Desejo: Boas Festas...

quarta-feira, 24 de março de 2010

ANIMA INFO 1175 - Especial

Com Treinar o Seu Dragão
AT: Este txto foi corrigido graças ao comentário de um leitor. Agradecemos a lembranaça pela informação acerca do Corajoso Ratinho Despereaux, cujas informações podem ser vistas neste link


Com Treinar o Seu Dragão é uma das gratas animações feitas pela Dreamworks. O estúdio tem feito títulos bons como Monstros vs Alienígenas. Espera-se que a empresa deixe um pouco de lado os desenhos animados com roteiro de duplo sentido, que têm graça somente uma vez quando vistos.
Já o caso de Como Treinar o Seu Dragão é diferente. É uma animação leve, não infantil, mas passível de ser visto por crianças. Os principais fundamentos da histórias são adolescentes e adultos. Talvez a Dreamworks tenha aprendido com o Pixar que fazer títulos sobre relacionamentos – sejam entre pais e filhos, com animais, etc – seja um caminho interessante a ser seguido, e não somente comédias "escrachadas" como um Madagascar.
Em Como Treinar o Seu Dragão, o jovem Soluço vive no mundo viking e seu pai é justamente o líder do povo nórdico. De início, ele queria ser como o pai e os demais vikings, mas muda de ideia ao conhecer um amigo inesperado: Banguela. O tal "amigo" é simplesmente o mais temido dos dragões. Soluço e Banguela tornam-se amigos e juntos, eles terão que mostrar que é possível a convivência entre humanos e dragões. Certamente, um dos pontos mais fortes da animação é o roteiro, cujo final mostra um ponto inesperado.
Talvez a animação seja tão interessante graças aos diretores Chris Sanders (direção: Lilo & Stitch; roteiro: Lilo & Stitch, Mulan, O Rei Leão, A Bela e a Fera) e Dean Deblos (direção: Lilo & Stitch; roteiro: Lilo & Stitch, Mulan). Com a grande experiência das animações tradicionais, ambos contribuíram com "sua" marca nesta animação. Talvez por isso, a primeira vez, o dragão Banguela seja tão simpático, sem o espectador saber ao certo o porquê. O personagem, quando voa, parece um morcego, mas quando está de frente para a câmera, tem uma expressão muito agradável de se ver. Lembra um pouco o Stitch.
É possível assistar à animação em 3D com cópias dubladas e legendas. Mas, vale frisar que a maioria das exibições serão com cópias em língua portuguesa. Um ótimo filme a ser visto já neste final de semana, em sua estreia nas telonas nacionais.
←  Anterior Proxima  → Inicio

2 comentários:

Anônimo disse...

Só uma correção: O Corajoso Ratinho Despereaux não é da Dreamworks. É uma produção inglesa, distribuída pela Universal.

Felipe "Morikawa" disse...

Eu vi o trailer dublado na TV e parece uma dublagem boa... meu medo é que no filme mesmo alguém ganhe a voz de um BBB... sei lá, Dreamworkds sempre me faz pensar nisso, não sei bem o motivo.