Desejo: Boas Festas...

terça-feira, 4 de agosto de 2009

ANIMA INFO 976 - Especial

G.I. JOE – A Origem de Cobra

O que dizer do longa-metragem G.I. JOE – A Origem de Cobra (G.I. JOE: The Rise of Cobra)? O título da Paramount Picutres, Splyglass Entertainment, em parceria com a produtora de brinquedos Hasbro é simplesmente mais do mesmo.
E é isso mesmo. Quem viu no mês de junho o filme Transformers – A Revolta dos Derrotados, ficou com a sensação de déjà vu. Talvez, por ter percebido tarde demais que ambos filmes são muito parecidos, a Hasbro fará um trabalho de marketing mais forte com os produtos relacionados ao título. É possível.
E não é só isso, até mesmo a sinopse é um tanto confusa: das montanhas da Ásia Central aos desertos do Egito, passando pelas ruas lotadas de Paris e por baixo da calota polar do Polo Norte, o grupo de elite de agentes conhecido como G.I. Joe embarca em uma aventura sem fim usando as mais modernas tecnologias de espionagem e equipamento militar para evitar que o comerciante de armas Destro e a crescente ameaça da misteriosa organização Cobra levem o mundo ao caos.
Muitos personagens do desenho animado dos anos 80 estão no filme. O herói Heavy Duty (ADEWALE AKINNUOYE-AGBAJE), os vilões McCullen/Destro (CHRISTOPHER ECCLESTON) e Doutor (JOSEPH GORDON-LEVITT), e os demais personagens: Storm Shadow (BYUNG HUN LEE), Baronesa/Ana (SIENNA MILLER), Scarlett (RACHEL NICHOLS), Snake Eyes (RAY PARK), Breaker (SAÏD TAGHMAOUI), Duke (CHANNING TATUM), Ripcord (MARLON WAYANS) e General Hawk (DENNIS QUAID).
O filme tem cerca de duas horas de pura lavagem cerebral. É pancadaria do início ao fim. Poderia ser interessante, se não existisse Transformers 2. Sequências inteiras parecem iguais, o posicionamento das câmeras, expressões dos atores, falas, roupas. Outro ponto que chega a espantar é a música de Alan Silvestri. O músico da trilogia De Volta Para o Futuro sumiu em uma trilha sem a menor expressão e emoção.
Como um filme de “pipocas”, G.I. JOE – A Origem de Cobra é uma boa opção. Mas, caso o espectador perca no cinema, pode tranquilamente esperar pelo lançamento de DVD. Uma pena que os produtores hollywoodianos façam um título pura e simplesmente para vender produtos. E é bom aguardar, porque se houver um mínimo de êxito, certamente haverá uma continuação.
←  Anterior Proxima  → Inicio

1 comentários:

Marcos Ramone disse...

Eu não estou esperando por nada desse filme! ehehe Acho, e espero, que esse filme não vai fazer sucesso não... =D