Desejo: Boas Festas...

quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Sugestão para quadrinistas se matarem? Não... nada disso, mas...

Algumas pessoas me pedem opinião de como estão seus mangás. Eu até tento, mas não dá para falar nada quando um texto longo não tem ponto final. Galera quer escrever mangá ou outro tipo de quadrinho, inventa um monte de nomes e loucuras na história, mas o texto de apresentação é horrível, o que posso pensar?
Quer escrever mangá (HQ)? Escreva. Mas, antes, aprenda minimamente um pouco da gramática portuguesa do Brasil. Porque texto sem ponto final não dá! Não estou dizendo para escrever "norma culta" em uma história em quadrinho. Estou dizendo para fazer o texto ser compreensível. Dez linhas ou mais sem ponto final? Só vírgulas? Desculpem, mas, não desce.
A cabeça da maioria das pessoas precisa de uma "pausa" mental na fala e na escrita também. O que causa esta pausa não são as vírgulas. São os pontos finais. Porque em um texto contínuo, a nossa (ou minha) tendência é ler sem dar pausa, sem parar mesmo. Daí o que acontece? Perdemos o fio da meada e temos que recomeçar algo que deveria ser simples...
Galera que me envia seus quadrinhos, por gentileza, tenha mais atenção com a gramática. Apesar de um monte de gente propagar que na internet "vale tudo"... A coisa não é bem assim. OK? Pensem nisso antes de escrever, especialmente as sinopses e textos de apresentação. Se isso for ruim, não dá nem vontade de ler o restante... Afinal, a maioria quer ser quadrinista (seja qual estilo for) e não "quadrineiro"...
←  Anterior Proxima  → Inicio

3 comentários:

Naty disse...

Nossa, ninguém sai matando ainda? O_O

Essa coisa de que na internet "vale tudo" não está com nada. O pior é quando você lê um texto, ou uma fanfiction boa escrita naquele intenetês e tudo abreviado. Além de ficar feio, cansa ler "vc, tbm" e outras que nem sei quais são. xD

Ponto final, assim como vírgulas são ótimos para respirar, se bem que as vezes acho que as utilizo demais (as vírgulas).

Ótima dica Sandra. Pena que não escrevo quadrinhos... n_n''

Até mais

Wellington Conegundes da Silva disse...

..., olá, você poderia falar o quanto desse material que chega para você carece além da lingua portuguesa, de um planejamento coerente para ser um produto com viabilidade comercial?
Também tenho meus problemas com português, mas aquela coisa, quando impresso ou digital, bau, bau! O lance do quadrinho tem de ser como um currículo pra mandar a uma empresa. Se houver uma cagada protuguesa com certeza, queima o filme e diminui a chances com quem quer investir.
E quadrinheiro é um espírito menor que em grande proporção, que tem de ser combatido com uma máxima. "Eu sou profissional" e esse é meu produto.

Marcelo disse...

Principalmente porque você mexe seus olhos sem parar como uma lunática, aí deve ser difícil ficar tranquila sem um ponto final. Deve ter algum problema neural.

E os idiotas que pedem conselhos para uma pessoa que só sabe escrever sobre animês e mangás com certeza são bem idiotas e com certeza retardadas.