Desejo: Boas Festas...

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008

CANCELAMENTO DE PEACH GIRL E ÉDEN - ORIENTAÇÕES

Estes últimos dois dias foram de um profundo pesar aos leitores. Dois títulos foram re-cancelados: Éden e Peach Girl. Os dois mangás não foram os primeiros cancelamentos da editora Panini, que já havia tirado do mercado Shin-Chan.
O motivo alegado pela empresa editorial foi baixas vendas. Contudo, em outras ocasiões, a Panini havia assegurado que lançaria – pelo menos Peach Girl – até o final. Esta promessa não foi cumprida, o que pode ser caracterizado como desrespeito ao Direito do Consumidor.
Os leitores – e antes de tudo, cidadãos e consumidores
– podem entrar com uma ação contra a editora Panini, acionando o órgão de defesa do consumidor: Procon. As orientações que seguem abaixo estão no grupo de Peach Girl.
Se você se sentiu lesado, pode sim entrar com um processo. Você que não comprava nenhum dos dois títulos, envie e-mails de repudia para mangas@panini.com.br e pelo site (Selecione o tópico em questão Contato do Departamento Comercial e de Marketing, demonstrando sua insatisfação. Hoje, foram Peach Girl e Éden. Amanhã pode ser o seu mangá ou quadrinho preferido. Talvez esta seja a hora dos fãs de todos os mangás, sejam shounens, shoujos, hentais, yaois e afins unirem-se para que o mercado editorial organiza-se, para que outros títulos NÃO sejam cancelados.

Trecho extraído do grupo de Peach Girl
Em primeiro lugar, peguem a edição 25 de Peach Girl e abram na primeira página do "Peach Papo". Agora leiam as 3 primeiras linhas. Leram? Pois isso já é o suficiente para abrirmos uma nova reclamação no Procon contra a Panini.
Temos uma afirmação por meios oficiais de que teríamos a publicação garantida até o final da série. Nas palavras da própria editora da linha de mangás da Panini.
No momento que essa afirmação foi descumprida, a Panini passou a fazer uma propaganda enganosa. E propaganda enganosa, dá ao leitor o direito de entrar no Procon contra a editora.
É quase a mesma coisa que aconteceu com o primeiro processo que entramos contra a Panini. Mas dessa vez, como é reincidência, talvez o processo corra um pouco mais rápido. Agora: O que devemos fazer?
Peguem a edição 25 de Peach Girl e tirem uma cópia dessa página do Peach Papo. - Separem o RG, CPF, e vão até o Procon mais próximo.
E onde fica o Procon mais próximo? Aqui tem uma lista com vários endereços espalhados pelo Brasil. Procurem o Procon que seja mais próximo de onde vocês moram: http://www.portaldoconsumidor.gov.br/procon.asp?acao=buscar
Quando chegarem no Procon, expliquem o caso para a atendente. Digam primeiro que a Panini já havia cancelado a revista anteriormente, mesmo afirmando que seria publicada até o final. Expliquem que mangás são coleções fechadas, com início, meio e fim, e que uma série cancelada pelo meio não tem serventia alguma. Então mostrem a xerox da página do Peach Papo, com a afirmação oficial da editora "garantindo" que Peach Girl seria publicado até o final.
Digam que como consumidores estão se sentindo lesados, e que gostariam de ter seu dinheiro de volta, já que isso foi propaganda enganosa, e diante disso, pela lei, temos o amparo legal.
Nessa hora a atendente vai dar para vocês uma pequena ficha que deve ser preenchida com a reclamação (e a xerox vai em anexo com a reclamação). - Na hora de preencher a ficha, digam exatamente isso, que se sentiram lesados, que a editora garantiu que publicaria a revista até o final e que cancelou antes do final da série, e que no caso, vocês estão se sentindo lesados e que querem ser ressarcido do prejuízo que tiveram ao comprar a série, a qual a editora prometeu publicar até o final e que não cumpriu.

É o Artigo 35 do Código do Consumidor:
Art. 35 - Se o fornecedor de produtos ou serviços recusar cumprimento à oferta, apresentação ou publicidade, o consumidor poderá, alternativamente e à sua livre escolha:
I - exigir o cumprimento forçado da obrigação, nos termos da oferta, apresentação ou publicidade;
II - aceitar outro produto ou prestação de serviço equivalente;
III - rescindir o contrato, com direito à restituição de quantia e eventualmente antecipada, monetariamente atualizada, e a perdas e danos.


