Comentário do dia: Pensando em uma frase bem legal... Mas, está difícil...

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Você conhece Idina Menzel? #IdinaInBrazil


Queridos navegantes...
Eu já fiz algumas pequenas menções sobre Idina Menzel aqui no site... Algumas almas a conhecem pelo musical Wicked e sua interpretação de Defying Gravity... Outros por GLEE... Há ainda os que a conhecem como a Nancy do filme Encantada... Mas, obviamente, a maioria pela versão original de Let It Go de Frozen.
De certa forma... espanta-me ver que Idina nunca chegou ao Brasil como deveria. Há muitas cantoras medíocres e que não cantam absolutamente nada e tocam nas rádios... Pois bem, na semana passada chegou ao Brasil Holiday Wishes (#HolidayWishes), disco de músicas natalinas da artista. Eu já o tenho em mãos e as músicas são lindas... E olha que não curto muito este tipo de canção.
Mas, a artista - ela é atriz e cantora, por isso uso o termo artista - consegue encantar com sua voz e interpretação. No Youtube está cheio de versões de canções dela... Nós, fãs, estamos em uma campanha para que Idina inclua o Brasil em sua turnê mundial... Bem... para isso, é interessante que a Warner Music faça a gentileza de pagar jabá para que as músicas dela - especialmente agora - sejam tocadas em rádios como Alpha FM e Antena 1...
Acima, uma das músicas mais bonitas do disco: Do You Hear What I Hear? Mas, novamente... há muitas outras e que merecem atenção. O Youtube está aí firme e forte para ajudar. Certo? Vamos lá, "para além do 'Let it Go'"?

Leia mais...

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

ANIMA INFO 1669 - Especial

Elsa & Fred

Elsa & Fred é uma comédia romântica para todas as idades com os astros Shirley MacLaine e Christopher Plummer, estreia nesta quinta. O filme é a versão americana da produção hispano-argentina Elsa & Fred – Um Amor de Paixão, de 2005. Para enfatizar o sotaque inglês da adaptação, as filmagens aconteceram na cidade de New Orleans, com uma passagem obrigatória na inesquecível Fontana de Trevi, em Roma – confira curiosidades sobre os bastidores no link abaixo.
Elsa & Fred narra o encontro de duas pessoas que, na 3ª idade descobrem o amor, a aventura, a diversão. Elsa (Shirley MacLaine) viveu os últimos 60 anos sonhando com o momento que o diretor italiano Federico Fellini eternizou no filme A Doce Vida: a cena em que a voluptuosa Anita Ekberg, num vestido tomara-que-caia todo preto, entra na Fontana de Trevi, em Roma.
Fred (Christopher Plummer) sempre foi um bom homem que fez tudo o que se esperava dele. Após perder a esposa, ele se muda para um apartamento menor – é lá que ele encontra Elsa, sua vizinha de andar. Elsa irrompe na vida de Fred como um redemoinho de vento, determinada a ensiná-lo que o tempo que ele tem para viver – seja muito ou pouco – é precioso e que ele devia vivê-lo da maneira mais prazerosa.
Este é um bom filme, com um roteiro simples e inclusive previsível. Porém, seu grande diferencial são seus atores. Tanto MacLaine como Plummer mostram que ser bom ator independe de idade. Este é o tipo de longa-metragem em que se percebe que cada um dos componentes técnicos - edição, fotografia, cenografia - sabem realmente trabalhar, pois o filme não tem efeitos visuais. Para aqueles que gostam de dar boas risadas e choros, uma boa indicação.

Leia mais...

