Desejo: Boas Festas...

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Sempre há alguém para golpear o jornalismo e a comunicação no Brasil...

Navegantes,
Está ocorrendo esta semana o I Ciclo ESPM de Comunicação e Marketing - Novo Brasil: Mútiplas Identidaddes. Basicamente, o evento trara da diversidade cultural no Brasil, mas de uma ótica da publicidade e propaganda. Participei recentemente de outros eventos ligados ao mesmo assunto, mas com outros enfoques.
Para mim, é sempre uma grande aprendizagem. E busco aplicar estas experiências em outros "universos". Ontem, o tema foi "O Brasil na novela a novela no Brasil". Tecerei comentários dos temas de ontem e amanhã "O Brasil Jovem" em outro post.
Do debate de hoje "O Brasil visto de fora", tivemos a oportunidade de entender mercadologicamente como outros países veem o Brasil e possibilidades de melhoria de nossa imagem no exterior. Foi muito construtivo. Mas, o motivo principal deste post vem agora...
Uma senhora na plateia - além de destratar os palestrantes, alunos e instituição - veio com uma "pérola". "Que a imagem do Brasil é arranhada com tanta notícia ruim que vai para fora. Que o governo deveria intervir e proibir tais notícias." Geeeennte, minha nossa... Como assim? A criatura disse, em outras palavras, para haver censura. Porque governos - sejam de direita ou esquerda - que intervém na comunicação são governos ditatoriais. Basta ver o suposto "controle" que a imprensa sofre em certos países.
É triste ouvir comentários assim. Tanto que solicitei a palavra para dizer que a imprensa deve fazer o seu melhor possível, que é informar. Sejam notícias positivas ou negativas. Fiquei chocada, chateada e espantada que em um lugar como aquele, com tantas pessoas instruídas, haja alguém cogitando intervenção governamental. Sempre há quem queira golpear o jornalismo e a comunicação no Brasil...
←  Anterior Proxima  → Inicio

4 comentários:

Rafael Kaen disse...

Ela exagerou, concordo contigo que a censura é coisa de ditadura, educação passou longe dessa senhora!

sandra monte disse...

E ela foi totalmente deselegante com os palestrantes. Disse que as informações que eles levaram estavam erradas, que ela tinha negócios com país tal e não sei o quê...

Sério... alguém acha que a ESPM levaria algum "ze mané" em um dos seus eventos?

Nekomimi disse...

Olá, Sandra:
Pois é, é por causa de pessoas como essa que a democracia brasileira ainda não se consolida. Enquanto houver pessoas que não compreendem totalmente o real significado da palavra "democracia" e o que ela significa (valores, etc.), sempre haverá ameaças ao sistema democrático, principalmente por parte de políticos inescrupulosos, corruptos, hipócritas e populistas que irão se aproveitar da ignorância do eleitorado (quando o assunto é convivência num regime democrático, com seus ônus e bônus) não só para se (re)elegerem, mas também para apunhalar pelas costas a democracia brasileira (através de projetos de lei que ferem os princípios democráticos garantidos até mesmo na nossa Constituição) e dessa forma (mesmo inconscientemente) criando as condições para a volta da censura, e com ela a ditadura (seja militar ou civil), fazendo desse país o que a China, a Rússia (você já deve ter lido nos jornais sobre o caso das manifestantes russas que aguardam julgamento lá por se oporem ao governo) e o Irã são hoje.

L.Karina disse...

Realmente é bem chocante ver gente que tem formação acadêmica defendendo esse tipo de ideia ditatorial.E o mais engraçado é que provavelmente essa senhora se encanta com democracia dos Estados Unidos e da Europa Ocidental.