Desejo: Boas Festas...

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

O retorno!

Navegantes,
Voltei! Bem, espero ainda hoje poder retornar as atualizações normais. Até o final de semana... A imagem ao lado é meramente ilustrativa. É uma imagem cutch cutch feliz (da Rin de InuYasha). Até o momento, acabei escrevendo um pouco mais lá no meu Twitter. Novidades? Bem, ainda não me inteirei depois do retorno, mas se tiver, colocarei aqui! Um ótimo 2001 para todos!
Bem, pelo menos a mim, espero que este ano seja tão bom quanto o anterior! Quiçá melhor! E papai do céu há de fazê-lo melhor! Pensamento positivo! ^___^x


PS: Estou estufada de tanto comer lombo!

←  Anterior Proxima  → Inicio

2 comentários:

Anônimo disse...

Queria aproveitar a sua mensagem de retorno para lhe elogiar seu livro e lhe perguntar se pretendes escrever uma enciclopédia já que na pag. 80 escrevesse que o ideal seria isso, sem querer ser chato, mas acredito que encontrei alguns erros de escrita em seu livro, meu português não é muito bom no entanto lhe cito : na pagina 14 terceiro parágrafo está escrito idelogramáticos em vez de ideogramático. Na pag. 32 ultimo prágrafo esta "ampliar sue alcance nacional" não seria seu. . pag. 58 primeiro parágrafo “a população não tinha ideia” a palavra ideia não deveria levar acento? . pag. 60 segundo parágrafo “Este anime revolucionou a ideia” ideia sem acento . pag 67 final do penultimo parágrafo dois pontos finais um ao lado do outro. Pag. 73 frase inicial "a importância animês" não tinha que ter dos antes da palavra animê. Na pag. 86 repete duas vezes Tenchi Muyo não deveria aparecer Tenchi in Tokyo Na pag. 93 Santuario está sem acento. Na pag. 99 na sexta referência há um acento que não existe na palavra anime.

sandra monte disse...

Olá!

Realmente, há alguns erros de revisão. Suas observações estão corretas. Mas, o "ideia" sem acento está certo, em conformidade com a nova ortografia.

Quanto a fazer uma enciclopédia... Conheço pessoas que têm interesse em fazer uma. Basta agora, tempo e coragem para isso.

Mas, não eu.

Abraços,