ANIMA INFO 1668

Netflix no Comi Con Experience e comemora 5 milhões de assinantes

Netflix é o principal serviço de TV por internet, com mais de 53 milhões de assinantes em quase 50 países. A empresa apresentou um fato importante nesta semana no México. Reed Hastings, co-fundador e CEO da Netflix, visitou o país e anunciou para imprensa que o serviço de streaming registrou mais de 5 milhões de usuários somente na América Latina. Apesar de pequeno em relação ao universo de telespectadores, é uma boa marca, levando em conta que o serviço é pago e é pela internet.
Além disso, Netflix anunciou que terá um estande no primeiro Comic Con Experience no Brasil, organizado pelo Omelete. O evento acontece entre os dias 4 e 7 de dezembro. Na sexta-feira, dia 5 de dezembro às 18h30, os fãs que passarem pela Comic Con Experience poderão assistir ao primeiro episódio do drama da Netflix, Marco Polo, baseado nas aventuras do famoso explorador na corte de Kublai Khan na China do século XIII.
Logo após a exibição, um painel com perguntas e respostas, moderado por Aline Diniz, editora de séries do site Omelete, trará as estrelas do show, incluindo Richelmy, Olivia Cheng (The Flash, Broken Trail), Chin Han (Arrow, The Dark Knight) e o produtor-executivo Dan Minahan (Homeland, Game of Thrones), que falarão sobre o show e mostrarão cenas da série que nunca foram vistas antes. Marco Polo estreia dia 12 de dezembro só na Netflix e é produzida por The Weinstein Company.

Leia mais...

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Cosplayers, games, mercado e a mulher no mundo otaku e nerd...

Caros e amados navegantes... Primeiramente, quero dizer que ao final do dia, atualizarei este post com links que são importantes, especialmente os que se referem ao Facebook, já que não tenho acesso ao mesmo deste computador... Então, se vocês virem links adicionais mais à noite, é por este motivo. O conteúdo de fato não será alterado.
No último sábado, o jornal online da Folha de São Paulo publicou uma matéria acerca da participação feminina no mundo nerd. Esta mesma matéria - que foi feita em virtude do Brasil Comic Con - acabou causando uma pequena controvérsia em meu Facebook, e que as pessoas podem entender errado alguns de meus apontamentos... Há alguns pontos a serem elucidados...
No tocante de atuação no mercado de games, editorial, etc... Há uma queixa de que há poucas mulheres atuando... Realmente, não há mutas. Porém, na tal matéria é posta como se houvesse somente preconceito dos homens. Quão minha dúvida é: certamente que há preconceito. Mas, certamente também há preconceitos das próprias mulheres. Afinal, o texto diz que lá nos EUA, cerca de 47% de leitores é de público feminino. Oras... Elas se fazem presentes exatamente como? Enviam e-mails aos editores? Compram os produtos? Como se fazem presentes?
Já li outras matérias, apontando que quase este mesmo número, de 47% mais ou menos, de mulheres jogam games. A maioria joga games de relacionamento. Mas, há as que jogam games de consoles. Porém, elas falam? Elas se queixam com os produtores? Como elas se fazem presentes no mercado? São coisas que eu gostaria de saber... Eu, por exemplo, nunca neguei que gosto de jogos de carrinhos, lutas (porrada mesmo), e jogos de movimentos bruscos (como baterias e afins). Isso em "Playlands" da vida... Porque não tenho consoles.
Agora, outro ponto e o mais controverso. O título da matéria, com o comentário da repórter, do produtor do evento e da cosplayer entrevistada. A questão do assédio e "consentimento" das cosplayers. São várias questões. Obviamente, uma mulher não pode ser molestada por andar com determinado tipo de roupa. Ou, até mesmo andar pelada como tem ocorrido no RS. Pode andar? Pode (vamos esquecer que andar pelado é considerado delito). Isso não quer dizer que a mesma queira ficar com um cara. Lembremos que índias andam peladas...
Mas, o problema dos eventos tem a ver com o assédio. O problema não são as roupas, mas o comportamento de quem as vestem, do que as pessoas entendem da personagem e o que entendem da animação japonesa. Primeiro: eu já vi muita cosplayer em comportamento "duvidoso" em eventos. Sério... garotas que se atiram nos caras, dão abraços, e se "achegam' com mais força para retratar suas personagens "ninfas". Já vi? Já vi. Também tive conhecimento de eventos que o mesmo ocorreu, especialmente na famigerada ocasião da "toalha"...
Este tipo de comportamento não ajuda. Uma coisa é a garota fazer a performance no palco, outra é sair ao longo do evento inteiro agindo assim. São problemas que ocorreram e deturparam de forma avassaladora o que é ser cosplayer. Isso causou e ainda causa problemas aquelas que não sabem disso. E, que agora é bom saberem. A Laura Demetrios - a jovem da matéria - teceu explicações acerca da foto, que ela tirou com o namorado. Pois bem... Depois de todo este histórico... Fica a questão: por mais que ela tenha dito isso, o histórico anterior bate muito forte na cabeça de quem sabe do ocorrido.
Daí, temos um outro fato: não digo em relação às cosplayers que fazem "heróis"... Mas, às que fazem "ninfas" de animes. Vocês têm ideia de que tipo de relatos que os otakus têm no Japão das garotas que fazem este tipo de personagem? Vocês têm ideia para QUEM estas personagens se destinam? Vocês têm em mente qual o conceito de "fanservice"? O termo em si já dá margem a algum tipo de permissão... Gostem estas fãs ou não.
E, gostem vocês ou não... É tênue a sua semelhança com as garotas que sobem aos palcos em bailes funks. Só que estas sobem aos palcos, as "ninfas" ficam ao chão. Pensem um pouco nisso: você gosta de uma personagem que é para homens que são considerados desequilibrados no Japão. Daí, vem outra pergunta: quem já leu o livro Otaku - Os Filhos Do Virtual de ETIENNE BARRAL? Talvez.. sério, esteja na hora do público otaku feminino realmente ler este livro. Porque vocês estão fazendo algo que talvez nem vocês tenham ideia do "porquê, como, quando onde e para quem" vocês estão se vestindo assim...
As questões culturais vão para muito além do simplesmente "consentir"... Porque estamos falando de uma cultura em que não... os caras nerds (otakus) não são santinhos como é relatado ao longo de toda a história do entretenimento. Inclusive, eles são tão "escrotos" quanto o cara que chama a mulher de gostosa em uma construção. Isso dá a eles o direito de assediar? Não, não dá. Mas, de novo... Algumas destas "ninfas" não se comportam legal em eventos...
Por fim, todos estes eventos sempre tem trazido figuras de entretenimento e coisas afins. Talvez esteja na hora de abordarem temas deste gênero, com mesas redondas com especialistas, editores, cosplayers e um debate mais amplo dos fãs. Porque é muito fácil eu dar minha opinião. Agora, bom seria levar a questão mais a fundo e mais a sério... "Simbora" sugerir este tipo de debate em eventos de entretenimento?
Porque enquanto a coisa não for levada para outro âmbito (um realmente sério): eu continuarei a dar pitacos, vocês continuarão a se sentir desrespeitadas, os babacas vão continuar se achando no direito... E, por fim... Cosplayers, na dúvida, enviem outro tipo de foto para redações de jornal, porque vocês NUNCA sabem como será a matéria e como a mesma pode se virar contra vocês. Fica a dica.

Leia mais...

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Caso curioso de fãs: os que odiaram o final de Naruto e os que amaram o final de InuYasha

Caros navegantes...
Não pude deixar de notar um fato bem curioso... Ao menos com o que aconteceu  ao final do mangá e InuYasha. Este foi um quadrinho longo... Que, talvez justamente por isso, assim como muitos outros mangás bem quantitativos, acabou perdendo alguns de seus seus leitores. Quadrinhos japoneses, ao ficarem bem numerosos, acabam virando um desafio aos que permanecem a lê-los. Em fóruns e comentários que li na época, o que notei foram leitores satisfeitos com o desfecho da história de Rumiko Takahashi.

