Desejo: Boas Festas...

domingo, 2 de dezembro de 2012

Aniversário: a hora e a vez do Zé Carioca...

Navegantes,
Este ano, tivemos alguns "aniversários fechados"! Apesar de ter deixado passar batido o mês correto, falarei de alguns deles aqui. Vamos começar por uma das figuras mais mal tratadas nos últimos anos: Zé Carioca. Muitos sites de quadrinhos já falaram do papagaio e sua História.
Não vou ficar aqui a mencionar o óbvio, que o Zé nasceu fruto da política de "boa vizinhança" entre Brasil e Estados Unidos e "tals". Isso vocês encontram em outros sites. O que tenho a dizer tem um caráter de certa raiva... Especialmente desta gente que se diz intelectual de esquerda, contra o capitalismo e afins.
Eu escutei muito desta gente que o Zé não é um personagem brasileiro, que foi criado lá fora e "nhem nhem nhem". Sim, isso é a mais pura verdade. O curioso é que este pessoal não foi buscar o "pós-EUA". O personagem ganhou uma cara brasileira quando passou a ser produzido aqui pela editora Abril.
Isso, muita gente ignora. Zé Carioca teve uma intensa produção nacional, que pode ser vista por qualquer pessoa no site de catalogação Inducks. Lá, é possível encontrar quase tudo o que foi produzido aqui. Não é uma tarefa fácil, mas que duas figuras muito ligadas a Disney cuidam: Arthur Faria Jr e Fernando Ventura. Os dois organizam o catálogo (pesquisado por muita gente)  por carinho, mas também são artistas ligados aos quadrinhos do papagaio.
Tanto que é possível ver o roteiro de Faria e roteiro e desenhos de Ventura na mais recente revista do Zé Carioca, o segundo volume  (a revista da imagem) e que comemora os 70 anos do personagem. A revista inteira traz diversas histórias e dos mais variados estilos do papagaio.
Vale notar que ao longo dos anos, Zé Carioca passou por atualizações no estilo de ser, e, especialmente na roupa. E ainda bem. Difícil imaginar um jovem de hoje usando chapéu palheta! Diversos personagens da Disney - inclusive o Mickey Mouse - passaram por atualizações. Por que o Zé ficaria preso no tempo?
Nestes 70 anos, Zé Carioca é sim um pouco da cara do Brasil. Graças aos seus autores nacionais e demais responsáveis e seus esforços em "abrasileirar" e dinamizar o papagaio. Seja nas favelas de Canini, no chapeuzinho palheta herdado ou no boné atual. Zé é tão brasileiro quanto eu ou você. Só não pode ser Presidente da República*...
Abaixo, a primeira aparição do papagaio...


Para entender a "piadinha", lembremos que para ser Presidente da República, a pessoa deve ser brasieliro nato, conforme a Constituição...
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários: