Desejo: Boas Festas...

domingo, 28 de novembro de 2010

Quando a concorrência assusta...

Navegantes,
Sei que estou devendo um monte de assuntos, notas, etc. Mas, estes dias finalmente estou em um momento de "relax" mental. Sem muitas preocupações. Este ano todo estive tão ocupada que agora, quero aproveitar "um tiquinho" o sossego... Mas, há algumas coisas que realmente não dão para passar batidas.
Esta semana saiu um artigo no Portal Imprensa sobre um editorial da Band em relação a Anatel. Ao que pude entender, a Band não gostou da abertura de mercado para as empresas de telecomunicações. Ou seja, Telefônica, Tim, Claro poderiam entrar no mercado de TV a cabo.
Isso é bom, Sandra? Sinceramente, não sei. Provavelmente, para o consumidor não vai mudar nada. Mas, ficou claro que a birra da Bandeirantes é pelo fato de haver mais concorrência. É o famoso "bolo da publicidade" sendo dividido, ainda mais. Também é inocente achar que o que está escrito no site da Anatel também se concretizará:
A abertura do mercado contribuirá não só para a massificação do Serviço de TV por Assinatura e o aumento de competição, conseqüentemente com a redução do preço do serviço, mas também contribuirá, decisivamente, para a ampliação da infraestrutura necessária para a assegurar os investimentos em redes convergentes que suportarão as comunicações do futuro no Brasil.
As empresas provavelmente vão fazer seu "cartelzinho", dando a entender que haverá competição. Enfim... como eu disse, a abertura de sinais de TVs a cabo não vai baratear nada. Mas, pelo menos, haverá mais opções no mercado para o cidadão escolher... Escolher qual o "menos" pior, hahahaha! Triste...


ANIMA INFO 1358

X-Men no traço de Milo Manara

O italiano Milo Manara, mestre do erotismo, é responsável pela arte; Chris Claremont, que revolucionou as HQs dos heróis mutantes, assina o roteiro. Chega ao mercado dos quadrinhos X-Men – Garotas em Fuga, que traz uma história de aventura, com pitadas eróticas, produzida por duas grandes referências do gênero. A publicação da PANINI tem distribuição nacional nas principais bancas.
Recentemente, Milo Manara esteve no Brasil e participou da Rio Comicon - Feira de quadrinhos e cultura pop, que aconteceu no Rio de Janeiro de 9 a 14 de novembro. Em São Paulo, teve seus trabalhos apresentados na exposição “Milo Manara – Uma vida chamada desejo”, promovida pela Conrad. Durante a visita, distribuiu autógrafos na nova publicação e tirou diversas fotos com os fãs.
Em “X-Men – Garotas em Fuga”, Vampira recebe como herança uma ilha grega, Kirinos, e leva suas amigas dos X-men – Psyloque, Kitty Pride, Tempestade e Rachel Summers – para uma viagem de férias. Além da beleza natural, a ilha é muito badalada e cheia de festas.
Durante uma destas festas, Rachel é capturada por um homem misterioso, que explode todo o lugar. Unidas, as heroínas vão ao resgate de Rachel, mas se deparam com um inimigo que anula seus poderes mutantes.

FICHA TÉCNICA “X-Men – Garotas em Fuga”
Formato: 18 x 27,5 cm
Capa: 04 páginas 4/4 cores - Capa cartonada
Miolo: 64 + 4 pags 4/4 LWC
Valor: R$ 14,90
Distribuição: nacional

Fonte: Press Release

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Clube das Winx X Sailor Moon

