Desejo: Boas Festas...

segunda-feira, 9 de março de 2009

ANIMA INFO 796

Warner estreia Fringe


Assuntos como teletransporte, precognição e psicosinese sempre mantiveram, de uma forma ou de outra, uma irresistível relação com o imaginário coletivo. Sabendo disso como ninguém, J.J. Abrams (Lost) nos apresenta sua mais recente criação: Fringe, que chega no dia 17 de março, às 22h, no Warner Channel. Protagonizada por Joshua Jackson (Pacey de Dawson's Creek), Anna Torv, John Noble (O Senhor dos Anéis – O Retorno do Rei), a série vem para superar a expectativa de um público exigente: os órfãos de Arquivo X.
No primeiro episódio de Fringe, as atividades do aeroporto de Boston estão paralisadas e todas as atenções são direcionadas para o pouso de emergência do vôo comercial 627. Desesperadamente, a torre de controle tenta se comunicar com os tripulantes da aeronave, mas o silêncio como reposta é a premissa de que algo vai muito mal.
O fato é que, já em solo, constata-se, em uma cena aterrorizante, que todos estão mortos. É nesse momento que a agente especial do FBI Olivia Dunham (Anna Torv) é acionada, desencadeando uma investigação sem precedentes e uma série de acontecimentos sem nenhuma explicação lógica aparente. Para ajudá-la, Olivia procura pelo Dr. Walter Bishop (John Noble), o Einstein dos nossos tempos. Só há um problema: Walter esteve internado em uma clínica psiquiátrica pelos últimos 20 anos e a única forma de ter o seu apoio é por meio do misterioso Peter Bishop (Joshua Jackson), filho de Walter.
←  Anterior Proxima  → Inicio

1 comentários:

Mith disse...

Já conhecia esse seriado, havia visto alguns comentários sobre ele na net, achei muito interessante. j.j. Abrans tem talento pra criar histórias mirabolantes, veja cloverfield. nesse caso, de um seriado estilo arquivo x, com certeza ele estará livre pra colocar todos os seus devaneios em ação. mas pense no caso de felicity, era um seriado perfeito, simples, e que abordava os dramas de um grupo de universitários. Mas foi só ele colocar viagens no tempo e etc que o seriado caio no desagrado de muitos fãs. Lost era outro seriado perfeito com todo o seu mistério, mas ele extrapolou, botou "magia" de mais na história. mas com certeza verei fringe, pois nesse caso ele não precisará se prender à realidade e nem vai precisar ter medo de colocar algo que fuja ao contexto da história, pois em fringe "tudo" é possível.