Desejo: Boas Festas...

terça-feira, 1 de março de 2011

Para haver respeito ao torcedor, é preciso concorrência!!!

Navegantes,
É com grande vergonha que vemos um nojo, isso mesmo, um nojo se concretizar no futebol brasileiro. A Globo se manifestou publicamente em não participar da concorrência para o Brasileirão de 2012, 2013 e 2014, que o Clube dos 13 promoverá em março. Daí, escreveu um texto e enviou para todo mundo. Não é respeito pelo torcedor coisa nenhuma. É raiva por perder privilégio. Se houvesse respeito, haveria concorrência limpa. Quem dá mais, leva. NOJO, NOJO, NOJO, NOJO. Que bata de frente com a Record. Até mesmo os clubes que se uniram a Globo são burros, porque poderiam levar mais da concorrente. Só que são todos bundões. O futebol brasileiro está esta merda porque ninguém se une.

Nota da Globo no site dela:


Nota do Clube dos 13
O Clube dos 13 tomou conhecimento pela imprensa da decisão da Rede Globo de não participar da licitação para os direitos de transmissão dos Campeonatos Brasileiros do triênio 2012-2014.
A entidade lamenta o fato de a emissora ter mudado abruptamente de posição, uma vez que desde a criação do Clube dos 13 a Rede Globo foi sempre parceira na construção e no fortalecimento do futebol brasileiro.
Esclarecemos que todas as cláusulas que constam na carta-convite foram exaustivamente discutidas com as empresas interessadas, inclusive com a Rede Globo, e que em nenhum momento deste processo liso e democrático seus representantes nos manifestaram direta ou indiretamente a decisão de não participar do certame.
Nos causa surpresa, ainda, que seus representantes tenham procurado diretamente os clubes, desrespeitando acordo firmado no ano passado com o CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica).
Antes mesmo do anúncio da Rede Globo, o Clube dos 13 procurou espontaneamente o CADE e pediu uma audiência, agendada para a próxima terça-feira (01/03), com o procurador-geral, Gilvandro Vasconcelos Coelho de Araújo, e o presidente do conselho, Fernando Furlan. O objetivo da reunião é relatar aos órgãos competentes os últimos acontecimentos e ratificar nosso compromisso com uma licitação que dê a todos os interessados as mesmas oportunidades de concorrência.
A entidade que congrega as 20 maiores agremiações do país reafirma seu desejo de união com todos os presidentes de clubes e sua missão de trabalhar de forma limpa, transparente e incansável para que o torcedor, nossa única razão de existir, possa testemunhar um marco histórico de viabilidade econômica no esporte, fator imprescindível para que nosso futebol siga forte, competitivo e recheado de craques.

Fabio André Koff
Presidente do Clube dos 13
←  Anterior Proxima  → Inicio

7 comentários:

Lucas disse...

A Globo deve estar realmente acreditando que o mundo acabará em 2012, só pode.

Anônimo disse...

Sandra, costumo concordar com todas as suas opiniões que você posta no seu blog, mas essa eu discordo totalmente.

Tirar o futebol da Globo é simplesmente acabar com o prazer de ver futebol 2 vezes por semana para a maioria, veja bem, maioria dos torcedores do país. Tenho lido muitas coisas por aí, uns afirmam que mudando a emissora os horários da partida podem ser mudados, sobretudo as noturnas o que facilitaria para quem vai ao estádio e tal. E para quem não vai? Para quem está longe dos grandes centros. Para um morador do nordeste ou do Espírito Santo? A gente, nas quartas-feiras à noite, chega do trabalho ou universidade e se senta para ver o jogo. Não poderíamos fazer isso se o jogo fosse mais cedo. Se os torcedores que vão ao estádio não estão satisfeitos com o horário é só não irem, mas a maioria dos torcedores NÃO PODE ir ao estádio, pois mora em outro estado em outra cidade.

Respeito ao torcedor -ao menos para a maioria dos torcedores - é manter as coisas como estão, mantendo os mesmos horários e os mesmos canais veiculadores, no caso, Globo e Band.

A Record está aí com toda a força. Mas quem já viu olimpiadas, eurocopa e todas as outras competições esportivas transmitidas por ela sabem que é um lixo, que a record não consegue atingir o nível de excelencia da Globo. Há pessoas que reclamam dos locutores e comentaristas da Globo, mas basta ver mais atentamente que eles são os melhores. Você vai numa Record da vida e vê os comentaristas falando e parecem que não sabem o que estão dizendo, na Band vem um e coloca um bordão insuportável( Carimba que o gol foi legal!).

eu, como torcedor do São Paulo, estou envergonhado do meu time ainda não ter rompido com o clube dos treze para negociar em separado com a Globo. Se o São Paulo fizesse isso mostraria que está interessado nos torcedores igual aos time do rio. Ao contrário do que se veicula na tv e na internet eu não acredito que eles romperam com o clube dos 13 em busca de melhor proposta. Podem até ser que tenham feito isso, mas ao fazer isso eles pensaram no torcedor que continua preferindo assistir o futebol na Globo.

Paulo, Vila Velha ES.

Mariana Cardoso disse...

Você é São Paulino, certo? rs

Mas concordo com seu post sobre a taça das bolinhas. Nenhum time precisa do trofeú pra comprovar que é campeão em algo.. a história trata de confirmar.

E apesar de ser corintiana estou contigo sobre Corinthians/CBF/Globo... essa histórinha do Clube dos 13 está uma papagaiada só.

Globo está perdendo terreno, não será mais a "dona" do futebol brasileiro com o novo formato do Clube dos 13 e os clubes que tem rabo preso estão indo com ela.

bruno disse...

ah sandra,voce tambem com esse discurso surrado de monopolio global,as emissoras nao tem competencia nem estrutura tecnica para transmitir um campeonato de botao.nao basta ter só dinheiro que a recopia quer oferecer.

sandra monte disse...

Paulo,

Não é uma questão de tirar o futebol da Globo. O problema é a Globo não querer entrar em uma concorrência LIMPA.

Não acho que ninguém está pensando no torcedor. Acho que eles têm sim, pensado de forma errada. Que tentassem ver qual melhor proposta. Se a Record banca, para os clubes seria mais positivo financeiramente.

Não acho que a Record mudaria drascicamente horários. Mas, quem teria que se reformular e não quer é a Globo. Você conhece o termo "zona de conforto"? Então, a Globo não quer perder isso.

E Bruno, não tenho um discusso anti-Globo. Meu discurso é pró-concorrência. E dizer que tecnologicamente a Record não tem condições... Desculpe, é desconhecer a televisão...

bruno disse...

eu acredito que a televsao brasileira volte a uma situaçao que foi nos anos 60, em havia tres grandes emissoras de televisao, com a record de paulo machado, a tv tupi e a excelcior.hoje a audiencia é muito mais complexa e pulverizada.tambem há a concorrencia da internet e da tv paga(embora em menor escala).

Antonio disse...

Eu posso esta sendo injusto,mas é bem provável que a Record utilize recursos do dízimo da Igreja Universal,para cobrir a proposta do clube dos 13.Isso pra mim já a coloca fora de uma concorrência limpa.

O debate sobre os direitos da transmissão do futebol,não pode ficar resumido apenas a um "Quem dá mais,leva".Isso sim é um tremendo desrespeito ao torcedor...