Pois é Navegantes! Como falo, alguns ficam felizes e outros tristes...
Muito se falou este ano do retorno de Sailor Moon e etc, certo? Pois bem, nos bastidores, há um título que tende alcançar a mesma faixa etária das "marinheiras lunares". E, que aparentemente, está bem organizado: Clube das Winx.
Este título já foi exibido no Cartoon Network, mas em 2011, devido a um contrato do licenciador internacional (Rainbow) com a Nickelodeon, as fadas retornarão à TV fechada por esta emissora. Até aí, nenhuma novidade... Mas, o Papo de Budega soube que o trabalho mercadológico em desenvolvimento está fortíssimo, com produtos e até mesmo outras novidades - como produção teatral e tals... O título está em exibição no SBT, mas...
Como Nickelodeon tem acordos com Globo e Band, há possibilidades reais do título sair do canal de Sílvio Santos. Daí, porque o título do post: "Clube das Winx X Sailor Moon"? Bem, se Winx fosse para a Band, não haveria espaço para Sailor Moon, já que os títulos são correlacionados. Se ficar no SBT, o canal dará mais enfoque ao desenho animado, o que mercadologicamente, pode engolir outros do gênero. Na Globo, idem. Ou seja, se para Sailor Moon, a coisa não for bem trabalhada por todos os motivos já mencionados em posts anteriores, por ter um concorrente de peso tão forte, a coisa pode ser ainda mais desastrosa.
E detalhe, o estilo de história de Winx, para o público-alvo (e não otakus), é mais encantador, porque é uma mistura de sei lá... Harry Potter com fadinhas O_O! Ou seja, será que o tratamento que Sailor Moon merece, SM está recebendo? E não por parte das emissoras, mas por parte das próprias empresas detentoras? Afinal, a Rainbow - dona as Winx - está com planejamento real e forte... O título que surgiu como concorrente de W.I.T.C.H. parece que vai voltar com tudo! E desta vez, como concorrente de um anime. E agora?


quarta-feira, 24 de novembro de 2010

ANIMA INFO 1357

Os Vingadores estreia no Disney XD

Neste sábado, 27 de novembro, às 16h30, estreia, no Disney XD, Os Vingadores - Os Super- heróis Mais Poderosos da Terra, a série de animação na qual os super-heróis mais famosos - Homem de Ferro, Thor, Capitão América, Hulk, Homem Formiga/Homem Gigante e Vespa - devem lutar juntos para salvar o mundo dos inimigos mais perigosos.
Os Vingadores são o melhor do universo Marvel; uma equipe que se reúne quando os poderes de um herói sozinho não são suficientes para salvar o mundo. A liga enfrenta conquistadores que viajam no tempo, supervilões, invasores alienígenas, feras míticas e robôs dispostos a destruir por completo a humanidade.
O lançamento de Os Vingadores – Os super-heróis mais poderosos da Terra faz parte da estratégia da Marvel dos últimos anos que consiste em apresentar individualmente estes super-heróis em filmes de grande sucesso como Homem de Ferro, Homem de Ferro 2 e O Incrível Hulk, e em 2011 chegam à telona Thor e Capitão América. Estes são os quatro principais Vingadores que estão na nova série e que se popularizarão por meio de diferentes plataformas como Cinema, DVDs e Internet.
Além disso, para acompanhar a estreia, Disney XD está transmitindo 20 microepisódios, nos quais apresenta a cada um dos super-heróis da liga e nos quais é mostrado o início desse grupo de justiceiros. As crianças podem assistir novamente a esses microepisódios em http://home.disney.com.br/, de 3 a 10 de dezembro.

ANIMA INFO 1356

Naruto pode não voltar mais a programação do SBT

Na última semana, um dos assuntos que mais chamou a atenção no universo dos animes no Brasil foi a ausência de Naruto na programação do SBT. O Papo de Budega recebeu a informação de que os representantes do título no Brasil já sabiam previamente que Naruto sairia do ar.
Um dos motivos os quais o anime saiu foi para "dar um tempo", um tipo de descanso de imagem. Além disso, é neste período do ano que as negociações para a manutenção de exibição e exibição de nova temporada acontece.
Entretanto, o Papo de Budega foi informado que até o momento, as negociações para a permanência e exibição da quarta temporada (já dublada) de Naruto estão praticamente paradas. Há o risco do ninja e seus comapanheiros não voltarem mais ao canal de Sílvio Santos.
Devido a este fato, foi-nos passado que uma possibilidade para a volta de Naruto é dos telespectadores convencerem o SBT que o anime pode ainda ter audiência e dar lucros a emissora. Um das possibilidades é enviar mensagens ao @SBTOnline e, educadamente, solicitar o retorno do anime. Caso contrário, o destino de Naruto pode ser o mesmo de Blue Dragon, cujas chances de volta são praticamente nulas, já que não trouxe os resultados (lucros) esperados.