Mas, e o final de Naruto? Meu Facebook e meu Twitter ficaram cheios de comentários de fãs que se decepcionaram deveras. Pessoal até curtiu as lutas, mas os casais finais foram decepcionantes para leitores. Para mim, chega a ser curioso esta situação: esta geração que só lê pela internet, que nem seu mangá acaba comprando... Possivelmente pensará duas vezes ao acompanhar um quadrinho japonês tão longo... Óbvio que finais nem sempre agradam, mas vi muita gente - mesmo - odiando o último capítulo de Naruto. Aos que tanto criticaram: chorem. Porque os fãs de InuYasha amaram o final...

Leia mais...

ANIMA INFO 1667

PARAMOUNT CHANNEL chega ao Brasil

Os Intocáveis, clássico da Paramount Pictures

Seguindo a linha de diversos outros distribuidoras que têm canais de televisão, a partir de hoje está disponível em diversas operadoras de TVs a cabo o PARAMOUNT CHANNEL. O novo canal é um destino de entretenimento contemporâneo, onde o público pode experimentar e celebrar anos de filmes e conteúdos exclusivos por trás das cenas. São 24 horas de exibição e há mix de personagens icônicos, memoráveis ​​sucessos e grandes franquias do centenário acervo da Paramount Pictures, bem como aquisições e produções locais.
Para marcar o lançamento do canal, foi aberta ao público no dia 6 de novembro a primeira exposição da Paramount Pictures no mundo. Paramount Channel: A Exposição fica em cartaz no museu Soumaya, na Cidade do México, até o dia 6 de janeiro de 2015. Entramos em contato com o canal para saber se esta exposição está prevista para vir ao Brasil, mas, até o o fechamento desta nota, não obtivemos esta resposta.

Leia mais...

segunda-feira, 10 de novembro de 2014

"O nazismo foi uma ideologia mortal", que teve seu marco na "Noite dos Cristais"


Noite dos Cristais - Noite dos Vidros Quebrados - Documentário from José Roitberg on Vimeo.

Caros e amados navegantes...
Acho importante compartilhar certas informações. Tenho escutado e lido alguns absurdos nos últimos tempos, um deles referente ao holocausto, que segundo alguns malucos não teria acontecido... Pois bem, na noite do dia 09 de novembro e o dia 10 de novembro são as datas que, de certa forma, marcam o início holocausto judaico. A 2ª Guerra Mundial foi um evento que marcou a morte de diversas pessoas, cerca de 40 milhões. Porém, quase 7 milhões foram judeus.
O vídeo acima é do curta-metragem documentário Noite dos Cristais - Noite dos Vidros Quebrados de José Roitberg, que trata justamente de como foram estes dias fatídicos. Inclusive, para saber mais, haverá uma palestra online sobre o tema com rabino Jacques Cukierkorn, que acontecerá dia 12 de Novembro de 2014, às 20h30.


Também aconselho aos que não viram ainda, assistirem ao documentário longa-metragem Arquitetura da Destruição (Architecture of Doom Nazism) (logo acima) também sobre o holocausto. Os horrores da humanidade NÃO podem ser esquecidos para NÃO serem repetidos......

Leia mais...

A Presença do Animê na TV Brasileira vira referência acadêmica e mais...

Caros navegantes... Tenho alguns comentários importantens a lhes passar. O primeiro deles: este ano não farei mais atualizações de resenhas de animes e livros. Devo retomar somente em 2015. O motivo é bem simples: tempo. Fazer um só e depois parar... é melhor nem começar. Dando tudo certinho, ano que vem estas resenhas voltam quinzenalmente.
E, fazendo algumas buscas para enviar a uma assessoria, acabei descobrindo umas coisinhas interessantes... Meu livro tem se tornado referência bibliográfica para muitos estudiosos acadêmicos no tema "cultura japonesa" no Brasil.  Estou contente. Abaixo seguem alguns links. Caso hajam mais, por gentileza, me enviem para eu atualizar. E lembro a todos que A Presença do Animê na TV Brasileira continua firme e forte disponível, em segunda impressão. E, seguem os estudos abaixo:

HANA YORI DANGO: O FENÔMENO DO DORAMA NO BRASIL de BÁRBARA LISIAK DE FRANÇA: UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA

Hibridismos e mesclas culturais na construção de identidades e subjetividades em campeonatos de cosplay, de Ilíada Damasceno Pereira: Universidade Federal de Goiás

Consumo e animê: Estúdio Ghibli e penetração no mercado ocidental. 1, de Miriam Souto Maior Barros2, Rodrigo Duguay da Hora: Universidade Católica de Pernambuco

CULTURA POP JAPONESA: Histórias e curiosidades de Alexandre Nagado (organizador), Michel Matsuda Rodrigo de Goes

INOVAÇÕES NO MANGÁ BRASILEIRO MODERNO de VICTOR WANDERLEY CORRÊA: UNIVERSIDADE MUNICIPAL DE SÃO CAETANO DO SUL

Leia mais...

quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Mangás no Brasil: quando minha compra não fará mais falta...

Queridos e amados navegantes...
Estou em um processo de mudanças e estou revendo um montão de mangás que comprei em outrora. Foi em um momento que o mercado de mangás estava voltando ao Brasil depois de anos... A Era Cavaleiros do Zodíaco e Dragon Ball pela Conrad e Samurai X, Sakura Card Captors, Vídeo Girl Ai e Guerreiras Mágicas de Rayearth, todos estes pela JBC.
Eu era do tipo que comprava um monte de títulos. Hoje, olho para alguns deles e me arrependo do fundo da alma. Inclusive porque alguns nunca li, como Cowboy Bebop. A menos que alguém se manifeste aqui nos comentários, farei uma grande doação a Gibiteca Municipal Eugênio Colonnese, que fica em São Bernardo do Campo: Rua Tasman, 301, entrada gratuita pela Cidade das Crianças.
Por que estou me desfazendo? Eu poderia dizer que é só falta de espaço... Mas, a verdade é que ver estes quadrinhos - especialmente estes mangás - faz-me mal. Fico com a sensação de total desperdício de dinheiro. Sério, fiz as contas aqui e vejo que foram mais de 300 reais jogados fora. Anos atrás, eu dava força para  a galera a comprar mangás como incentivo para o mercado.
Porém, hoje, eu não aconselho ninguém a fazer mais isso. Um: o mercado se estabeleceu e não é mais necessário. E, o mais importante: a sensação de desperdício de dinheiro é muito ruim. Aconselho, sinceramente, aos leitores a comprar somente aquilo que eles têm total certeza que realmente querem e vão guardar. Não comprem por impulso. Sério...
Da listinha que vai para doação estão: Chobits (nem sei porque terminei esta porcaria), A Princesa e o Cavaleiro, vários volumes de Tsubasa, Mestres Disney (só fiquei com o do Canini), o Cowboy Bebop já citado acima e mais alguns outros...
Daí, alguns de vocês devem estar pensando: você não vai comprar mais mangás? Vou, quando eu tiver certeza que ficarei com a coleção. Um que ainda estou comprar é Os Cavaleiros do Zodíaco: The Lost Canvas Gaiden. Tirando este, só três outros mangás me fariam ir à banca e comprá-los. Mas, tenho certeza absoluta que os mesmos nunca serão lançados aqui...Enfim, boa aquisição para quem continua. Já fiz minha parte pelo mercado.

Leia mais...

terça-feira, 4 de novembro de 2014

Bíblia, Google, Heróis, Mídia, Narizinho... tudo junto mas não misturado

Navegantes... Ao longo destes dois últimos anos, este site tem colocado resenhas de livros interessantes a serem lidos. Estas resenhas são publicadas às terças-feiras. Há uma "tag" livros - que inclusive pode ser clicado abaixo - e uma série de indicações. Porém, hoje relembraremos alguns destes links, para o caso de quem ainda não as tenha lido quando foram publicadas. E, lembramos... Divulgue este blog, especialmente esta seção, muito importante para quem escreve ou simplesmente quer contar histórias. Os links seguem abaixo. E, esta imagem ao lado foi retirada do Google.