Traduzindo, podemos exigir que a Panini publique Peach Girl até o final (como eles mesmos afirmaram que fariam), ou, podemos pedir nosso dinheiro de volta, devidamente atualizado para valores dos dias de hoje.
Mas quem decide se os leitores terão o dinheiro de volta ou se a Panini terá que republicar a série até o final será um juiz. - Mas das duas uma, ou o juíz vai obrigar a Panini a nos devolver o dinheiro por todas as edições de PG que já compramos, ou então dará para a Panini a escolha de ou devolver o dinheiro, ou terminar de publicar as edições ainda pendentes.
Quanto maior o número de processos contra a Panini, maiores serão as nossas chances de obtermos vitória. - Eu já fiz minha reclamação hoje cedo. Agora cabe a cada um de vocês fazer o mesmo. É um direito nosso, e isso vai garantir, mesmo que demore um pouco, que tenhamos nosso mangá publicado até o final.
←  Anterior Proxima  → Inicio

10 comentários:

JRP disse...

Apenas ressalto que o e-mail citado não funciona.
Já enviei mensagem por ele e recebi apenas mensagem de erro.
Talvez tenham consertado o problema mas fica aí o aviso.

Almani disse...

Olá Sandra. Sempre lamentamos este tipo de atitude de uma editora, ainda mais uma multinacional. No que nos couber apoiaremos sempre a iniciativa de cobrar dos editores o respeito ao leitor.

Anônimo disse...

Bom infelizmente isso não é de hoje. Já houve casos parecidos(se não semelhantes) como o Dr. Slump da Conrad. Quem compra mangá há algum tempo deve se lembrar. Reclamar? No máximo algo como: "problema contratual com o japão" e fica, por isso, mesmo.
Estamos no Brasil essas coisas acontecem e tragicamente repetidas vezes.
T+

Wartogh disse...

Só achei engraçado o site da herói ter malhado a atitude da Panini, sendo que antes a Conrad já tinha cancelado o Dr. Slump, que eu comprava, e eu fiquei MUITO frutrado por causa disso...

Wartogh disse...

Só achei engraçado o site da Herói ter esculachado a Panini assim sendo que antes quando a Herói era da Conrad, a Conrad tinha cancelado o mangá Dr. Slump que eu comprava... E que me deixou muito frustrado, e na época eles não comentaram nada no site.

Anônimo disse...

Sacanagem mesmo, era só produzir uma quantidade menor de edições, e a periodicidade bimestral. Falta de respeito. Qd eles pararam de lançar, meu amigo que comprava ficou revoltado, leu o final na internet, baixou os scans e leu (a maioria fez isso). Daí eu comprei a coleção dele, li até onde a PANINI publicou (ñ li o final na internet na esperança de re-lançarem). Qd relançaram eu vibrei, comprei EDEN e PEACH GIRL todos os volumes que lançaram. Acho que o maior problema foi o péssimo planejamento. O certo era lançar o volume 1 novamente, e qd alcançar os atuais RELANÇAR, aí aposto que conseguiriam mais leitores. Na época quem parou de ler acabou lendo o resto na internet... nunca iriam lucrar mesmo, foi BURRICE do responsável pelos dois títulos.

Anônimo disse...

Acho muito hilário um site que a pouco tempo atrás lançava mangás e chegou a cancelar 2, falar da Panini.
O que faço com meus 44 mangás do Vagabond e os 14 do Dr. Slump.

Gleidson disse...

Penso que estão apredejando a Panini, foi uma fatalidade o que ocorreu, mas a Conrd já fez isso, meu Evagelion edição definitiva está até hoje pela espera do segundo, a única editora que mesmo com as vendas baixas continuam laçnado é a Jbc.
É uma pena, mas é o que ocorre no Brasil

Cyber MSX disse...

Lamentável (até demais) essa atitude infantil que a Panini fez para com Eden e Peach Girl. Mas desta vez, ela tem grandes chances de ser processada, já que ela declarou publicamente que não iria mais cancelar estes mangás. E isso é um agravante fatal. Não tem volta!

O post diz tudo. Reúna as provas e acionem o Procon, que dizem se a única instituição governamental que realmente funciona.

É arregaçar as mangas e mandar ver. A hora é essa!

FofsArtes disse...

Olá sou um dos donos da loja de artigos de anime e mangá Fof's Artes e queremos deixar aqui registrado que lamentamos o que a editora Panini fez com os titulos acima citados. Realmente é uma grande falta de respeito com os leitores, ainda mais vinda da Panini que tem um grande nome e historia no ramo de quadrinhos. Apoiamos uma solução pacifica junto ao procon para que os leitores tenham seus direitos cobrados e a panini seus deveres também!