terça-feira, 23 de novembro de 2010

A Presença do Animê na TV Brasileira agora na livraria Cultura

Navegantes,
Há novas informaçãoes sobre A PRESENÇA DO ANIMÊ NA TV BRASILEIRA. O título já está disponível na Livraria Cultura. Confiram abaixo os pontos de venda. E em breve, outras livrarias terão o livro. Eis os links: Editora Laços, Comix Shop, Livraria Cultura. Agora já dá para se dar de Natal, hehehehe hehehe.

Fisicamente em:
HQ Mix: Praça Roosevelt nº.142, Centro – São Paulo/SP - Tel.(11) 3259-1528

Livraria Fonomag: Rua da Glória, 242 - Liberdade - 01510-000 São Paulo - SP
Fones: (11) 3104-3329 / 3399 Fax: (11) 3105-2641 e-mail: fonomag@uol.com.br

ANIMA INFO 1355

Evento de animes acontece em Niterói - RJ

No próximo dia 28 (domingo), acontece na cidade de Niterói a 4ª edição NITOKYO. O evento terá diversas atrações, concursos e torneios tais como: concurso de “Visual Style”, concurso e workshop de desenho com a oficina de desenho Daniel Azulay, concursos de cosplay, etc. Além disso, também terá uma grande área de games, onde serão realizados diversos torneios. No site oficial é possível ver toda a programação, que ainda conta com a presença do cantor Rodrigo Rossi e do dublador Sílvio Navas.

SERVIÇO:
Dia: 28 de Novembro de 2010 [domingo]
Hora: 10 às 19 horas
Local: Centro Cultural Ônix (Alameda São Boaventura, 824 - Fonseca - Niterói - RJ)
Ingressos: R$13,00 (antecipado) e R$15,00 (na hora)
Site: http://www.nitokyo.com
Email: contato@nitokyo.com
Orkut: http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?rl=cpn&cmm=54544156

domingo, 21 de novembro de 2010

As relíquias de Harry Potter

Navegantes,
Pois é, falta só um! Falta somente um filme para Harry Potter acabar. De certa forma, Harry Potter e as Relíquias da Morte já vai deixando uma certa saudade por algo que ainda não acabou. É uma sensação parecida com a de Piratas do Caribe, o Baú da Morte. Não teve um fim? Não... O fim ainda virá. Em junho de 2011.
Este penúltimo Harry Potter mostrou bem toda a evolução da história, e especialmente a evolução dos atores, que querendo ou não, imortalizaram-se com seus respectivos personagens. Acho que já disse uma vez que dos três, Emma Watson tende a se dar melhor. Enfim...
Quem viu todos filmes anteriores tem obrigação de assistir a este Harry Potter, um dos melhores, quiçá o melhor da saga. Talvez, já esteja na hora do Oscar considerar uma indicação de melhor roteiro adaptado, não é?

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Um Mickey Mouse diferente de tudo o que você já viu...

Navegantes,
Sim, hoje o senhor Mickey Mouse faz seus 82 anos. A Disney não faz mais festa porque ela daria margem a polêmicas. Afinal, pela idade, Mickey já estaria em domínio público. Enfim! Como este site gosta de "causar" (hahahah), a forma de dar os parabéns será bem diferente. Normalmente coloco vídeos acima, mas este deve ficar abaixo, pois tenho algumas orientações:

1-) O vídeo é realmente sinistro. Se você está deprimido, não veja. É sério.
2-) Veja com a luz acesa! E é sério.
3-) Se você estiver bem, veja até o final, ou seja, os 9 minutos. O vídeo tem umas pausas em negro, é assim mesmo.
4-) Se você vai ver, tente ver de dia. Se ver à noite, pode ter pesadelos. E e sério.

