Desejo: Boas Festas...

quinta-feira, 25 de março de 2010

ANIMA INFO 1176

CSI chega às bancas

A editora NewPOP lança a revista da série CSI – Investigação Criminal - R$ 14,00, com 160 páginas - , toda desenhada no estilo mangá. CSI estreou em 2001 nos EUA e fez imediatamente um grande sucesso. A série se encontra na décima temporada e com bons índices de audiência. No Brasil, é exibida pela Rede Record com o mesmo título. A produçãojá conquistou médias acima dos dez pontos no Ibope na Grande São Paulo. O mangá de “CSI” é composto de uma única edição, que conta com uma história criada por Sekou Hamilton, com a arte de Steven Cummings.
Na história, Kiyomi é uma garota com sérios problemas financeiros. A TV a cabo foi cortada, o telefone, e falta pouco para que ela e seu pai peçam auxílio do governo em algum plano de auxilio do governo. Mas a jovem Kiyomi tem um sonho: trabalhar no CSI. No dia que ela foi fazer a prova do programa de estágio, uma garota é assassinada e ganha grande destaque na mídia.
Depois de aprovada no teste do CSI, junto com outros 4 rapazes bem peculiares, Kiyomi começa a visitar as instalações do CSI e a aprender com os mestres. Enquanto vai descobrindo as intrigantes técnicas de estudo forense, Kiyomi e seus amigos descobrem que a garota assassinada, chamada Greta, era colega de escola deles. E, seguindo as evidências, a pessoa que a matou conhecia as técnicas forense. Então... o assassino pode até mesmo ser um dos cinco estagiários escolhidos para o programa do CSI.


←  Anterior Proxima  → Inicio

1 comentários:

Anônimo disse...

Não sou muito fã da série, e certamente não serei do mangá. Mas achei no mínimo curiosa a capa, com todos os peritos pisando sobre a cena do crime e estragando quaisquer evidências.

Isso me lembra a capa de uma cartilha sobre o novo código brasileiro de trânsito, onde aparecia um desenho de um homem dirigindo... com uma das mãos para fora acenando e cometendo pelo menos umas outras 3 ou 4 infrações de trânsito. Essa capa inclusive foi vetada e modificada depois de algum tempo.

Os artistas deviam estudar um pouco o assunto que estão desenhando.