Desejo: Boas Festas...

domingo, 10 de maio de 2009

Quadrinhos são literatura?


O texto abaixo foi retirado do canal do Entrelinhas no Youtube. O tema é interessante, vale conferir o vídeo pelas informações. Concordo com o Paulo, quadrinho é quadrinho e literatura é literatura.

História em quadrinhos é literatura? O Entrelinhas destaca a linguagem dos cartoons, gênero que sempre flertou com a literatura e que, a exemplo desta, também tem seus clássicos e seus vanguardistas como Will Eisner, Guido Crepax e Neil Gaiman. O programa entrevistou dois especialistas: o jornalista Paulo Ramos, que acaba de lançar o livro A Leitura dos Quadrinhos, e o editor Gualberto Costa, dono da livraria HQMix.

←  Anterior Proxima  → Inicio

4 comentários:

Vincent - OA disse...

lógico que quadrinho é literatura, se é algo para ser lido ou escrito, automaticamente vira literário; por mais que a leiura seja diferente de um livro (ou peça de teatro, em script)

sandra monte disse...

Eu concordo com o Paulo, jornalista entrevistado na matéria.

Quadrinhos têm muito da literatura. Mas, também tem das artes visuais clássicas e do cinema.

Também não gosto de classificar HQs como literatura. Porque não é. HQs são um tipo de arte, não pode ser incluído nem numa e nem noutra.

E, na minha opinião, se fosse para classificar, estaria dentro das artes visuais, porque a primeira coisa que vc vê em um quadrinho é a imagem e não o texto.

maguscrowley disse...

Cara...não sei nem se dá pra eu entrar nessa briga, mas vamos lá.
Concordo quando dizem que quadrinho é uma arte, sem dúvida, quadrinho vira filme, desenho animado e livro. Uma arte com "green card" nas artes visuais(para mim vira até quadro do Andy Warhol), o problema é que fizeram na nossa mente brasileira quadrinho virar coisa de criança (só agora essa imagem começou a mudar).
Gostei muito da opinião da Sandra, mas depende de cada pessoa como lê o se u HQ eu leio primeiro o texto depois viajo no desenho, então vai de cada pessoa. E como eu disse - QUADRINHO VOCÊ LÊ , por mais que não tenha texto (na minha adolescência eu LI muito a Valentina do GUIDO... mas isso é outra estória rsrsrsrs...).
Para mim, dependendo do autor, ou da intenção do autor, quadrinho É LITERATURA. Olha o QUINO com a Mafalda, coisa de criança? o cara criticou todo o contexto da américa latina com personagens infantis e teve leitores em números nunca sonhados por nossos poetas marginais (Nicolas Behr, Alex Polari, Cacaso, e tantos outros) da Geração Mimeógrafo que davam murro em ponta de faca brigando com a "nossa" ditadura.
Quadrinho é uma arte INDEPENDENTE, mas quando quer É LITERATURA.

Gabriela Dreher disse...

É... depende do ponto de vista...

No meu eu concordo que não, na condição de que "a linguagem dos quadrinhos é 10 vezes superior a da literatura, com um potencial 100 vezes menos explorado". (palavras de um amigo)

Ainda assim fico feliz quando um quadrinho "rouba" um prêmio literário... Quem sabe assim o reconhecimento, investimento e exploração da linguagem dos quadrinhos cresçam como merecem.

Considerando que os quadrinhos se utilizam da literatura sim, embora não sejam. E mesmo que nessa instância não possam ser comparados, pois mudam de categoria, no meu ponto de vista ainda posso considerar o quadrinho como linguagem e nessa instância considerá-lo superior. Pois se utiliza de um conjunto de ferramentas que colaboram para expressar a voz de seus autores e estimular a emoção, o sentimento do leitor.