Desejo: Boas Festas...

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Zé Carioca para mascote da Olimpíada do Rio 2016!!!

Caros navegantes! Pode parecer estar meio cedo. Mas, por que não falar disso agora? Afinal, ainda estamos no "oba oba" da vitória.
As Olimpíadas de 2016 vão acontecer na cidade maravilhosa! E como em todos os outros anos haverá um mascote. Então, qual personagem é característico do Rio de Janeiro? Quem curte futebol, adora uma jaca, uma bela feijoada, tem primo paulista, primo cearense entre outros e mora em uma vila?
Sim, só pode ser ele: Zé Carioca. Mas, muita gente vai falar: "mas Sandra, ele é fruto do imperialismo americano..." Gente do céu chega desse papo. Se for assim, nós deveríamos desprezar Aquarela do Brasil, do Ari Barroso, que - se não em engano - foi feita justamente para o filme do Zé... Assim, chega dessa mentalidade tacanha. Chega disso. Todas as características citadas, não foram os gringos que inventaram. Fomos nós!
Nossos desenhistas e roteiristas. Foram os Ivan Saidenberg, Renato Canini, Primaggio Mantovi, Fernando Ventura, Arthur Faria Jr., Chin e tantos outros artista que deram esta vida, esta cara não nacional, tão característica do povo brasileiro. No final das contas, a "criação americana" é hoje mais brasileira do que muitas criações nacionais.
Por isso, bradem em seus Orkuts, Twitters, fóruns e blogs: ZÉ CARIOCA PARA MASCOTE DA OLIMPÍADA DO RIO 2016!!! Ele não é só carioca. Zé Carioca é hoje, um autêntico brasileiro!!!
←  Anterior Proxima  → Inicio

8 comentários:

Yaya Pagh disse...

Estou torcendo pelo Zé tambem!
Fui procurar no google se ele seria o mascote e cai aqui..
Vamos torcer!

Xixo disse...

Concordo plenamente que o Zé Carioca deve ser o futuro Mascote da Olimpíada do Rio 2016!!!

Abraços Galeraaaaaaa!!!

cyber disse...

O Blanka como mascote?
É no minímo curioso.
Quando a Capcom lançou o Blanka como o lutador do Brasil no Street Fighter, teve muita que curte jogos de luta achou legal. Afinal, era essa a imagem que os estrangeiros tinham da gente!
Um monstro verde que vivia em casas de palafita no meio do mato?
Com o tempo, o personagem - que dava até choque nos adversários - acabou ganhando a simpatia dos jogadores, assim como o nosso País em relação ao mundo.
E hoje tenho a agradável surpresa de ver o Blanka como um simpático mascote das Olimpíadas...
Ok. Muita gente não conhece o Street Fighter, odiaria saber que o mascote vem de um jogo de luta ou mesmo que ele é um monstro quando o que se quer mostrar é nossa "civilização". Por outro lado, teria algo mais moderno que um personagem de games como símbolo?

E se não for ele, quem deveria ser o mascote?
Há algum de games que poderia representar o Brasil?

Priscila disse...

mas não esqueça que o Zé carioca é: trapaceiro, preguiçoso, malandro e sempre arruma um jeito de tirar o dele de campo, você ainda acha mesmo que isso é a caracterização carioca ou brasileira? já parou pra pensar que essa personificação americano é a visão que eles tem sobre´todos nós brasileiro? Pois bem, não concordo com ele como mascote por isso o Zé Carioca de um jeito ou de outra mostra a visão que grigalhada tem sobre nós. E porque não o Saci? se é para deixar o tal imperialismo de lado o Saci vai mostrar que no Brasil todos, todos mesmo são bem-vindos a ess grandiosa festa! =)

waltertierno disse...

Seguindo esse raciocínio, escolher o saci não seria menos prejudicial. Afinal, é um diabrete que adora infernizar a vida das pessoas, fuma e faz nós em rabos de cavalos. A moralidade nessa questão não é o problema principal.
Fico imaginando a facilidade que é pegar um personagem consagrado, pagar os direitos à Disney e estampar o camaradinha pelo Rio de Janeiro. Nem se deram ao trabalho de escolher um personagem novo e de oferecerem a um brasileiro a chance de criar esse personagem.
Eu pergunto: algum outro país que sediou as olimpíadas simplesmente pegou um personagem consagrado e usou como mascote? Não é tradição criar um mascote novo e exclusivo, não só para cada olimpíada, como também para cada copa?
Essa escolha fácil do Zé Carioca é infantil, preguiçosa e mostra com que tipo de comprometimento essa olímpiada será organizada...

waltertierno disse...

Deixe-me ser claro: Não dou a mínima se é um símbolo de imperialismo americano durante a segunda guerra, se o personagem é malandro, se essa malandragem foi criada por brasileiros (se é que você acredita que o que se cria no Brasil não passa por aprovação na matriz) ou se a olímpiada merece ou não um personagem marcadamente nacional. Se o saci é moralmente exemplar ou não. Não me importo com isso. É papo para depois e sabe-se lá se merecerá essa relevância toda. A questão é: não se deve CRIAR um mascote? A solução de pegar um personagem que já foi criado não reflete a preguiça e oportunismo de autoridades que deveriam seguir os passos que todos conhecem, ou seja, promover a criação nacional de um mascote para a olimpíada, incentivando, assim, o trabalho de artistas brasileiros? Algo que todos os países sede fazem!
De que servem os artistas, desenhistas, designers, ilustradores brasileiros? Não é essa a hora de dar-lhes a oportunidade de criar um símbolo que representará o Brasil para o mundo em 2016?
É com essa esperteza e preguiça que o preparo para a olimpíada será realizado?

sandra monte disse...

Olha, esta questão de esperteza deve realmente ser discutida com as autoridades. Como não sou, defendo aquilo que acredito ser interessante.

Até porque, duvido que haja uma escolha decente de trabalhos nacionais. Em um país como o Brasil, haverá um oba lelê, mas a “carta” já estará marcada.

Quanto a a autorização… Eles tanto não viam direito o que era feito aqui que, quando viram o que os artistas nacionais produziam, demitiram Renato Canini. O artista – na opinião dos executivos – desvirtuava o jeito Disney de ser.

Então eis a questão: os caras davam uma olhadinha ou outra em algum quadrinho “suave” enviado do Brasil para eles. Mas, quando decidiram pegar TUDO para ver, viram que a coisa tinha descambado…

Fernando Ventura disse...

É hora de dar oportunidade aos roteiristas, desenhistas e designers brasileiros voltarem a trabalhar com o Zé Carioca! Viva o papagaio!!!