Desejo: Boas Festas...

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Nem toda série teen é boba...


Navegantes,
Se eu fosse bemmmm sensacionalista, eu colocaria o título: dublador do Sasuke do Naruto dirige web-série . Mas.... é viajar demais na maionese. Melhor é falar do que se trata, né?
Bem da verdade é que sim, Robson Kumode, que também é o dublador do Kon do Bleach, o Kido dos Super 11 e o Orfeu de Cavaleiros do Zodíaco mandou uma dica bem interessante e que vale a pena ser vista. O rapaz, que além de ator (dublador) também é videomaker e diretor de web-série.
Em parceria com outros profissionais, Kumode tem uma produtora chamada 8KA, e sim... acessem o site da mesma, oras! Esta produtora fez uma web-série chamada #E_VC?. O título, que pode ser acessado neste link, traz a história de Nina (Flora Paulita), uma jovem é apaixonada por fotografia e por Vinícius (André Bertolini), que só tem olhos para Débora (Agatha Paulita) e ainda não se decidiu sobre qual faculdade pretende cursar. Esta está longe de ser a única dúvida dele em um ano que redefine seu caminho e suas amizades, como a que vive com Lucas (Vitor Faria), ainda em dúvida sobre sua sexualidade.
A web-série pretende debater, ao longo dos seis episódios da primeira temporada, assuntos sem moralismos, sem censura. E uma história vai se formando, enquanto o público vai ter a oportunidade de conhecer cada um dos personagens.
Cada episódio tem por volta de 3 minutos, em formato que lembra os videoclipes e com um pop rock feito pela banda Wisache (acesse aqui) como fundo musical. As discussões sempre se iniciam com um dos personagens em seu quarto, ligando a webcam e falando diretamente com o espectador. No final, a pergunta "E VOCÊ?" é lançada, encorajando o web espectador a responder sobre o tema pelo Youtube. Lembrando que o episódio 3 vai ao ar no dia 28, ou seja, o famoso amanhã!!
Já aproveitamos e fizemos algumas perguntinhas ao Robson, cujas respostas podem ser vistas logo abaixo.


Os episódios de #E_VC? têm cerca de 3 minutos. Mesmo assim, conseguem transmitir bem as dúvidas dos adolescentes. Você acredita que isso seja possível por estas dúvidas serem, na verdade, da vida das pessoas, independente da idade?
Sim. Eu acredito que sempre passamos pelas mesmas discussões, mas sempre com uma "roupagem" nova. São dúvidas e discussões um pouco existencialistas, eu diria. Mas que no momento da adolescência ficam mais "à flor da pele", talvez porque nessa época estejamos mais intensos também. São muitas cobranças, e é o momento onde estamos nos definindo, entendendo melhor o que se passa ao nosso redor e dentro de nós mesmos. Parece que tudo o que vamos decidir vai ser pra sempre: o curso da faculdade, de quem nós gostamos, com o que vamos trabalhar, quem são nossos amigos... Muito é exigido do adolescente, e grande parte é exigência do próprio adolescente, de se entender no meio de toda essa confusão.
Não obstante, em todos os momentos de mudanças ou grandes decisões na nossa vida essas dúvidas voltam. Eu mesmo passo por essas dúvidas de tempos em tempos.
Os episódios são curtos, porquê acreditamos que o conteúdo para a internet precisa ser dinâmico e rápido, senão o espectador para de ver. A oferta de informação e concorrência de conteúdo é muito grande. A pessoa está vendo o nosso vídeo e ao mesmo tempo respondendo no Messenger, checando o Facebook, email, Orkut, e vendo ao lado do vídeo qual é o próximo que ela vai assistir. Se não formos rápidos e objetivos, a pessoa clica no vídeo seguinte e não conclui a visualização do nosso material.
Temos dois objetivos com a série: contar uma história de maneira clipada - rápida e objetiva -, e estabelecer contato com os espectadores, através dos comentários embaixo do vídeo ou até mesmo de vídeos respostas. Por isso, inclusive, que a série chama #E_VC?. Queremos saber o que o espectador pensa a respeito, queremos interagir com ele.
Essa interação é o que vai definir nossos próximos passos. Pretendemos fazer a segunda temporada um pouco mais colaborativa, dependendo da resposta nessa temporada. No dia 1º de julho (próxima sexta), faremos uma twitcam com o elenco, e iremos interagir diretamente com os espectadores, procurando por algumas respostas quanto ao formato do nosso conteúdo.