Enfim, os corajosos perceberão que não há nada sangrento, nem coisas do tipo. Mas, a música, os gritos e o tom sombrio realmente são sinistros. Diz uma das versões da net, que este vídeo foi feito na antiga União Soviética. Duas pessoas entraram na sala escura para avaliar o filme. Entretanto, um dos caras saiu e se matou. O outro, ficou em estado de choque e disse que este filme é a representação da infelicidade.
Enfim, estão avisados. E parabéns Mickey, de um jeitinho nada convencional...



Quando ninguém sabe o que faz, os outros são invejosos...

Pois é Navegantes,
Ontem, li um "troço" que, de certa forma, deixou-me triste. Infelizmente, no Brasil, quando se fala a verdade, você é tido como invejoso. Isso por conta de meus comentários no post abaixo sobre as "Melhorias".
Dei este título aquele post justamente para colocar apontamentos para que nosso mercado de animes apresente algum desenvolvimento. Os apontamentos do post foram para mostrar novos caminhos. Porque vimos nestes últimos anos, que os atuais caminhos traçados deram errado.
E alguns títulos, como Sailor Moon, podem se perder justamente pelos mesmos erros que já começaram a ser cometidos. Erros já vistos em Cavaleiros do Zodíaco. Daí, quando a coisa começa a virar chacota, tem gente que reclama. A Mara, lá do Mais de Oito Mil escreveu algo que é engraçado, mas é triste. Quem tiver interesse em ler, é só clicar em Decepção do Zodíaco, Decepção do Zodíaco [Parte 2] e Decepção do Zodíaco [Parte 3].
Daí, quando você diz umas verdades... "é inveja..., olha só que povo invejoso..." É assim. Pois é isso galera, vão achando isso. Vão aceitando certas coisas, vão cometendo os mesmos erros. Daí, quando nenhum produto vender, quando as emissoras colocarem um anime na madrugada, vão dizer o quê? Que mesmo assim é um sucesso, vão soltar rojões? Vão mentir e dizer que está tudo as mil maravilhas?
Está tudo aí para todo mundo ver. Só não está vendo quem não quer... Ou quem não quer aceitar. E só para constar, quem acha que é inveja, sabia que muita gente, como eu, já está "pagando" por estas verdades. O curioso é que, pelo visto, há quem prefira as mentiras...


ANIMA INFO 1354

Dragon Ball está de volta

Dias atrás, diversos sites, inclusive este, divulgaram uma nota sobre um possível novo lançamento do mangá de Dragon Ball. Ontem houve a confirmação. Entretanto, o título será escrito por Ooishi Naho e não o autor original Akira Toriyama.
Segundo o site JBox News, o mangá será lançado na revista Super Strong Jump. O que se percebe é que o público não gostou muito, pois o material será voltado ao leitores infantis.

domingo, 14 de novembro de 2010

Melhorias para os animes no Brasil

Atualizado em 16/11/ 2010 às 23h55: nosso leitor Fernando Ventura fez uma grande lembrança que deve ser registrada. Há uma empresa de entretenimento japonesa no Brasil e que cuida, muito bem, de seus próprios produtos: a Sanrio Brasil (clique ao lado). É ela própria quem cuida de seus produtos, licencia e tem suas lojas! Há produtos oficiais de Hello Kitty e Cia. Eis um exemplo a ser seguido no Brasil! Ou seja, a ideia de uma empresa vir ao Brasil e dar certo é impossível? Não... E a Sanrio mostra bem isso...

Navegantes,
Já mencionei alguns fatos que atrapalham e apontei melhorias em relação ao mercado de animes no Brasil. Muita gente pensa que odeio anime, e que não quero vê-los na TV. Isso não é verdade. Eu gostaria sim de ver mais animes na TV. Ou que tivessem mais animes em nosso mercado. Há alguns pontos para melhorar esta situação. E vou enumerar o que pode ser positivo.

1-) os fãs têm que parar de reclamar e fazer alguma coisa útil. Nesta altura do "campeonato", comprar os poucos produtos originais que existem no mercado como DVDs, mangás de bancas, etc. Comprar só pirata é prejudicar o mercado, que já quase não existe;

2-) os fãs devem parar com a segregação. Ahn? Sim, isso mesmo. Quando um grupo de fãs torce para que outro anime dê errado, isso prejudica mortalmente o mercado. Por exemplo: fãs de Naruto malharem, só porque não gostam, a vinda de One Piece. "Ah... é ruim." Isso é gosto, não é motivo para o título não vir. E vice-versa. Se os fãs entre si não se respeitam, quem de fora vai respeitar?