- Lendo a Bíblia com os próprios olhos e não com os olhos alheios
- Quando o Google virou verbo e outros substantivos
- Super-heróis americanos ou de animes... Todos são "O herói de mil faces"
- Sem o politicamente correto... Reinações de Narizinho - vol 1
- Cultura da mídia: você faz parte dela...

Leia mais...

sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Mercado de animes pode morrer, segundo Hideaki Anno

Navegantes...
Tenho já faz algum tempo que venho dizendo que a indústria do anime está em crise. Crise generalizada. Toda vez que toco no assunto, alguém sempre diz que quero me fazer de entendida e coisas do gênero... Mas, agora não sou só eu em meus devaneios, ou o Hayao Miyazaki no "mau humor" dele. Segundo os sites Anime News Network e Rede Tsuzuku, Hideaki Anno 庵野秀明, diretor do clássico Neon Genesis Evangelion, fez questionamentos acerca da indústria e teme que a mesma "morra" em algum tempo. Morrer, morrer... creio que não. Mas, o mercado de animes passa por uma crise brava. E eu tenho dito, tantos remakes são o reflexo de tamanha crise.
Basta ver mais um anime de Cavaleiros do Zodíaco a caminho. Eu gosto? Gosto. Mas, jura do fundo da alma que a Toei não consegue produzir nada novo? A crítica de Hideaki Anno 庵野秀明 não pode ser vista como coisa de vovozinho - até porque ele não é - nem como coisa de realizador mal-humorado... O cara deveria ser levado mais a sério... Pois, a indústria precisa se reciclar criativamente e mercadologicamente. Senão, corre o risco de se tornar cada vez mais produto de otaku... E fica a pergunta: será que quando o Japão perceber não será tarde demais?

Leia mais...

Halloween: Dia das Bruxas

Navegantes...
Costumo não mencionar nada sobre o Halloween: Dia das Bruxas. Mas, acho que devo lembrar que uma das grande referências deste dia tem a ver com o Snoopy. Eu gostava demais desta animação e sempre ocorriam comentários do Dia das Bruxas na animação... Afinal, estamos esperando a "grande abóbora, Charlie Brown..." Eterno!

Leia mais...

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

ANIMA INFO 1666

Abril lança HQ de "Frozen: Uma Aventura Congelante"

A editora Abril lançou em outubro uma quadrinização da animação Frozen: Uma Aventura Congelante. A história em quadrinho segue a história das irmãs Elsa e Ana, conforme roteiro do longa-metragem. Porém, as falas não são exatamente iguais e a tomadas de cenas um tanto diferentes.
Lamentavelmente, não há os créditos de quem adaptou e desenhou a história. Tirando isso, a HQ está caprichada, com boas cores e um bom papel couchê. Frozen: Uma Aventura Congelante está disponível em várias bancas e custa dez reais. Um pouco difícil de encontrar, mas disponível.

Leia mais...

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Um sonho de juventude De Volta Para o Futuro... o skate...

Queridos navegantes...
Será que daqui um  ano teremos um sonho da infância e adolescência de muitos se realizando? Nesta notícia no Estadão, uma empresa estaria bem próxima de lançar um skate como do filme De Volta Para o Futuro. Sim... aquele mesmo que voa. Seria algo genial se pudesse se realizar.
Vejam a matéria completa. Teoricamente, se fosse lançado em 2015, seria bem marcante como mostra a imagem acima. Os "entendedores entenderão". Por fim, das coisas do filme, se a Nike for um tiquinho inteligente... Lançará o tênis que o Marty McFly usa no segundo longa-metragem em larga escala... Somos de juventude virando realidade?

Leia mais...