As séries jovens mais conhecidas são americanas. Vocês chegaram a assisti-las para entender o adolescente atual?
A gente assistiu e leu muita coisa. Desde produções mais atuais como Glee até mais antigas como Juventude Transviada, ou leituras como O Despertar da Primavera e o Diário de Anne Frank. Independente da época, as dúvidas do adolescente são as mesmas. A descoberta do primeiro amor, a desconfiança e o medo com o futuro... Eu acredito que as discussões do conteúdo que estamos produzindo são atemporais.

Houve alguma "cobaia jovem" para vocês fazerem os curtas? Tipo, um irmão, irmã, etc?
As maiores cobaias fomos nós mesmos. rsrsrs. Eu me sinto um eterno adolescente. Mas o projeto nasceu junto com algumas conversas que tive com a Flora Paulita (que interpreta a Nina na série) sobre o que se passa na cabeça dos adolescentes. Outra coisa que ajudou muito, foi ter acompanhado e visto muitos vlogs na internet.
Não é nosso primeiro projeto com adolescentes. Em 2008 fizemos um curta-metragem, inclusive com a participação da Flora e do Vitor Faria - que também está no elenco de #E_VC? interpretando o Lucas, amigo do protagonista.

A produtora 8KA pretende inscrever os episódios em algum festival?
Nós ainda não pensamos nisso, mas acredito que em breve possa acontecer. Entretanto, não é o primeiro e nem o principal objetivo nosso.
Nós queremos, com essas produções, investigar a produção de vídeo para a internet. Queremos entender qual o melhor formato, como atingir e promover interação com o espectador, e fazer experimentações práticas.
Paralelamente a esse projeto - de manter esse nosso canal no Youtube postando conteúdo semanal voltado para o adolescente - a 8KA gerencia e alimenta canais de youtube empresariais e tem como objetivo estreitar relacionamentos entre cliente/consumidor e empresa/marca, através do entretenimento audiovisual online, fortalecendo o storytelling da marca/empresa.

Fale um pouco do outro projeto da produtora, o Astrolokos.
O Astrolokos foi nosso primeiro projeto de webserie. Queríamos fazer algo que as pessoas possuem curiosidade a respeito. Pensei em fazer uma série sobre as características dos signos. Na época ainda não pensávamos em produzir conteúdo pra youtube tão seriamente... Foi uma ideia que foi amadurecendo aos poucos, e tomou forma depois que vencemos um concurso para a criação de uma campanha viral para a Nestlé. Tanto que demoramos por volta de um ano para produzir os 14 episódios da série, foi uma época em que estávamos nos constituindo como produtora, e produzíamos de maneira despretenciosa, por hobbie mesmo.
Mas foi um projeto que gostei muito de ter realizado. Teve uma aceitação muito legal do público, que ficava esperando pela próxima semana para ver as características do próximo signo (nós sempre ressaltávamos as características negativas, essa era a graça). Aí as pessoas passam pros parentes, pros amigos, e falam "olha só como você é!". rsrs. Faz parte dessa brincadeira!


Ou seja, os caras fazem a coisa com amor. E, como sempre falo, bem, acho que sempre falo... Quando se faz algo porque se gosta, o trabalho fica muito melhor. Vai ver é por isso que os vídeos são bem feitos. Dúvida? Então veja acima, raios!

←  Anterior Proxima  → Inicio

2 comentários:

Anônimo disse...

Adorei!

Bruno "Buga" Fernandes dos Santos disse...

E não é só o dublador do Sasuke que particiba desta web-serie, a Flora Paulita tambem é dubladora.Ela fez a Maru e Moro de xXxHolic, Pyokola de Digi Charat Nyo e tantos outros!