Desejo: Boas Festas...

sexta-feira, 24 de julho de 2009

Outras informações sobre assaltos em eventos de animes

Pois é. Mais um site fez menção aos problemas de assaltos em um evento de animes. O Anime, Mangá & TV trouxe mais detalhes do circo de horrores que alguns eventos de animes definitivamente o são.
Falta de estrutura física, os preços são abusivos de ingressos, há assaltos. Só faltaram falar de mentiras em relação ao número de visitantes e vinda de artistas como os que vão aos Estados Unidos. Vejam o link, é importante que os fãs de animes saibam que estão sendo induzidos a babaquice e falta de bom senso. Alguns sabem, mas são tontos. Outros ainda não sabem como contribuem para a falta de bom senso em nosso mercado de animes.
E vale frisar uma coisa: há eventos bem organizados com o Anima Mundi, e olha que trata de animação. Mas, ali a coisa é diferente, porque o pessoal é pago para trabalhar, e não recebe ingressinho para ser staff. Só para constar.

←  Anterior Proxima  → Inicio

3 comentários:

Rafael disse...

Infelizmente todo evento de anime é assim! =/ Imagina o quanto algumas empresas ganham não?

Petra disse...

Bom, Sandra, a diferença entre eventos de anime e Anima Mundi já começam na proposta, né? Há muito tempo que evento de anime em SP não é mais pra galera ir e assistir desenho.

Não vejo nada de errado nas "feiras" de anime como a gente vê hoje, pra ver cantor (independente de serem "decadentes" ou não, como você falou em outro post), fazer cosplay, se divertir. O problema é quando a organização é constituída em 90% de galera da mesma idade que a molecada que vai pra zoar e aprontar.

Falta comprometimento, autoridade e segurança da organização pra conter toda a "parte ruim" que tem vindo com esses eventos. Aliás, a falta de comprometimento é o que gera a incapacidade de autoridade e de fornecimento de segurança, porque todos vêem o que acontece mas ninguém quer fazer nada e pior, consideram "normal".

Só porque é comum, não é normal...

sandra monte disse...

Então, só para constar...
O Anima Mundi não é só para a galera ver desenho.
A questão é que ali existe uma proposta: a de dar conhecimento sobre animação.
Por isso existem palestras, workshops e oficinas. Mas, algo que funciona.

Infelizmente, os eventos de animes - não digo todos, mas a maioria - de SP existem única e exclusivamente com o objetivo de ganhar grana.

Espanta-me eventos que existem há anos não se encaixarem os moldes de leis estaduais e federais. Bem, ao que parece, o Animecon encaixou-se no Proac.

Mas, e os outros eventos? E por que ninguém do governo se interessa? Por que nenhum representante sério da comunidade nipônica se interessa?

Pode ter certeza que é porque tem alguma coisa errada.