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Mais uma bizarrice japonesa... きゃりーぱみゅぱみゅ - ゆめのはじまりんりん , kyary pamyu pamyu - Yumeno Hajima Ring Ring


Gente do céu... Eu já tinha postando um vídeo desta garota tempo s atrás e agoraeste... Que é esta menina? Que monte de clipes bizarros são estes? Parece infantil, mas... Sei lá... Quem puder elucidar... Porque não entendo japonês...

Leia mais...

Mercado de animes: o fim de um dos mais importantes sites de animes dos EUA

Queridos navegantes...
Já havia algum tempo que eu não entrava no site do Anime Nation, um dos principais sites de animes dos Estados Unidos... Fiquei um tanto chocada, passada e engomada ao entrar hoje e saber que os editores encerraram as atividades. Não sei ao certo o que pensar... Obviamente, motivos pessoais são sempre a primeira opção. Porém, o fim de um site tão conhecido por lá faz-nos parar e pensar: será que o mercado americano de animes também anda em declínio?
Se for isso... então temos um pequeno problema: se não era mais rentável manter um site de animes nos Estados Unidos - com notícias e vendas de produtos - imagine criar algo parecido no Brasil... No final das contas, parece que cada vez menos algo semelhante com um mercado está longe de ser formar aqui. O sonho de algumas pessoas em comprar cadernos, canecas, adesivos e outros produtos em lojas convencionais nacionais está muito, muito distante... No final, só importando mesmo a preços absurdos. Ou, contentar-se com os produtos piratas com qualidade duvidosa que temos em terras tupiniquins...

Leia mais...

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

O final de Naruto ナルト, e daí?

Queridos navegantes...
Alguns fãs entraram em pequena depressão esta semana, com o anúncio do fim do mangá Naruto ナルト. Este foi o mangá de maior sucesso fora do Japão nos últimos anos. Vendeu muito em todo lugar, inclusive no Brasil. Qual o importância deste final para mim? Não tem importância alguma. Naruto ナルト não é o tipo de HQ que me agrade. Nunca comprei, devo ter folheado umas duas vezes e só. Meu primo até tentou me convencer o quanto a história é legal, isso e aquilo. Não adianta... até tive uma certa vontade de saber mais uma vez... Mas não rolou.
Contudo, o final deste mangá talvez marque algo muito importante para o mercado de mangás, começando pelo Japão... Talvez já não venda tanto, em verdade, ou o autor já está realmente de saco cheio... É um mega hit que sim, tinha que acabar. O mercado não pode viver de um único título. Dos grande mangás conhecidos em terras tupiniquins, falta agora One Piece terminar. Qual será o rumo que o mercado de quadrinhos japoneses é algo a se pensar. Mas, este final é melhor do que sua manutenção pura e simplesmente para dizer que existe...

Leia mais...

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

ANIMA INFO 1665

Museu de Doraemon leva mais de 1,5 milhão de visitantes

Doraemon ドラえもん é, certamente, um dos personagens mais populares no Japão. Seus filmes são um sucesso, é um dos animes mais populares da TV e agora, mais um ponto positivo. Segundo o Anime News Network, uma seção do museu dedicada para a história do gato robótico recebeu mais de um milhão e meio de pessoas no último mês. É um número expressivo até mesmo para o Japão. Chega a ser interessante, pois faz-nos lembrar do sucesso infantil da exposição de O Castelo Rá-Tim-Bum no Brasil.

Leia mais...

Um sumiço deselegante...

Queridos navegantes... Em verdade, meu "sumiço deselegante" não ocorreu só por minha culpa desta vez. Esta semana meu computador de pau - em verdade porque eu quase o quebrei de raiva, literalmente - e também houve uma falta de energia em casa. Eu tinha até alguma coisa pronta para colocar online... Porém, não foi possível. Espero retomar agora que meu teco-teco não está "caindo" toda hora... Inclusive, ver animes com menos trauma. Porque é um saco tentar assistir a algo na rede e não conseguir... Vamos ver.