3-) as empresas japonesas de animes devem se instalar fisicamente no Brasil. Por quê? Para melhorar a relação delas com o público e com as empresas nacionais (emissoras de TV, DVDs, brinqueods, etc). Elas têm que entender que a vinda ao Brasil é um investimento de médio a longo prazao e, não imediato;

4-) com esta instalação, verificar possibilidades reais de exibição e localizar a exibição. Por exemplo: Cavaleiros do Zodíaco tem 1 ponto de audiência na Band (grande SP). Um ponto para este emissora é pouco. Mas, para uma Gazeta, por exemplo, é maravilhoso.
Ou seja, localizar nos principais estados as exibições. Afinal, muitos desenhos já são exibidos assim pelas redes. Como temos vistos, as grandes redes não exibem nacionalmente os animes. Logo, nem todas as regiões são atingidas. Com a regionalização, muitos lugares realmente não seriam atingidos, mas outros sim.

5-) as empresas devem realmente prestar mais atenção na internet. O motivo? Simples: a internet é o meio de comunicação que mais cresce, inclusive tem "engolido" a audiência das TVs. Não deve ser vista como um vilão que propaga só pirataria.
Se elas, as empresas, não propagarem exibições oficiais, como fica? Lembremos que a Viz Media exibe seus animes na internet há mais de um ano alguns deles...

6-) além disso, como nos lembrou o leitor @victorolavoroca, há revistas como a Bluray News que trazem filmes. Esta revista sai em banca de jornal. Por que não há animes sendo lançados assim? Afinal, há animes que já foram dublados e poderiam vender bem em bancas, como Lost Canvas... Mas, este tipo de negociação é mais provável se estas empresas estiverem no Brasil e conhecer, elas próprias, o nosso mercado.
Obviamente, as empresas devem baratear as licenças, pois isso faz parte do conhecimento de com funiona nosso mercado, e muitas licenças são relativamente caras para muitas empresas nacionais.

7-) Os eventos de animes devem restringir o espaço dos piratas. Por quê? Porque em grandes eventos, muitas empresas dão as caras a paisana. Eles veem tudo, e percebem que não tem espaço para os produtos legais.

8-) Sites especializados têm que parar de mentir e dar falsas esperanças aos fãs. Por que isso é ruim? Porque muitas vezes, o conteúdo dos sites fazem com que fãs encham os e-mails das emissoras com bobagens do tipo: "melhorem o horário, mandem email para a emissora fazer isso e aquilo". Não é a ação de meia dúzia de gatos pingados que vai mudar a política de programação de uma emissora. Mudaria se algum destes e-mails levasse, sei lá, um patrocínio do Bradesco (por exemplo) para o horário da animação.
Sei que parece legal ter um status diferenciado do tipo, "eu sou o fã que o licenciador confia". Certo... Então, digam-me, isso ajudou a algum anime e tem ajudado no mercado enchendo o site de mentiras atrás de mentiras?

Por fim, quero lembrar que 1 ponto de audiência do Ibope é igual a 60 mil televisores ligados. Qualquer ação de fãs teria que levar, no mínimo, 1 ponto de audiência para a emissora. Ou seja, qualquer ação de fã, seja abaixo-assinado, reclamação, etc. teria que ter um número de cerca de 60 mil assinaturas, e-mails e afins. Senão... é encheção de saco para s emissoras.
Além disso, não esqueçam que são as emissoras que têm a força. Afinal, são elas quem exibem ou não um título. Por isso, repensar a internet pode ser o ideal, porque assim, nenhum anime ficaria refém de nenhuma emissora. Esta história de que o "legal" é ver anime na TV realmente é legal, quando o título é bem exibido: com aberturas e encerramentos, sem cortes, etc. E em horários ou que as pessoas estão acordadas ou em casa. Do jeito que está, está prestando para alguma coisa? Seja para ter audiência ou para vender produtos?
Enfim, quem tiver sugestões interessantes, farei atualizações no corpo deste post. É só deixar um recado nos comentários, logo abaixo.

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Cavaleiros do Zodíaco, quando a verdade da audiência é outra...

Navegantes,
Sei que virei uma espécie de sei lá... uma figura non grata no mercado de animes no Brasil. Mas, o fato é que se alguém não fala a verdade, a coisa continua esta porcaria que se encontra.
Saiu uma informação na internet de uma suposta audiência de 5,5 pontos de Ibope de Cavaleiros do Zodíaco. O Papo de Budega teve acesso a informação correta e, por isso, não soltem rojões. CDZ nunca chegou nem a 2 pontos de Ibope.
O "share" de CDZ é de média de 5,5%. Mas, a audiência (número de televisores ligados) está em cerca de 92 mil. Segundo nos lembra Luiz Carlos Azenha, share é diferente de audiência.
Audiência mede o número total de telespectadores de uma emissora. Por exemplo: na Grande São Paulo, um ponto no Ibope significa que aquela emissora é assistida em 58 mil domicílios. Dez pontos, 580 mil domicílios. Share é a participação da emissora no número total de televisores ligados. De cada 100 televisores ligados na GSP no horário do jogo Brasil vs. Portugal, 67 estavam sintonizados na Globo, 20 na Bandeirantes e 13 estavam em outros canais.
Ou seja, para chegar a 5 pontos de audiência, CDZ teria que ter, pelo menos, cerca de 250 mil televisores ligados. Daí, o que percebemos é que, ou quem passou a informação não sabe qual é a diferença de share e audiência, ou sabe, e quer passar uma ideia errada pura e simplesmente para colocar CDZ em um patamar em que não está.
Vocês entendem como está tudo errado? Este tipo de informação equivocada dá aos otakus uma ideia de que tudo está bem, tudo está as mil maravilhas. E não está. As atitudes de alguns fãs, como já mencionei aqui antes, mais atrapalha do que ajuda. Porque isso é camuflar a realidade, o que não ajuda em absolutamente nada na situação de CDZ e pior, na situação dos animes no Brasil..
Para as emissoras são os números que elas têm que importam, e não uma propagação de uma informação errada que não condiz com a realidade. Por isso eu digo, fã ajuda naquilo que lhe cabe, mas atraplha mortalmente quando pensa em fazer algo profissional. Vai ver é por isso que Naruto tem sido o único anime a ter produtos no mercado, pq não tem dedo de fã atrapalhando e nem empresário aceitando isso...

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

ANIMA INFO 1353

Disney mangá chega ao Brasil

A Disney lançou já faz alguns anos, versões em mangá de alguns de seus títulos. A editora Abril, ao longo desdes anos, demonstrou total desinteresse por estes títulos, alguns realmente antigos com W.i.t.c.h. mangá. Mas, a editora Online percebeu que a onda do mangá continua forte e lançará diversos mangás da Disney, a começar por W.i.t.c.h.
Há diversos outros quadrinhos japoneses na lista. O site Planeta Gibi traz toda a lista do que chegará. E o site acaba deixando algo no ar: será que o tão aguardado Kingdom Hearts chegará finalmente ao Brasil?
Infelizmente, muitos leitores ficarão com a sensação de que a Disney produziu o material somente agora, mas em verdade, alguns destes títulos já são bem antigos no mercado internacional.

terça-feira, 9 de novembro de 2010

A Presença do Animê na TV Brasileira

Navegantes,
Algumas pessoas têm me perguntado como adquirir o livro A Presença do Animê na TV brasileira. Bem, além da editora Laços, também é possível comprá-lo fisicamente ou pelo site da Comix. Para quem mora em São Paulo, a livraria Fonomag também tem a publicação disponível.

Bem, por hora só fisicamente, mas acho que se vocês pediram lá no site deles, a Fonomag deve atendê-los. Estamos tentando colocar também na livraria Cultura. Certo? Quem tiver dúvidas, podem me mandar um e-mail em monte_sandra@yahoo.com.br, ok? Abraços!


ANIMA INFO 1352

Raízes da animação brasileira e Tezuka no NUPA

Neste sábado, dia 13 de novembro, acontecem muitas atividades no NUPA - Núcleo Paulistano de Animação em São Paulo. Às 15h00 há os filmes experimentais de Osamu Tezuka. O grande pai do Anime e do Mangá tinha uma paixão especial pela animação. A exibição de filmes acompanhada de explicação e debate com o curador do Núcleo.
Já às 16h30 há a presença de Joaquim 3 Rios, cineasta de animação expoente da produção áudio-visual brasileira dos anos 60 a 90. Criou, dirigiu e animou comerciais, filmes para a VILA SÉSAMO, REDE GLOBO e quase todas as redes de TV de então. Um dos principais precursores do Motion Graphics no Brasil, quando não existiam os recursos digitais e de CG de hoje. Outras informações podem ser vistas clicando neste link.

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Treinando com um sucesso!!! Soluço e Banguela!!!


Navegantes,
Estamos chegando no final do ano e daqui a pouco começa o corre e corre do Oscar 2011. Neste ano, acho a categoria animação terá um concorrente desconhecido. Por que um? Bem, porque para mim, os outros dois estão bem claros quais serão: Como Treinar o Seu Dragão e Toy Story 3. Muita gente chorou neste último, falou que é lindo, isso e aquilo. Realmente, Toy Story 3 é emocionante...
Mas, por um pouco a mais, Como Treinar o Seu Dragão é melhor. Inclusive, o sucesso deste filme foi inesperado para a Dreamworks. Nínguem imaginou tamanho êxito comercial. E não foi a toa. O boca a boca foi decisivo. Não houve uma campanha de marketing como Toy Story 3, mas o Dragão se deu bem nas bilheterias. Prova de que o boca a boca ainda é a melhor campanha de marketing que existe. E funcionou muito bem com este título... Não que vá funcionar com outros...
Quem não assistiu ainda, por gentileza, veja! Não é piegas. E, nem forçado, como Toy Story 3 em muitas cenas dá a entender... Tipo, não é "carregadamente" emotivo, não tem música choramingosa nem nada. Mas, mesmo assim, emociona, tenha certeza.
Uma pena que não levará o Oscar. Motivo: Chris Sanders - o diretor do Dragão - trabalhou na Disney, mas saiu de lá... como direi, meio brigado. E o John Lasseter - presidente da Disney - é um dos conselheiros do Oscar... Então, adivinhem qual animação levará a douradinha? Uma pena pensar isso. Mas, um fato.
Mesmo assim, Como Treinar o Seu Dragão é melhor. O público "disse" isso ao fazê-lo o sucesso do ano. Sim, por que 2010 está acabando e até agora, foi a única grande surpresa hollywoodiana de bilheteria... E eu já comprei meu DVD, oficial, claro!!!

Realismo sim, pessimismo não

Olá caros navegantes,

Após a entrevista ao JBox News houve um monte de mal entendido acerca do universo dos animes. Mais uma vez, deixo claro aqui que não sou contra animes antigos. Só acho que por uma questão de tempo, espaço, mudança de conceitos, culturais e sociais, cada título tem seu tempo. Não é possível querer que a juventude atual se afeiçoe aos gostos dos antepassados.

Chaves ou Dragon Ball não são bons exemplos, são exceções da regra... E quando falo em êxito comercial, refiro-me a lançamentos de cadernos, mochilas, etc...

Em todos estes anos, o que percebemos é que o público teen (10, 11, 12 anos) feminino não se liga mais em animação a ponto de sair por aí com uma mochila... Mas do que os garotos, as meninas se sentem mocinhas primeiro. Ou seja, Sailor Moon, por exemplo, não é mais para este público. Anos atrás até poderia ser, mas hoje... não mais. A Sandra é pessimista? Não. O público feminino consome tanto - ou até mais - que o masculino. Mas, nesta faixa etária, quer outra coisa. Há muitos pontos que fazem os animes não serem bem sucedidos atualmente.

Já bati neste assunto, mas vou bater novamente: não há nenhuma empresa de animes (entretenimento) no Brasil. Imagine a seguinte situação: Nickelodeon, Disney, Warner, Sony, BBC (se não me engano) estão fisicamente no Brasil. Os executivos podem ir mais facilmente às emissoras, almoçar, fazer um happy hour, jantar, etc.  Muitas das decisões não são em salas de reuniões, mas sim em momentos como estes. Daí, você emissora pena: "há empresas aqui querendo me vender produtos e que se instalaram no Brasil. Elas acreditam em nosso mercado..."

Daí, vem uma empresa de fora, que não conhece direito nossa sociedade, que tem hora marcadíssima para fazer uma visita e também quer vender um produto. Quem você, caro navegante, botaria mais fé? "Esta empresa de fora não acredita em nosso mercado o suficiente para se instalar aqui? Possivelmente, ou a empresa não é grande, ou os produtos dela não são tãaaao confiáveis a ponto de me dar lucro", pensa a emissora. Ou seja, a lábia da empresa de fora tem que ser muito melhor... Fora que, imagine uma empresa que sempre lhe oferece a mesma coisa, sempre. Se você é emissora vai pensar? "puxa, eles não têm nada novo"? O mercado é muito cruel.

Existe um conjunto de fatores desfavoráveis ao mercado de animes no Brasil, hoje. Isso é eterno? Não. Porque a sociedade muda. Mas, hoje, é bater a cabeça na quina da parede achar que certos títulos, nas circunstâncias que vivemos, darão certo.

Além disso, no universo dos fãs e não das massas, é difícil agradar a gregos e troianos quando se fala de redublagem, por exemplo. Haverá sempre e sempre, alguém insatisfeito... E sempre haverá problemas com animes polêmicos, com "muita" violência ou que tenham em seu conteúdo a homossexualidade. Como lidar com tais situações em uma sociedade como a nossa?

Enfim, curto muito animes. Mas não sou passional. Sei que um InuYasha, por exemplo, não tem condições de ser exibido aqui, mesmo eu adorando este anime! É uma constatação com base em diversos elementos do Brasil e não de fora: cultura, sociedade, situação da empresa... etc. Não é uma questão de bola de cristal...

Só para lembrar, anime é produto e tem que ser bem trabalhado. Se não for, acontece o que temos visto, em que só funciona um anime ou outro e determina situação específica... Se a realidade for pessimismo... Não é a sociedade do Japão, dos EUA ou Itália que temos que analisar, a sociedade que temos que analisar é a nossa!

 
 

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

JBox entrevista Sandra Monte, ou seja... eu!


Navegantes,
O site JBox News fez uma entrevista comigo para falar de diversos assuntos sobre o mercado de animes. Deem uma olhadinha no vídeo acima. Nos comentários lá no JBox eu já esclareci alguns pontos. Mas, caso alguém queira tecer comentários, fique a vontade para perguntar!

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

O adeus de Lula, o até logo de Serra e o futuro do Brasil...

Navegantes,
Bem, como todos sabem, votei em José Serra para presidente. Acho que ele é mais preparado para assumir tal cargo. Ao contrário de tudo o que se diz, ele não privatizaria nada e nem acabaria com coisas que o Lula começou. Mas, eleição é assim, prevalece a vontade da maioria. Mesmo assim, até logo José Serra. Como você mesmo disse, não é um adeus. O Brasil precisa sim de você para continuar andando.
Espero que Dilma Rousseff faça um bom governo. Apesar de já vermos figuras como Antônio Palocci ao lado dela o tempo todo... Quanto ao Lula (em quem votei nas duas eleições), sua Era está acabando. Foi positiva, pois ele conseguiu manter com muito custo o que Fernando Henrique Cardoso deixou, o Plano Real, e criou novas elementos positivos ao país. Infelizmente, não lá muito bem aproveitado pelo povo, que com o assistencialismo, ficou - em muitos casos - preguiçoso.
Vamos ver como serão os próximos quatro anos. Quem sabe eu mude de ideia em relação a presidente. Mas, acho difícil, pois ela será governante, entretanto, não tem cara de quem será líder como o Lula foi... Só o tempo dirá.

←  Anterior Proxima  → Inicio