Pensamento: "A lua afeta o mar tal como afeta as mulheres". (Velho do livro 'O velho e o mar' de Ernest Hemingway)

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Ghost - do outro lado da vida

Ghost - do outro lado da vida é daqueles filmes que os jovens de vinte anos não entendem porque a geração dos 30 - 40 anos gosta tanto. Fez um grande sucesso por ser uma história romântica. Mas, hoje este êxito pode não ser tão visível devido às questões inflacionárias. Colocou novamente nas rádios uma música antiga em evidência e consagrou todos os artistas que participaram.
Na história, Sam Wheat (Patrick Swayze) e Molly Jensen (Demi Moore) são um jovem casal com uma vida feliz. Ele morre em um assalto arquitetado pelo melhor amigo de ambos. Porém, Sam não vai para o "além" e conta com a ajuda de uma médium (Whoopi Goldberg) para solucionar o crime que o matou e ajudar Molly, que também corre risco.
O título foi bastante exibido na Sessão da Tarde e de vez em quando também passa na televisão paga. Boa produção que ganhou dois Oscars: melhor roteiro original e melhor atriz coadjuvante para Goldberg. Atualmente, tem uma versão em musical na cidade de São Paulo. Se a peça é boa, não podemos comentar. Mas, o filme é uma grata obra do início dos anos 90.

quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Annie Lennox - No More "I Love You's"


Annie Lennox é uma das cantoras das vozes mais bonitas que já ouvi. Ela tem uma músicas muito bonitas, desde a época do Eurrythmics. A música acima, No More "I Love You's" é um destes exemplos de como a artista é genial.

terça-feira, 6 de dezembro de 2016

O velho e o mar

O velho e o mar é um clássico da literatura americana. Foi escrito por Ernest Hemingway e lançada originalmente em 1952, poucos anos depois dele ser sido correspondente de guerra e quando o autor viveu em Cuba antes da "Era Castro". Seguindo a resenha da versão que lemos,
Depois de passar quase três meses sem fisgar um peixe, escarnecido pelos colegas de profissão, o velho Santiago enfrenta o alto-mar, sozinho, em seu pequeno barco. Quer provar aos outros e a si mesmo que ainda é um bom pescador. É em completa solidão que ele travará uma luta de três dias com um peixe imenso, um animal quase mitológico, que lembra um ancestral literário, a baleia Moby Dick.
É um bom livro, com um embate interessante entre o "velho" e o animal. Como a maioria das cenas são dele sozinho, quem folear o livro verá alguns travessões, dando a entender de diálogos. Não se engane, se estiver no "meio" da obra, certamente são as falas que ele faz sozinho. Afinal, Santiago está solitário em alto mar.
Outro ponto curioso é como o menino é chamado. Em português é simplesmente "garoto". Como a história ocorre na América Latina, não há como não lembrar do termo em espanhol: "chavo". Esta é a forma como os garotos são chamados, daí por isso é o nome original da série mexicana mais conhecida no Brasil: "Chaves". Contando com este detalhe curioso, O velho e o mar é uma visão quase que romântica de um americano e a relação com a antiga Cuba.

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Curiosidades budeguísticas: os benefícios de dormir do lado esquerdo

No site Incrível temos 15 bons motivos para dormirmos mais do lado esquerdo do que qualquer outra posição. Uma boa maneira de mantermos a saúde com algo simples. Clique no link acima para entender.

domingo, 4 de dezembro de 2016

Para alegrar o dia 178

Para se espreguiçar...

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Notícias que passaram batidas 19...

Em um primeiro momento, estes links não teriam relação alguma. Mas, depois dei-se conta que ambos têm a ver com a saúde e segurança da mulher. O primeiro link não é exatamente uma notícia, mas é um fato. O seu silêncio ajuda o estuprador nos mostra que ações pequenas podem salvar uma mulher de uma situação absurda. Que NÃO deveríamos ficar em silêncio contra a violência.
Já em Nos EUA, mulheres se apressam para colocar DIU antes da posse de Trump traz um fato também absurdo. A melhor maneira de se evitar gravidez indesejada é dar condições para as mulheres a evitarem. E, as mulheres americanas - e quiçá nós no Brasil - podemos perder tais direitos já adquiridos. O mundo precisa continuar em frente, e não voltar para o passado para alguns imbecis assim o desejam.

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

True Lies

Quando foi lançado, True Lies não parecia ser o bom filme de ação que é. O motivo é bem simples: em quase metade do filme temos um Arnold Schwarzenegger com medo de ser um cara traído pela esposa recatada e do lar interpretada por Jamie Lee Curtis. Ele arma toda uma situação para "pegá-la" no flagra. Mas, tudo dá errado quando terroristas realmente entram em ação e colocam a vida de ambos em perigo.
O roteiro que em princípio é simples, conta com a boa direção de James Cameron. Ele já trabalhara com Schwarzenegger em O Exterminador do Futuro e, quem diria, conseguiu tirar do ator uma boa interpretação. Mas certamente, a figura principal do filme é "Curtis". Ela deu o tom engraçado necessário que o título precisava. Uma escolha acertada. Fora isso, as cenas de ação são bem trabalhadas, com os exageros que adoramos ver neste tipo de longa-metragem. Tudo funciona, até o vilão "mauzão terrorista fanfarrão". Ótimo título para ser visto nas TVs a cabo, onde ainda costuma ser exibido.

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Adriana Calcanhotto - Mentiras


Não tenho muito o que comentar acerca da Adriana Calcanhoto. Acho-a uma grande cantora, com muitas bonitas e voz agradável. Sem mais.
Proxima  → Inicio