Desejo: Boas Festas...

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Deus é desnecessário para Hawking. E talvez haja um motivo...

Navegantes,
Sempre que vejo alguma notícia relacionada a Stephen Hawking, tenho a impressão de sempre ler algo contra a existência de Deus. Não tenho raiva de ateus, pois cada um acredita ou não no que quiser.
O que me entreistece é perceber que uma pessoa use a ciência para desmerecer a Deus. E a impressão que tenho é que Hawking desmerece a Deus por causa da doença dele. Sei que deve ser horrível viver como ele vive - veja no link acima - mas, será que ele nunca pensou que pode haver um motivo?
Já ouvi de pessoas dizerem: se Deus existe, por que Ele deixa que isso ou aquilo aconteça? Oras, eu não sei... O ser humano não tem como saber dos pensamentos de Deus e o que Ele quer dizer com certos acontecimentos.
Mas, desmerecê-lo como Hawking o faz? Ele não precisa ir a nenhuma igreja. Mas, poderia conversar um pouco com Deus para entender o porquê dele ter a doença que tem... No fundo, parece que o cientista quer culpa a alguém pela sua doença... E culpa a Deus por não ser como os demais homens. Daí o motivo para desmerecer sua existência...
Ou será mesmo que Hawking acretida que a ciência explica tudo?

←  Anterior Proxima  → Inicio

7 comentários:

Leandro disse...

Se ele não acredita em deus, então ele não está desmerecendo ninguém!

Sem ofensas, mas Cristãos e religiosos em geral não conseguem entender porque existem pessoas que questionam as coisas e que não se iludem com lendas fantasiosas, então tentam explicar esses questionamentos criando algum motivo pra entender porque nós ateus não acreditarmos em deus.

Se Hawking fosse saudável, vocês provavelmente diriam que ele é ateu porque tem unha encravada ou coisas do tipo. Entendam, as pessoas não precisam ter uma vida ruim pra questionar a existência de deus, basta começar a perceber as milhares de controvérsias e contradições do cristianismo e da maioria - se não todas - religiões.

E os cristão não devem ter raiva dos ateus mesmo, afinal, quem faz guerras a troco de petróleo são os cristãos. Vários ateus nesses exato momento estão em um laboratório procurando a cura de doenças, pesquisando novos remédios, etc.. Viva a ciência!

L.Karina disse...

Às vezes a gente não passa por um bom momento e tenta culpar alguém mesmo sabendo que ninguém tem culpa e que não é castigo ou coisa assim.
Também acho que se não acredita em Deus é problema de quem não acredita,mas também não gosto nada quando alguém começa a desmerecer as crenças dos outros achando que sua descrença o faz mais inteligente entre os homens.
E quanto ao comentário anônimo:As histórias da Biblia e outos livros religiosos não são lendas para iludir,são histórias cheias de símbolos de linguagem para fazer às pessoas refletirem.E daí decidirem se acreditam ou não.
E quanto às guerras não só cristãos,mais outras religiões se envolveram em guerras.E muitos cientistas trabalham criando armas de destruição em maça e não só curando doenças.

sandra monte disse...

Pois é LKarin,a
É bom lembrar que foram cientistas que criaram a bomba atômica.

Patrick (Matu) disse...

Ciência, de uma certa maneira, é uma busca pelo conhecimento através de atividades empíricas. É a dúvida. Assim como Albert Einstein refutava a teoria quântica e acreditava em Deus, criando a famosa frase "Deus não joga dados com o universo", Hawkings foi pelo caminho contrário. Não creio que seja apenas pela condição física dele que, embora a "inteligência emocional" nos afirme que a emoção comanda a mais pura razão, e isso poderia embasar o seu texto, não acredito que seja só isso, pois tiraria dele todo o intelecto. O que acontece é que, com base nos conhecimentos científicos que ele analisa, fundamentados em sua psique, nas emoções que ele possui, tudo isso junto o fez concluir o que ele já mencionou.
Eu já vi cientistas verificando o mesmo dado e chegando a conclusões diferentes. E isso diz que Hawkings esteja certo? Talvez sim, talvez não! Já existem teorias que tentam unir relativistas e quânticos, por exemplo. Talvez surja algo nesse sentido daqui a alguns anos, ou décadas. A outra pergunta que se faz é: "e isso influenciará outras pessoas". Algumas, aquelas que possuem o mesmo arcabouço psíquico e emocional de Hawkings. Existe a Fé (fé na ciência, fé em Deus, ou fé na medicina), e esta, baseada em vivências individuais e emoções, não vai ser abalada naquelas que a nutrem adequadamente. Pois a emoção controla a mais pura razão. :)
Desculpem qualquer erro teórico ou ortográfico, fiz isso correndo!

Aline Kachel disse...

Olá, fiquei sabendo desde seu texto apenas hoje por conta dos comentários no mais de oito mil e resolvi comentar mesmo sendo mais antigo.

Bem, começando com umas observações que considero prudente de serem feitas antes do comentário em si. Sou atéia e tentarei refutar os argumentos apresentados, porém não tenho intenção nenhuma de ofender alguém. Também não vou tentar convencer ninguém a deixar de acreditar em deus(es), então espero que ninguém tente me convencer de começar a acreditar em algum(uns).

Bem, começando pelo lado mais fácil para mim, em seu comentário:

'É bom lembrar que foram cientistas que criaram a bomba atômica.'

É bom também lembrar que foi a religião que fez a caça às bruxas, com torturas horríveis. É bom também lembrar que foi a religião a causa do 11 de setembro. É bom também lembrar que é a instituição da igreja que protege pedófilos. É bom lembrar que é por causas religiosas que homossexuais ainda são discriminados.

Poderia continuar aqui ad-infinitum, mas acredito que a ideia tenha sido compreendida. E para não falar que estou sendo unilateral, em todos os casos que eu citei, a ciência pode ser encontrado como ferramenta para esses atos.
A construção de instrumentos de tortura que não matassem de imediato (ex. dama-de-ferro), aviões, internet, automóveis. Porém repito, a ciência foi uma FERRAMENTA. A bomba não se explodiu sozinha, explodiu porque alguém quis que ela explodisse.

Não estou tirando a culpa da ciência ao dizer isso. Por noções éticas nenhum cientista deveria ter produzido algo assim, sabendo de seus resultados, mas dizer que a ciência é má por causa da bomba atômica é como dizer que a humanidade é má porque há pessoas más. Generalização Apressada.

Aline Kachel disse...

Indo ao texto em si, sinceramente não vi nada que 'desmerecesse deus' nas citações de Hawking. Ele apenas apresenta que não é necessário um deus para que o universo tenha surgido. E digo mais, como ateu ele não está desmerecendo ninguém, ele simplesmente não acredita na existência de qualquer deus.

Dizer que ele está desmerecendo deus é como dizer que alguém está desmerecendo um gremlin por não atribuir ao gremlin o surgimento do universo. Para ateus, deus, gremlins, fadas, monstros do lago ness são a mesma coisa. Inclusive, foi criada uma religião' do Monstro do Espagueti Voador para mostrar aos não-ateus como as demais religiões soam para nós. Infelizmente só há material interessaste em inglês sobre o assunto. Se quiser, procure por FSM.

Apenas para enfatizar, Hawking não tem 'raivinha' de deus porque por sua doença. Deus simplesmente não existe. Não se tem raiva de algo inexistente. Dawkin não tem nenhuma doença do tipo e é o ateu mais 'ativista' atualmente.

E justamente por deus ser algo inexistente, dizer algo como

'Mas, poderia conversar um pouco com Deus para entender o porquê dele ter a doença que tem...'

é como pedir para ele se tornar esquizofrênico. Ou seria como eu pedir para você:

'Mas, poderia conversar um pouco com o Coelhinho da Páscoa para entender o porquê dele ter a doença que tem...'

Faz sentido para você? Então, a sua frase não faz o menor sentido para qualquer ateu também.

E apenas para finalizar, responderei à sua pergunta:
'Ou será mesmo que Hawking acretida que a ciência explica tudo?'

Não, ele não acredita, mas ele sabe que a ciência vai sempre procurar explicar tudo sobre tudo. E sempre vão surgir mais dúvidas. E sempre haverá espaço para aperfeiçoamentos. E sabe que é justamente essa busca insaciável pela verdade que torna tudo tão fascinante. Muito mais fascinante do que afirmar que um deus estava cansado e resolveu criar humanos para brincar de BigBrother.

PS 1: deus em letra minúscula. Deus é um adjetivo, uma profissão, nome de cada deus varia de acordo com a religião. Para os cristãos, é Javé.

PS 2: fiz certas generalizações quanto a ateus

PS 3: Playstation 3.

sandra monte disse...

Aline,
Só para constar:

Não acho a ciência má. Só estou dizendo que cientistas criaram coisas que foram usadas para fins terríveis.

E Deus independe de religião. Assim como a ciência, as coisas horríveis que acontecem são fruto da maldade humana. De fundamentalismos.

Não de Deus. Deus é alguém em que se acredita, independente de qualquer coisa. E esta crença é fé.

Continuo achando que a "relação" entre este ciencista e Deus dá-se pela doença dele. Talvez, se Hawking fosse um homem normal, que pudesse usufruir das necessidades que qualquer homem tem, ele não fosse tão cético.

Imagino que um Freud deve explicar. Se uma análise psicológica fosse feita com Hawking, talve fosse possível entender tamanha repulsa. Afinal, se ele acredita tão cegamente na ciência, não precisa, ao meu ver, desmerecer alguém que está "quieto" lá no canto dele...

E veja, isso é uma posição minha. É no que acredito. Ninguém é obrigado a aceitar o que digo.



Sandra Monte