Desejo: Boas Festas...

quinta-feira, 17 de março de 2011

O que tem que ser pensado, realmente é?

Navegantes! Interessante perceber coisas que lemos e vemos na net, TVs, etc. Comentários, vídeos, charges em jornais... Enfim...

Reitero que houve muito excesso, e pior, de gente que quis aparecer. Que teceu muitos comentários sobre o desastre no Japão de forma desordenada, praticamente sensacionalista, especialmente no Twitter. Escreveu tudo o que pode para narrar o fato: "Oh, os reatores...", "A usina pode explodir, como estou preocupado...", "Oh, o governo japonês está escondendo a situação"....

Porra! Mas, é óbvio que está. Mas, do jeito que escrevem, parece que o governo está prejudicando sua própria população. Tem muita gente neste mundinho de anime e mangá que diz amar o Japão, que quer ir ou já foi, isso e aquilo. Mas, conhece minimamente a História do país? Se conhecesse, saberia que o povo lá respeita o seu governo (que, de forma geral, se dá o respeito). Certamente, um povo que seguiria e está seguindo as orientações de seu governo desse ou está dando...

A admissão do governo de que pode haver sérios vazamentos na usina nuclear é algo que pode acarretar em problemas sérios para a sociedade. Tipo, como é que o governo chega e diz: "oh gente, fudeu. Vocês todos vão morrer de câncer". O povo japonês é organizado e centrado. Mas, são humanos e existe um limite para a ordem. As pessoas lá já estão desesperadas. Estão indo para o sul do país. Certo...

E o sul do país comporta um número maior de pessoas? Só para se ter uma ideia, o Brasil tem 190 milhões de habitantes, com uma densidade demográfica de 20 habitantes/ km2. No Japão, são 125 milhões de habitantes, com DD de 330 habitantes/ km2. Ou seja, é um número gigantesco de pessoas em um espaço pequeno. E uma leva de pessoas abandonando um local e indo para outro. E um número muito grande de pessoas que, se por acaso se desesperar, pode sofrer com uma calamidade e barbárie.

Ou seja, ficam falando, falando e não pensam nestas coisas. É preciso ter muita sobriedade dos governantes em pensar no que fazer. Falar que o governo está escondendo o "jogo" é realmente, não ter noção nenhuma da sociedade e das besteiras que estão dizendo. E não estou falando da imprensa, mas especialmente dessa gente que durante todos estes dias, falou exarcebadamente do assunto. Mas, que pelo visto, já esqueceu, né? Já está falando de seu mundinho de cosplay, ou "peitinhos", ou games... etc.

 

Daí, nem refletem em algo sério. Uma coisa é o Japão ter usina nuclear. Japão e Europa têm por uma questão espacial, não há espaço físico, por exemplo, para se fazer uma hidrelétrica. E nós? Hidrelétricas são complicadas porque sua construção acarreta em problemas ambientais sérios no momento de sua execução, porém menores que uma usina nuclear.

Mas, temos o que muito país gostaria de ter: espaço. Aproveitamos muito mal nosso espaço. O nordeste poderia viver de energia solar. Acumular muita energia solar... Fazemos isso? E os ventos? Praticamente só o RN usa energia eólica. E o restante do país?

Aproveitamos mal nossos recursos. Não precisaríamos ter 4 usinares nucleares e nem projetos para mais... Quando acontecem estas tragédias, as pessoas deveriam pensar e refletir em possibilidades de melhoria de vida, tanto em âmbito local como mundial. Mas... não... a galera está mais preocupada com brinquedinhos quebrados. Em suspeitar de um governo que têm problemas sérios para resolver. Em falar de animes e mangás que vão atrasar... 
Nem falar de algo que pode ser sério para todos nós falam. Afinal, são só "sites e pessoas que falam mangás e animes". Política, sociedade, sustentabilidade? "Isso não, não é minha praia". Pelo visto, só falaram tanto do Japão por causa de mangá e anime...  Só por isso e mais nada.  Desculpem o termo, mas...Vão se danar.

 

←  Anterior Proxima  → Inicio

5 comentários:

Anônimo disse...

Oi, Sandra.

Tenho acompanhado toda essa situação no Japão, ocorrida desde sexta. E tenho percebido q tem muita gente se aproveitando dessa situação lá para aparecer, posar de entendido da cultura japonesa, mas... Tem horas q é complicado, tem opiniões, postagens e vídeos q vi na internet a respeito e não sentir nojo.

Lamento por toda a situação vivida pelos japoneses independente de mangás e animes... E sim por um povo q está passando por uma situação muito difícil, provocada por um desastre natural horrível. Do mesmo modo como foi no Haiti, na Indonésia... Ou aqui no Brasil mesmo, com as chuvas q matam todo ano muita gente por aqui. Se fizéssemos um balanço dos q morreram nos últimos dez anos por causa das chuvas.

Quanto a suspeitar do governo japonês? Concordo com vc... É sensacionalismo puro. Como se trata de um dos países de maior economia e de melhores índices de desenvolvimento humano no mundo (analfabetismo baixo, média de vida alta por exemplo), agora vai se fazer de tudo pra desacreditar o país. Não vejo de outra maneira. Se eu estiver exagerando... Peço desculpas.

Com relação as fontes de energia q poderiam ser utilizadas no país, pra mim, a solar seria a ideal. No Norte e Nordeste principalmente. O problema é bom vontade pra correr atrás disso... E não é só do governo não. O governo sonega, mas a população não cobra: e fica por isso mesmo.

E concluindo: lamentar um desastre natural e logo após isso uma ameaça nuclear só por causa de desenho? É pra mim muita, muuuita mesquinharia. E as milhares de vidas q se foram? Ninguém se importa? É triste isso.

Fora o fanatismo religioso por parte de alguns, exposto de forma revoltante.

Eu, como pessoa, rezo para q eles consigam resolver e se recuperar da melhor forma possível. De verdade.

Ingrid Santos.

Rafael Kaen disse...

Você tá mais que certa nesse texto Sandra! Parabéns!

Old_Nash disse...

O maior defeito do país, é que somos governados por idiotas.
Que nos tratam como mais idiotas ainda.

é claro que eles sabem disso. O problema é que não investem em tecnologia nova, ou cara.

preferem receber "o deles" para aprovar projetos falhos que podem prejudicar os outros, do que ligar para certos "detalhes".

Infelizmente nossa forma de governo é responsavel, por obras como as Angras.
MAs se não começarmos a pensar em formas de mudar isso, podemos vir a ser uma nova Chernobyl, ou Sendai.

Pior que há 20 ou 30 anos atrás, um grande cineasta previu uma catástrofe assim, mas em um local diferente.

Saudoso e respeitado é Akira Kurosawa, e seu filme Sonhos, cujo segmento se chama Monte Fuji em vermelho, onde ele prever algo assim.

Nelson Machado disse...

Já estou começando a me cansar de escrever pra dizer como acho seu raciocínio claro e objetivo, como acho suas opiniões centradas e coerentes e como acho que você as coloca bem por escrito. Chego a achar que as faculdades de jornalismo têm salvação, se fizeram isso com você. Mas depois penso melhor e acho que não. Acho que você já era assim! Parabéns! Bela matéria, belos comentários e belíssimo esporro!

Uber disse...

Adorei, realmente um belo esporro!