um dos grandes trunfos desta animação da grade do Crunchyroll é a dublagem. Takahiro Sakurai 櫻井 孝宏 é o Polar. O artista é conhecido no Brasil por sua interpretação como o Shiryu de Cavaleiros do Zodíaco - Saga de Hades. Já Hiroshi Kamiya 神谷 浩史 é o senhor Pinguim. Ele é outra voz conhecida pelo seu trabalho recente em Cavaleiros do Zodíaco em várias séries: como Shun em Omega, Albafica em Lost Canvas e Orfeu em Hades Inferno. De todos, um dos que mais chama a atenção é Yūichi Nakamura 中村 悠一, que já fora Sōshi Miketsukami de Inu X Boku SS. Chega a ser impressionante a mudança total do tom de voz do rapaz.
Como mencionamos acima, ainda não terminamos de assistir ao anime. Porém, percebe-se que em seus 33 episódios vistos até o momento, Shirokuma Café しろくまカフェ não perdeu o fôlego. Continua sempre com o mesmo ritmo e mesmo conteúdo. Foram duas aberturas com músicas muito bonitas e diversos encerramentos, alguns deles bem divertidos.
Por fim, esta animação foi baseada no mangá de mesmo título de Aloha Higa ヒガ アロハ cujo site oficial é este. É de se lamentar que é uma HQ com possibilidades remotas de vir ao país, dado o gosto do leitor brasileiro, que provavelmente ignoraria uma história com animais na capa. Na falta do mangá, que se veja o anime por todos os motivos citados acima.
←  Anterior Proxima  → Inicio

3 comentários:

Hikki Shinozaki disse...

Ai que legal, acho que vou vê-lo ^_^

Natália Maria disse...

Olá!!

Até ler esse post confesso que desconhecia o termo geração canguru e se não me tocar, daqui a alguns anos eu passarei a ser parte dele. =O

Quem sabe não dou uma chance a esse anime ano que vem? Antropoformismo me chama bastante a atenção e ele parece ser realmente divertido. ^^

Até mais

Havokdan disse...

Já vi completo, tem até um pouco de drama, quando o panda em tempo integral vai trabalhar no exterior, o panda de meio período fica deprê.