Leia mais...

terça-feira, 14 de outubro de 2014

A Rosa de Versailles ベルサイユのばら continua encantado depois de décadas

Queridos Navegantes...
Esta notícia não é nada recente... Mas, vale a pena fazer uma menção. Lá no Anime News Network houve a notícia do lançamento de uma pequena coleção de bonecas de A Rosa de Versailles ベルサイユのばら, clássico absoluto de Riyoko Ikeda 池田 理代子 (visite o site dela). Eu nunca curti muito bonecas... Nunca fui fá de Barbie e tranqueirinhas afins...
Minha preferência, quando criança, sempre foi para com ursinhos. Sim, ainda tenho meu Ursinho Carinhoso... Na verdade... eu ainda prefiro ursinhos. Mas, estas bonequinhas baseadas no mangá - de mais de 30 anos atrás - são lindas... Veja no link do ANN. Este post, em verdade, era só mesmo para comentar como um produto pode ser mega bem feito. Só lá mesmo... Olha...

Leia mais...

sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Estranho é pouco para Wooser no Sono Higurashi うーさーのその日暮らし

Wooser no Sono Higurashi うーさーのその日暮らし é uma destas animações que o espectador não tem muito o que dizer devido a estranheza do título. Com 12 episódios que podem ser vistos no Crunchyroll, tem somente cinco minutos por episódio de pura bizarrice. O mais doido é que tem uma continuação com outros capítulos curtinhos. E detalhe, dos cinco minutos, dois são de abertura e encerramento.
Wooser é uma criatura visualmente fofa, bem bonitinho mesmo. Contudo, seus comentários não são lá muitos meigos. Ele é um verdadeiro pervertido, morre em alguns episódios e tem uma dona que não liga para ele. Definitivamente, só vendo para entender quão estranho Wooser no Sono Higurashi うーさーのその日暮らし é.
A parte técnica é bem simples. Os personagens quase não se movem. Mas, a estética de um tudo é interessante. Não tem cenas de sexo, nem cenas violentas. Tudo fica no campo das falas e conversas. O dublador Mamoru Miyano 宮野真守 - que faz o personagem título e fez o Hyoga em Cavaleiros do Zodíaco Omega - dá o tom cínico que Wooser. necessita. Um anime, no mínimo, estranho. Se houvesse uma classificação, certamente "Wooser" será um 16 anos.

Leia mais...

O Homem Mais Procurado faz-nos pensar a realidade

O Homem Mais Procurado, suspense adaptado da obra de John Le Carré que foi o último trabalho finalizado do ator Philip Seymour Hoffman - último finalizado antes de sua precoce morte em 2 de fevereiro deste ano, estreou ontem. O filme foi rodado todo na Alemanha — 38 dias em Hamburgo, com dois dias complementares em Berlim ao final da filmagem — entre setembro e outubro de 2012.
Logo após os ataques do 11 de setembro em 2001, Bachmann (Hoffman) começou a se dedicar a investigar a comunidade islâmica de Hamburgo — cidade que, suspeita-se, abrigou alguns dos responsáveis pelo atentado em terras norte-americanas. Quando o imigrante Issa Karpov (o premiado ator russo Grigoriy Dobrygin), um devotado muçulmano meio russo, meio checheno chega clandestinamente à cidade, atrai a atenção de agências internacionais de segurança, principalmente da Alemanha e dos Estados Unidos.
O que chama a atenção em O Homem Mais Procurado é sua total atualidade por conta dos problemas com possíveis terroristas pelo mundo, com a recente divulgação e ações do Estado Islâmico. E, de certa forma, faz-nos pensar sobre este tema real com mais atenção e cuidado. É o tipo de ficção que pode, em verdade, ser realidade. E, pôe em xeque os possíveis erros de atuação dos Estados Unidos ante o terrorismo. E também, aqui, vale frisar a boa atuação de Willem Dafoe.

Leia mais...

  ©Papo de Budega - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo